aula 2   Atividades Gerenciais
38 pág.

aula 2 Atividades Gerenciais


DisciplinaAdministração Odontologica I5 materiais28 seguidores
Pré-visualização2 páginas
DIMENSÕES DAS ATIVIDADES ADMINISTRATIVAS EM SAÚDE
ADMINISTRAÇÃO X GESTÃO X GERÊNCIA
Em vários dicionários gestão e administração aparecem como sinônimos. 
O Houaiss \u2013 Dicionário da Língua Portuguesa \u2013 assim define esses termos: 
Ato ou efeito de administrar; ação de governar ou gerir empresa, órgão público [...]. 
Exercer mando, ter poder de decisão (sobre), dirigir, gerir
Os termos gestão e administração referem-se ao ato de governar pessoas, organizações e instituições. Política, portanto. 
Gestão diz respeito à capacidade de dirigir, isto é, confunde-se com o exercício do poder.
Managed care \u2013 Atenção Gerenciada
O método denominado managed care, vem sendo proposto para os serviços de saúde. 
Diminuir custos e aumentar a eficácia do trabalho em saúde, retirando dos profissionais, particularmente dos médicos, a capacidade de decisão sobre o próprio trabalho clínico.
Esse poder é passado aos gerentes, que por meio de minuciosos protocolos - padronização de condutas diagnósticas e terapêuticas - controlam e determinam o que fazer no cotidiano dos trabalhadores.
GESTÃO EM SAÚDE \u2013 evolução histórica
A gestão em saúde é quase tão antiga quanto a Saúde Pública. A Saúde Pública sempre recorreu a várias especialidades e campos de conhecimento.
distinguia-se da Administração de Empresas porque procurava articular a gestão às 'práticas' consideradas eficazes para debelar os problemas coletivos de saúde. 
Tratava-se, portanto, de uma área que procurava compatibilizar conhecimentos sobre administração pública com procedimentos sanitários considerados eficazes no combate a epidemias.
A administração sanitária, em seus primórdios, importou muitos conceitos e modos de operar do campo militar. 
Da gestão de conflitos armados e de guerras, a Saúde Pública importou a idéia de considerar a doença, os germes e as condições ambientais insalubres como inimigos. 
Sendo inimigos havia de erradicá-los, controlá-los e vigiá-los. 
Planejamento estratégico e tático, programas sanitários e gestão operacional. 
Da arte da guerra importaram-se também os conceitos de erradicação e de controle, de risco, de vigilância e de análise de informação. 
A gestão em saúde é um desdobramento contemporâneo dessa tradição. 
Evidente que no lugar da guerra entraram conceitos originários da Ciência Política, da Sociologia e da Teoria Geral da Administração.
WELFARE STATE \u2013 bem estar social
Em meados do século XX houve uma ampliação do objeto e do campo de intervenção da gestão em saúde. 
Foram construídos os Sistemas Nacionais e Públicos de Saúde. 
Desenvolveu-se toda uma cultura sanitária voltada para a organização de serviços e programas de saúde segundo uma nova racionalidade. 
O Estado foi responsabilizado pelo financiamento e gestão de uma rede de serviços constituída segundo o conceito de integração sanitária. 
Essa rede pública não executaria apenas ações de caráter preventivo e de relevância coletiva, mas assumiria também a atenção clínica, ou seja, a assistência individual em hospitais e outros serviços. 
Com essa finalidade foi cunhado o conceito de hierarquização e regionalização dos serviços, inventando-se a modalidade de rede denominada de atenção primária. 
Buscando superar a perspectiva restrita das teorias administrativas têm sido desenvolvidas análises que procuram ampliar e democratizar a gestão. 
Discute-se a gestão participativa, o controle social dos gestores pela sociedade civil e várias formas de co-gestão em saúde. 
ADMINISTRAÇÃO X GESTÃO X GERÊNCIA
Termos relacionados - As definições a seguir estão baseadas no livro Moderno Gerenciamento de Projetos do autor Dalton Valeriano (Editora Pearson, 2005).
Administração - Trata dos problemas gerais típicos das empresas, como os recursos financeiros, recursos patrimoniais e talentos humanos. É a responsável pela criação de um ambiente favorável. Palavras correspondentes: administrar, administrador.
Gerenciamento - Trata de níveis específicos da organização, como departamentos ou divisões (marketing, produção etc.) ou projetos. Palavras correspondentes: gerenciar, gerente.
Gestão - Trata de níveis especializados tanto no que diz respeito à administração quanto ao gerenciamento. Por exemplo, em projetos, temos a gestão dos custos, gestão da qualidade, gestão dos riscos etc. Palavras correspondentes: gerir, gestor.
EXEMPLO
Vamos exemplificar: quando o pessoal de RH (administração) coloca a folha de pagamento para rodar ou faz a checagem da frequência de seus colaboradores, está fazendo a pura administração, ou seja, atividades simples que não exigem maior aperfeiçoamento.
Mas, quando este mesmo pessoal de RH estabelece planos de carreira baseados em detalhados critérios de avaliação e promoção, quando promovem cursos e treinamentos de acordo com as necessidades específicas da organização e de seus colaboradores, quando entram em uma rede social para acompanhar seu pessoal, está fazendo gestão.
EFICÁCIA X EFICIÊNCIA
ADMINISTRAÇÃO
A tarefa básica da administração é a de fazer as coisas, por meio das pessoas, de maneira eficiente e eficaz.
Na saúde não é diferente
Administrar consultório
Administrar clínica
Administrar serviço de saúde
FUNÇÕES DO ADMINISTRADOR
Organizar
Coordenar/Dirigir
Controlar
Planejar
ORGANIZAR
É o processo de arrumar e alocar o trabalho, a autoridade e os recursos entre membros da organização de modo que eles possam alcançar eficientemente os objetivos da mesma.
COORDENAR/DIRIGIR
Significa dirigir, influenciar e motivar os empregados a realizar tarefas essenciais.
É o processo de mobilizar e acionar os recursos, especialmente as pessoas, para realizar as atividades que conduzirão aos objetivos.
CONTROLAR
É o processo de assegurar a realização dos objetivos e de identificar a necessidade de modificá-los.
Envolve os seguintes elementos:
\u2022 Estabelecer padrões de desenvolvimento
\u2022 Medir o desempenho atual
\u2022 Comparar o desempenho atual com os padrões estabelecidos
\u2022 Caso sejam detectados desvios, executar ações corretivas.
PLANEJAR
Significa que os administradores pensam antecipadamente em seus objetivos e ações, e que seus atos sejam baseados em algum método,plano ou lógica e não em palpites ou intuições.
PLANOS \u2013 linhas mestras
1. A organização obtém e aplica os recursos necessário ao alcance dos seus objetivos.
2. Os membros da organização realizam atividades consistentes com os objetivos e procedimentos escolhidos.
3. O progresso na direção dos objetivos é monitorado e medido, de modo que possam ser tomadas atitudes corretivas caso ela não seja satisfatória
CAMPO DE TRABALHO
Uma das formas mais comuns de construir uma carreira dentro da gestão em saúde é como Administrador de algum tipo de serviço em saúde. O gerente pode assumir a responsabilidade de supervisionar o funcionamento de um posto de saúde, uma clínica, um hospital ou um asilo, por exemplo. Algumas das funções do administrador são assegurar que todos os médicos, enfermeiros e o pessoal associado à instituição sejam competentes e recebam treinamentos constantes; que os equipamentos estejam com a manutenção em dia e funcionando; que a instalação ofereça um bom nível de qualidade em atenção aos pacientes e principalmente rodear-se de uma equipe competente e comprometida, que o ajudará a cumprir com tudo isso; sem esquecer a lucratividade que deverá demonstrar aos sócios do negócio.
Outro caminho da gestão em saúde sai do ambiente empresarial e percorre a linha da pesquisa. Dentro dessa opção, o gestor pode se envolver na supervisão de projetos de pesquisa implementados por uma universidade ou algum tipo de serviço de saúde do governo, por exemplo. O superintendente ou administrador tem frequentemente que lidar com os mesmos tipos recursos, como em qualquer negócio, isso significa recursos humanos e financeiros.
Profissionais interessados em trabalhar dentro do domínio da gestão em saúde também podem considerar a consultoria em saúde. Esse papel precisa de um conhecimento sólido na assistência