AV2 - Fundamentos da Epidemiologia 2014.1
11 pág.

AV2 - Fundamentos da Epidemiologia 2014.1


DisciplinaFundamentos de Epidemiologia1.317 materiais12.177 seguidores
Pré-visualização5 páginas
Avaliação: SDE0245_AV2_ » FUNDAMENTOS DA EPIDEMIOLOGIA
	Tipo de Avaliação: AV2 
	
	Professor:
	ERVYLENE TREVENZOLI DE SOUSA
TERESA CRISTINA CIAVAGLIA V OLIVEIRA
	Turma: 9005/M
	Nota da Prova: 7,0 de 8,0         Nota do Trab.: 0        Nota de Partic.: 2        Data: 18/06/2014 10:19:16 
	
	 1a Questão (Ref.: 201102381296)
	sem. N/A: Morbidade
	Pontos: 1,5  / 1,5 
	A morbidade está relacionada à ocorrência de doenças e agravos à saúde de uma dada população, sempre se referindo a uma população predefinida tomada como grupo exposto ao risco de adoecer. Quais o indicadores de morbidade?
		
	
Resposta: Os indicadores mais utilizados para avaliar o risco de um problema de saúde ou para descrever a situação de morbidade são as duas medidas básicas de frequência: a prevalência e a incidência. A prevalência diz respeito ao número total de casos de uma doença (novos e antigos) em determinado local e época; Já a incidência diz respeito a novos casos da doença em uma população exposta. 
	
Gabarito: Os indicadores de morbidade são genericamente definidos como proporção entre o número de casos de uma doença e a população (número de habitantes ou de pessoas que estão expostas à doença em um lugar e tempo definidos). 
	
	
	 2a Questão (Ref.: 201102247845)
	1a sem.: Conceito de risco epidemiológico
	Pontos: 0,5  / 0,5 
	Em Epidemiologia, as pessoas susceptíveis a determinadas doenças são chamadas de:
		
	
	Grupo de Risco.
	
	Indivíduos Doentes.
	
	Assintomáticas.
	
	Sintomáticas.
	
	População Saudável.
	
	
	 3a Questão (Ref.: 201102247864)
	2a sem.: Ecologia da doença humana
	Pontos: 0,5  / 0,5 
	Vários fatores de ordem individual e coletiva interferem e são determinantes no processo saúde-doença, podendo levar à doença ou contribuir para o risco de adoecimento e manutenção dos agravos de saúde. Os fatores etiológicos podem ser de origem: 
		
	
	Viral ou Bacteriana
	
	Endógena ou Exógena
	
	Específica ou Inespecífica
	
	Natural ou Artificial
	
	Animal ou Vegetal
	
	
	 4a Questão (Ref.: 201102246550)
	3a sem.: Promoção da Saúde
	Pontos: 0,5  / 0,5 
	Ressaltar a atuação sobre os determinantes socioambientais da saúde e políticas públicas intersetoriais, voltadas à melhoria da qualidade de vida das populações e reforçar a tendência de diminuição das responsabilidades do Estado, delegando aos indivíduos, progressivamente, o autocuidado são os objetivos das ações de:
		
	
	Formulação de hipóteses.
	
	Investigação do processo saúde/doença.
	
	Prevenção de doenças.
	
	Promoção da saúde.
	
	Problematização. 
	
	
	 5a Questão (Ref.: 201102247661)
	4a sem.: Indicadores de Morbidade
	Pontos: 0,5  / 0,5 
	Em Epidemiologia, os indicadores utilizados com mais frequência para avaliar o risco de um problema de saúde ou para descrever a situação de morbidade em uma comunidade são as duas medidas básicas da frequência: a prevalência e a incidência. Sobre esses indicadores de morbidade são feitas as seguintes afirmações: I Casos prevalentes são os que estão sendo tratados (antigos) mais aqueles que foram descobertos ou diagnosticados (novos). II A prevalência é o número total de casos de uma doença, novos e antigos, existentes em um determinado local e período. III Casos prevalentes são os incidentes que persistiram em uma população. IV A taxa de incidência (TI) é o número de casos novos de uma doença em um dado local e período, relativo a uma população exposta. Assinale a alternativa correta: 
		
	
	Todas as afirmações são falsas.
	
	Apenas a afirmação II é verdadeira.
	
	As afirmações III e IV são verdadeiras.
	
	Todas as afirmações são verdadeiras.
	
	As afirmações I e IV são verdadeiras
	
	
	 6a Questão (Ref.: 201102293465)
	10a sem.: Vigilância Epidemiológica
	Pontos: 1,5  / 1,5 
	Os dados fundamentais para a Vigilância Epidemiológica são aqueles que permitem a identificação imediata do problema e seu enfrentamento. Dentro desse contexto, explique a importância dos Indicadores demográficos e socioeconômicos e cite dois dados coletados.
		
	
Resposta: Os indicadores demográficos e socioeconômicos são importantes pois irão fornecer subsídios para os planejamentos de saúde, permitindo acompanhar as tendências históricas dos padrões de detreminadas doenças, além de avaliar os riscos de um problema de saúde. Alguns dados coletados são: 1. Incidência de determinada doença; 2. Moradia; 3. Renda; 4. Condições socioeconômicas.
	
Gabarito: Os indicadores demográficos e socioeconômicos são importantes para caracterizar os grupos populacionais, a dinâmica populacional, as condições de gerais de vida da população, além de obter estimativas para o cálculo das taxas de incidência e mortalidade. Dados coletados: Número de habitantes, nascimentos e óbitos de acordo com gênero e idade, além de dados sobre a situação socioeconômica como renda, escolaridade, ocupação, condições de saneamento, etc. 
	
	
	 7a Questão (Ref.: 201102381163)
	sem. N/A: INDICADORES EPIDEMIOLOGICOS
	Pontos: 0,5  / 0,5 
	Qual o conceito e aplicação Indicadores básicos para a saúde no Brasil está corretamente definido a seguir?
		
	
	Esperança de vida para uma faixa etária definida é um indicador local das condições de vida e saúde e reflete o padrão de morbidade de uma população
	
	Indicadores são marcas numéricas de autorização hospitalar.
	
	Indicadores sevem somente como determinantes de saúde.
	
	São indicadores somente os fatores relacionados ao surgimento de doenças, agravos e óbitos e os que podem ser evitados através de prevenção e assistência adequada.
	
	Indicadores são parâmetros utilizados internacionalmente com o objetivo de avaliar, sob o ponto de vista sanitário, a higidez de agregados humanos, bem como fornecer subsídios aos planejamentos de saúde, permitindo o acompanhamento das flutuações e tendências históricas do padrão sanitário de diferentes coletividades consideradas à mesma época ou da mesma coletividade em diversos períodos de tempo (Rouquayrol, 1999).
	
	
	 8a Questão (Ref.: 201102259863)
	6a sem.: Princípios do SUS
	Pontos: 0,5  / 0,5 
	O SUS (Sistema Único de Saúde) representa o conjunto de ações e serviços de saúde prestados por Órgãos e Instituições Públicas Federais, Estaduais e Municipais, da Administração Direta e Indireta e das Fundações mantidas pelo Poder Público, e de forma complementar pela iniciativa privada (Art. 4° Lei 8.080). Por ser um conjunto de unidades, de serviços e de ações que interagem com um mesmo propósito, organizando-se nas três esferas governamentais: Federal, Estadual e Municipal, dizemos que o sistema é único. Com relação às principais características ou princípios do SUS podemos afirmar que: I A universalidade quer dizer que todas as pessoas têm o direito ao atendimento, independente da cor, raça, religião, local de moradia, situação de emprego ou renda. II A equidade quer dizer que todo o cidadão é igual perante o SUS e será atendido conforme as suas necessidades. III Com relação à integralidade, as ações de saúde devem ser combinadas e voltadas ao mesmo tempo para prevenção e a cura. IV A descentralização está relacionada à redistribuição das responsabilidades das ações e serviços de saúde entre os vários níveis de governo. Agora, assinale a alternativa correta: 
		
	
	Somente a afirmativa I é falsa.
	
	As afirmativas I, II e IV são falsas.
	
	Todas as afirmativas são falsas.
	
	Todas as afirmativas são verdadeiras.
	
	Apenas as afirmativas I e III são verdadeiras.
	
	
	 9a Questão (Ref.: 201102263233)
	8a sem.: QALY
	Pontos: 0,0  / 1,0 
	O indicador positivo da saúde denominado Quality-Adjusted Life Years (QALY) é estimado a partir do: 
		
	
	Cálculo
Carregar mais