TRABALHO DE APRESENTAÇÃO 09 05 2015

TRABALHO DE APRESENTAÇÃO 09 05 2015


DisciplinaFisioterapia Músculoesqueléticas II5 materiais45 seguidores
Pré-visualização2 páginas
TRABALHO DE APRESENTAÇÃO
CINESIOLOGIA II
TEMA
PUNHO
EQUIPE DE APRESENTAÇÃO
Dicentes
 Camila Pascoal
 Caike Gama
 Clara Angélica
 Helenice de Oliveira
 Hiully Eliseu
 Indiana Nascimento
 Juliana Rubak
 Luciana Ribeiro
 Luisa Cordeiro
 Maxilaine Gregorio
 Mª Aparecida Xavier
 Thayná Fernandes
Iria Cavalin
Kaike Fabiano
Fernanda Machado 
 Professor Fábio Ramos Dias
INTRODUÇÃO
O punho tem a função significativa de controlar a relação comprimento-tensão dos músculos multiarticulares da mão à medida que se ajustam as diversas atividades e formas de preensão. 
Partes Ósseas
 Punho: Radio distal, escafóide, semilunar, piramidal, pisiforme, trapézio, trapezóide, capitato e hamato.
ESTRUTURA DE PUNHO
APRESENTAÇÃO DOS OSSOS DO PUNHO 
Arco Longitudinal.
Articulações do Complexo do Punho e seus Movimentos
O complexo do punho é multiarticular e feito por*
Duas articulações compostas. É biaxial
Permitindo:
Flexão (flexão volar) 
Extensão (dorsiflexão), 
radial (abdução) 
Desvio ulnar (adução).
7
Geniômetro.
Geniômetro serve para medir a movimentação articular, isto é, é um aparelho avalia tório que examina o paciente em algumas situações, como medidas angulares, incapacidade muscular e neurológica.
 Supinação Radioulnar
O movimento-teste de supinação nas artic. radioulnares ocorre no plano transverso
 Amplitude articular: 0°-90°
Amplitude Articular
Pronação Radioulnar
 O movimento-teste de pronação nas artic. radioulnares ocorre no plano transverso
 Amplitude articular: 0°-90° 
Flexão do Punho
Ocorre na artic. radiocárpica, no plano sagital nas artic. radiocárpicas e intercápicas
Amplitude articular: 0°-90°
Extensão do Punho
Ocorre no plano sagital nas artic. radiocárpicas e intercápicas;
Amplitude articular: 0°-70° 
Desvio Radial (Abdução) do Punho
 Na posição anatômica, o movimento de desvio radial no punho ocorre no plano frontal.
Amplitude articular: 0°-20°
Desvio Ulnar (Adução) do Punho
 Na posição teste, o movimento ocorre no plano frontal.
 Amplitude articular: 0°-45°
Articulações
 A articulação do punho é formada pelas articulações radio-ulnar distal e rádio-cárpica.
 
 A articulação rádio-ulnar distal é uma juntura trocóide formada entre a cabeça da ulna e a incisura ulnar da extremidade inferior do rádio. 
 É unida pela cápsula articular e pelo disco articular.
Articulações do Complexo do Punho seus Movimentos
 Articulação radiocárpica
Está envolvida por uma cápsula frouxa, porém forte, reforçada por ligamentos também compartilhados com a articulação mediocárpica.
Articulação mediocárpica
É uma articulação composta entre as duas fileiras de cárpicos. 
 Tem uma cápsula que é também contínua com as articulações intercárpicas. 
 A articulação radio-carpiana entre a extremidade inferior do rádio e os ossos da fileira superior do carpo.
A articulação médio-carpiana entre a fileira superior e a fileira inferior do carpo.
 Distalmente às articulações estudadas acima, encontramos ainda as articulações
 * Intercárpicas
 *Carpometacárpicas
 * Intermetacárpicas
 * Metacarpofalangeanas 
 * Interfalangeanas.
Movimentação Passiva
Punho Metacarpofalângicas
Flexão: 80º - Extensão: 30º
Extensão: 80º - Flexão: 100º
Desvio Ulnar: 30º - Adução: 20º
Desvio Radial: 20º - Abdução: 30º
Articulação Interfalangiana Proximal Carpometacárpica
 Flexão: 100-110º - 2º dedo\u2013 praticamente imóvel
Extensão: 0º - 3º dedo\u2013 praticamente imóvel
Articulação Interfalangiana Distal - 4º dedo- 5º Flexão e 5º Extensão
Flexão: 90º - 5º dedo- 10º Flexão e 10º Extensão
 Extensão: 15º
Os movimentos fisiológicos dos punhos são: 
 Flexão, extensão, desvio radial e desvio ulnar.
 
Definição dos movimentos de punho 
Antero- posterior
Adução
Abdução
 Pisiforme
O pisiforme é classificado como um osso do carpo. 
 Não é parte da articulação do punho, mas funciona como um osso sesamóide no tendão do flexor ulnar do carpo.
Ligamentos
A estabilidade e alguns movimentos passivos do complexo do punho dependem de numerosos ligamentos:
 O colateral ulnar e radial, o radiocárpico dorsal e volar (palmar), o ulnocárpico e o intercárpico.
Função/Os ligamentos do punho tem função de dar estabilidade ao carpo no plano frontal e sagital.
Ligamentos
Ligamento Radiocárpico Palmar - É um largo feixe membranoso inserido na margem anterior da extremidade distal do rádio, no seu processo estilóide e na face palmar da extremidade distal da ulna. Suas fibras se dirigem distalmente para inserir-se nos ossos escafóide, semilunar e piramidal.
Ligamento Radiocárpico Dorsal - É menos espesso e resistente que o palmar. Sua inserção proximal é na borda posterior da extremidade distal do rádio. Suas fibras são dirigidas obliquamente no sentido distal e ulnar e fixam-se nos ossos escafóide, semilunar e piramidal.
Ligamento Colateral Ulnar - É um cordão arredondado inserido proximalmente na extremidade do processo estilóide da ulna e distalmente nos ossos piramidal e psiforme.
Ligamento Colateral Radial - Estende-se do ápice do processo estilóide do rádio para o lado radial do escafóide.
Os ligamentos da articulação rádio-carpiana
Ligamentos laterais 
laterais internos **** laterais externos
Ligamentos anterior e posterior 
Ligamentos da articulação radiocarpiana se decompõe da seguinte forma.
Nos movimentos de adução e abdução são os ligamentos laterais que trabalham.
Nos movimentos de flexão e extensão são os ligamentos A e P / anterior e posterior que trabalham.
Amplitude dos movimentos de punho
Movimento de abdução e adução.
 A amplitude de abdução ou inclinação radial não ultrapassa 15 graus
A amplitude de adução ou inclinação ulnar é de 45 graus
Movimentos de flexão e extensão
 A amplitude de flexão e a de extensão é de 85 graus e ambas não chegam atingir 90.
O movimento de circundação
Define-se o movimento de circundação como a combinação dos movimentos de flexão e extensão com os movimentos de abdução e adução.
Portanto trata-se de um movimento que se efetua simultaneamente em relação aos dois eixos da articulação do punho.
Os músculos motores do punho
Numa vista anterior do punho:
palmar maior
palmar menor 
ulnar anterior
Numa vista posterior de punho
ulnar posterior
dois radiais
Numa vista da borda interna do punho
ulnar anterior
ulnar posterior
Numa vista da borda externa do punho
primeiro e segundo radiais(tendões)
o abdutor longo do polegar
extensor curto do polegar
o extensor longo do polegar.
29
Testes Clínicos Especiais
Testes Ligamentares
Teste para ligamentos retinaculares
TESTE RETINACULAR :
 Avalia se a limitação de flexão da art IFD
( Articulação interfalangiana Distal é devida á tensão nos ligamentos retinaculares ou á contratura capsular . 
1- Mantenha a art IFP (Articulação Interfalangiana Proximal) em posição neutra e tente fletir a art IFD( se estiver limitado avalia-se a causa) 
2- Flexiona levemente a art IFP(relaxa o retináculo)e em seguida flexione a art IFD
( se flexionar a limiação era devido á tensão ligamentar retinacular) 
Testes de Phalen
Sinal de Tinel (no punho)
 E um exame diagnóstico para a. 
Síndrome do túnel do carpo
Solicita-se ao paciente que mantenha seus punhos em flexão completa e forçada ( empurrando as superfícies dorsais de ambas mãos juntas) por 30-60 segundos. 
Essa manobra aumenta moderadamente a pressão no túnel do carpo e possui o efeito de prensar o nervo mediano entre a borda proximal do ligamento transverso do carpo e a borda anterior da porção distal do rádio. 
Ao comprimir o nervo mediano no interior do túnel do carpo, sintomas característicos