A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
262 pág.
1001 Questoes Comentadas ProcPenal Cespe

Pré-visualização | Página 45 de 50

anterior do mesmo processo. 
557. (CESPE/Promotor MPE-RO/2008) Se os peritos concluírem que 
o acusado era, ao tempo da infração, inimputável por doença 
mental, o processo-crime prosseguirá, com a presença do 
curador. Por outro lado, se ficar constatado que a doença mental 
sobreveio à infração, o processo continuará suspenso até que o 
acusado se restabeleça, podendo o juiz, nesse caso, ordenar a 
internação do acusado em manicômio judiciário ou em outro 
estabelecimento adequado. 
558. (CESPE/Promotor MPE-RO/2008) Em recente entendimento, o 
STF passou a ter nova orientação no sentido de que, no 
procedimento dos crimes de responsabilidade de funcionários 
públicos, a notificação prévia do art. 514 do CPP não é 
dispensada quando a denúncia se apoiar em inquérito policial. 
559. (CESPE/Promotor MPE-RO/2008) O incidente de falsidade de 
documento constante dos autos poderá ser requerido por 
quaisquer das partes, mas o juiz não poderá, de ofício, proceder 
à verificação da falsidade. Reconhecida a falsidade por decisão 
irrecorrível, o juiz mandará desentranhar o documento e remetê-
lo-á, com os autos do processo incidente, ao MP, fazendo essa 
decisão coisa julgada em relação a ulterior processo penal ou 
civil. 
560. (CESPE/Agente de Investigação-PB/2008) Nos atos infracionais 
cometidos sem violência ou grave ameaça, também é possível a 
segregação provisória. 
1001 Questões Comentadas – Direito Processual Penal – CESPE 
Prof. Nourmirio Tesseroli Filho 
139 
 
561. (CESPE/Agente Penitenciário-AC/2008) Não havendo vara de 
execuções penais específica na comarca, a execução penal 
competirá ao juiz que prolatou a sentença penal condenatória. 
562. (CESPE/Analista Técnico II-SEBRAEBA/2008) Segundo o 
entendimento do STF, os senadores e deputados federais não 
dispõem da prerrogativa processual de serem inquiridos em 
local, dia e hora previamente ajustados entre eles e a autoridade 
competente, quando arrolados como testemunhas. 
563. (CESPE/Analista Técnico II-SEBRAEBA/2008) Segundo 
entendimento do STF, os senadores e deputados federais 
dispõem da prerrogativa de serem inquiridos em local, dia e hora 
previamente ajustados entre eles e a autoridade competente, 
mesmo quando indiciados em inquérito policial ou quando 
figurarem como réus em processo penal. 
564. (CESPE/Analista Técnico II-SEBRAEBA/2008) Segundo 
entendimento do STF, os senadores e deputados federais que 
ostentarem a condição formal de indiciado ou de réu poderão 
sofrer condução coercitiva, se deixarem de comparecer a ato de 
seu interrogatório. 
565. (CESPE/Analista Técnico II-SEBRAEBA/2008) Segundo 
entendimento do STF, os senadores e deputados federais não 
dispõem de garantia constitucional que lhes assegure o estado 
de relativa incoercibilidade pessoal. 
566. (CESPE/Analista Técnico II-SEBRAEBA/2008) O curador que 
pratica crime doloso contra a pessoa curatelada poderá ser 
declarado incapaz para o exercício da curatela. 
567. (CESPE/Analista Técnico II-SEBRAEBA/2008) A jurisprudência 
do STF é firme no sentido de que procede a alegação de excesso 
de prazo, ainda que a defesa tenha contribuído para a demora 
na conclusão da instrução penal. 
568. (CESPE/Analista Técnico II-SEBRAEBA/2008) Se o promotor de 
justiça se recusar a propor a suspensão condicional do processo, 
mesmo estando presentes seus pressupostos legais permissivos, 
o juiz, dissentindo, remeterá a questão ao procurador-geral, 
aplicando-se, por analogia, o CPP. 
569. (CESPE/Analista Técnico II-SEBRAEBA/2008) Admite-se a 
suspensão condicional do processo por crime continuado, se a 
soma da pena mínima da infração mais grave com o aumento 
mínimo de um sexto for inferior a dois anos. 
570. (CESPE/Analista Técnico II-SEBRAEBA/2008) O réu tem direito 
de presença e de participação ativa nos atos de interrogatório 
judicial dos demais litisconsortes penais passivos, quando 
existentes. 
1001 Questões Comentadas – Direito Processual Penal – CESPE 
Prof. Nourmirio Tesseroli Filho 
140 
 
571. (CESPE/Analista Técnico II-SEBRAEBA/2008) A jurisprudência 
do STF é no sentido de que a pessoa jurídica não tem direito à 
concessão de assistência judiciária gratuita, por não se 
enquadrar no conceito de necessitado, para os fins legais. 
572. (CESPE/Procurador do Estado-ES/2008) Os tipos penais da lei 
dos crimes contra a ordem tributária, econômica e contra as 
relações de consumo são, de regra, dolosos; todavia, em sede de 
crimes contra a ordem tributária, não se cogita da existência da 
modalidade culposa, encontrada na referida legislação apenas 
em alguns tipos relativos aos crimes contra as relações de 
consumo. 
573. (CESPE/Delegado de Polícia-PB/2008) Após o trânsito em 
julgado da sentença de pronúncia, é dada vista dos autos ao 
órgão do MP, pelo prazo de cinco dias, para oferecimento do 
libelo crime acusatório. 
574. (CESPE/Delegado de Polícia-PB/2008) Acerca do procedimento 
relativo aos processos da competência do tribunal do júri, o 
desaforamento ocorre necessariamente para a comarca mais 
próxima, onde inexistirem os motivos ensejadores do pedido. 
575. (CESPE/Delegado de Polícia-PB/2008) Caso o MP promova o 
aditamento da denúncia ou queixa, por força do “mutatio libelli”, 
o juiz é obrigado a receber o aditamento, pois o MP é o titular da 
ação penal pública. 
576. (CESPE/Delegado de Polícia-PB/2008) O participante de 
organização criminosa tem sua pena reduzida em um a dois 
terços, ainda que sua colaboração não tenha sido espontânea. 
577. (CESPE/Delegado de Polícia-PB/2008) Os condenados por crime 
decorrente de organização criminosa iniciam o cumprimento da 
pena em regime fechado. 
578. (CESPE/Delegado de Polícia-PB/2008) O defensor não poderá 
abandonar o processo senão por motivo imperioso, comunicando 
previamente o juiz, sob pena de multa, sem prejuízo das demais 
sanções cabíveis. 
579. (CESPE/Delegado de Polícia-PB/2008) O processo terá 
completada a sua formação quando o juiz receber a acusação, 
tendo-a por apta. 
580. (CESPE/Estagiário de Direito-DPESP/2008) O procedimento 
ordinário aplica-se aos crimes punidos com reclusão, exceto 
quando há expressa previsão legal de rito especial. 
581. (CESPE/Estagiário de Direito-DPESP/2008) No caso de crime 
contra a honra, o juiz deve, após o recebimento da denúncia, 
designar audiência de conciliação, e, caso a vítima desista da 
ação, o réu deverá ser absolvido. 
1001 Questões Comentadas – Direito Processual Penal – CESPE 
Prof. Nourmirio Tesseroli Filho 
141 
 
582. (CESPE/Estagiário de Direito-DPESP/2008) O procedimento dos 
crimes de competência do júri é composto de três fases: o 
sumário da culpa, o juízo da causa e o julgamento em plenário. 
583. (CESPE/Exame de Ordem 2007.3) O processo iniciado, de ofício, 
pela autoridade policial ou judiciária, é compatível com a 
Constituição Federal de 1988. 
584. (CESPE/Exame de Ordem 2007.3) No procedimento do juiz 
singular, após a oitiva das testemunhas, é aberto prazo para 
apresentação das alegações finais. 
585. (CESPE/Exame de Ordem 2007.3) O interrogatório do réu é ato 
privativo do juiz, sendo dispensável a presença de defensor. 
586. (CESPE/Exame de Ordem 2007.2) Em qualquer fase do 
processo, o juiz, se reconhecer extinta a punibilidade, deverá 
declará-lo de ofício. 
587. (CESPE/Exame de Ordem 2007.2) Nos termos da Lei Maria da 
Penha, as medidas protetivas de urgência poderão ser 
concedidas inclusive de ofício pelo juiz, desde que haja audiência 
das partes. 
588. (CESPE/Exame de Ordem 2007.2) O CPP prevê a unidade de 
processo e julgamento em caso de conexão. 
589. (CESPE/Exame de Ordem 2007.2) A circunstância de ser réu 
primário e de ter bons antecedentes, por si só, dá ao réu o 
direito a responder ao processo em liberdade. 
590. (CESPE/Exame de Ordem