A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
124 pág.
Apostila  de Questões Processo Civil Fase Final

Pré-visualização | Página 43 de 44

formal e coisa julgada material. 
e) se limita ao dispositivo do pronunciamento judicial, não alcançando a motivação deste por mais 
importante que seja, tampouco a apreciação da questão prejudicial decidida incidentemente no processo. 
 
 
FCC – AUDITOR – TCE – PI – 2005 
 
397 No processo de conhecimento, 
 
a) a petição inicial é a peça introdutória da causa em juízo, que deve preencher determinados requisitos, sob 
pena de imediato indeferimento; o indeferimento da inicial se opera sempre por sentença processual ou 
terminativa. 
b) a contestação deve conter todas as defesas processuais e de mérito, que devem ser apresentadas por inteiro, 
sem exceção, sob pena de preclusão. 
c) reconvenção e exceção de incompetência devem ser apresentadas simultaneamente à contestação sob pena 
de preclusão consumativa. 
d) no procedimento ordinário, cada parte pode apresentar, no máximo, três testemunhas; a prova pericial não 
pode, em hipótese alguma, ser substituída por laudos apresentados pelas partes. 
e) o depoimento pessoal pode ser requerido por uma parte em relação à outra; havendo litisconsórcio, um 
litisconsorte não pode requerer o depoimento do outro. 
 
 
VUNESP – OAB – PE – 2005 
 
398 De acordo com a lei processual, todos os meios legais, bem como os moralmente legítimos, ainda que 
não especificados no Código de Processo Civil Brasileiro, são hábeis para provar a verdade dos fatos 
em que se funda a ação ou a defesa. Nesse sentido, é correto afirmar que 
 
a) o documento, feito por oficial público incompetente ou sem a observância das formalidades legais, sendo 
subscrito pelas partes, tem a mesma eficácia probatória do documento público. 
b) quando o documento ou a coisa a ser exibida como prova estiver em poder de terceiro, o juiz mandará 
citálo para responder no prazo de 5 dias. 
c) a confissão judicial pode ser espontânea ou provocada. Se provocada, constará do depoimento pessoal 
prestado pela parte. 
+ de 400 QUESTÕES DE D. PROCESSUAL CIVIL 
http://www.atepassarconcursos.com.br 
http://www.provasvirtuais.com.br	
  -­‐	
  Em	
  breve	
  o	
  seu	
  grupo	
  de	
  estudos	
  on	
  line	
  
d) a escrituração contábil é divisível: se os fatos que resultam dos lançamentos, uns são favoráveis ao 
interesse de seu autor e outros lhe são contrários, ambos serão considerados em separado como unidade. 
 
 
VUNESP – OAB – PE – 2005 
 
399 Coisa julgada material é a eficácia da sentença, que a torna imutável e indiscutível, não mais a 
sujeitando a recurso ordinário ou extraordinário. No que respeita ao tema, é correto afirmar que 
 
a) faz coisa julgada a verdade dos fatos, estabelecida como fundamento da sentença. 
b) faz coisa julgada a apreciação de questão prejudicial, decidida incidentalmente no processo, ainda que a 
parte não tenha feito qualquer requerimento nesse sentido. 
c) o juiz decidirá novamente questões já decididas relativas à mesma lide se, tratando-se de relação jurídica 
continuativa, sobrevier modificação no estado de fato ou de direito, caso em que a parte poderá pedir a 
revisão do que foi estatuído na sentença. 
d) a sentença faz coisa julgada às partes entre as quais é dada implicando, em qualquer caso, em benefício ou 
prejuízo de terceiros interessados na lide. 
 
 
VUNESP – OAB – PE – 2005 
 
400 Indique a assertiva correta no que respeita à petição inicial. 
 
a) O pedido deve ser certo ou determinado, sendo vedada a formulação de pedido genérico nas ações 
universais, se o autor não puder individuar os bens demandados. 
b) Verifica-se o pedido alternativo quando, em razão da natureza da obrigação, puder o autor formular mais 
de um pedido a fim de que o juiz conheça do posterior se não puder acolher o anterior. 
c) Sendo indeferida a petição inicial, o autor poderá apelar da sentença, caso em que será facultado ao juiz 
reformar sua decisão no prazo de 48 horas. 
d) Tratando-se de um único processo, contra o mesmo réu, a cumulação de vários pedidos será permitida 
somente se entre eles houver conexão. 
 
 
OAB – DF – 2005 
 
401 Assinale a alternativa INCORRETA. Em matéria de exceção: 
 
a) é correto dizer exceção de incompetência do juízo e de impedimento do juiz; 
b) nas exceções instrumentais, de que cogita o Código de Processo Civil, o legislador não levou em conta a 
distinção doutrinária entre objeção e exceção; 
c) o juiz, no curso do processo, pode considerar de ofício a existência de pagamento, por se tratar de objeção; 
mas não pode apreciar de ofício a compensação, por se tratar de exceção; 
d) as exceções de impedimento e de suspeição têm tratamento legal diverso daquele previsto para a exceção 
de incompetência relativa, mas se submetem à incidência do mesmo prazo preclusivo. 
 
+ de 400 QUESTÕES DE D. PROCESSUAL CIVIL 
http://www.atepassarconcursos.com.br 
http://www.provasvirtuais.com.br	
  -­‐	
  Em	
  breve	
  o	
  seu	
  grupo	
  de	
  estudos	
  on	
  line	
  
 
OAB – DF – 2005 
 
402 Assinale a alternativa INCORRETA. Em matéria probatória: 
 
a) sobre valoração da prova, o direito processual civil brasileiro adota, preponderantemente, o princípio do 
livre convencimento motivado, também conhecido como princípio da persuasão racional; 
b) o magistrado tem ampla disponibilidade sobre os meios de prova, não se limitando à provocação das 
partes; não assim no que concerne às fontes de prova, por força da incidência do princípio dispositivo; 
c) não vale como confissão a admissão, mesmo se feita perante o juiz da causa, de fatos relativos a direitos 
indisponíveis; 
d) a segunda perícia tem por objeto os mesmos fatos sobre que recaiu a primeira, destinando-se a substituí-la, 
e sua realização pode ser determinada de ofício pelo magistrado. 
 
 
FCC – OAB – SP – 2005 
 
403 Relativamente à produção da prova documental, no procedimento ordinário, é INCORRETO 
afirmar: 
 
a) É lícito às partes, em qualquer tempo juntar aos autos documentos novos, quando destinados a fazer prova 
de fatos ocorridos depois dos articulados, ou para contrapô-los aos que foram produzidos nos autos. 
b) O autor deverá indicar na petição inicial a prova documental que pretende produzir, podendo juntar aos 
autos, independentemente de autorização do juiz, quaisquer documentos, referentes a fatos supervenientes 
ou antigos. 
c) Sempre que uma das partes requerer a juntada de documento aos autos, o juiz ouvirá, ao seu respeito a 
outra, no prazo de cinco dias. 
d) O juiz requisitará, em qualquer tempo ou grau de jurisdição, as certidões necessárias à prova das alegações 
das partes. 
	
  
+ de 400 QUESTÕES DE D. PROCESSUAL CIVIL 
http://www.atepassarconcursos.com.br 
http://www.provasvirtuais.com.br	
  -­‐	
  Em	
  breve	
  o	
  seu	
  grupo	
  de	
  estudos	
  on	
  line	
  
	
  
GABARITOS 
DA JURISDIÇÃO E DA AÇÃO 
01. B 
02. C 
03. D 
04. A 
05. B 
06. D 
07. A 
08. D 
09. B 
10. C 
11. A 
12. D 
13. D 
14. C 
15. C 
16. B 
17. D 
18. A 
 
DAS PARTES E DOS 
PROCURADORES 
 
19. D 
20. B 
21. A 
22. B 
23. B 
24. A 
25. D 
26. A 
27. C 
28. E 
29. E 
30. C 
31. D 
32. D 
33. E 
34. B 
35. B 
36. C 
37. E 
38. A 
39. D 
40. A 
41. A 
42. C 
43. B 
44. C 
45. B 
46. A 
47. D 
48. B 
49. A 
50. C 
51. C 
52. C 
53. A 
54. B 
55. C 
56. B 
57. A 
58. C 
59. D 
60. B 
61. E 
62. A 
63. A 
64. E 
65. E 
66. A 
67. A 
68. E 
69. A 
70. D 
71. D 
72. A 
73. B 
74. B 
75. D 
76. D 
77. E 
78. A 
79. C 
80. C 
81. B 
82. B 
83. C 
 
MINISTÉRIO PÚBLICO 
 
84. E 
85. E 
86. C 
87. B 
88. B 
89. C 
90. C 
91. A 
92. D 
 
DOS ÓRGÃOS 
JUDICIÁRIOS. E DOS AUX. 
DA JUSTIÇA 
 
93. E 
94. A 
95. B 
96. A 
97. D 
98. A 
99. B 
100. D 
101. E 
102. C 
103. C 
104. C 
105. A 
106. D 
107. A 
108.