A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
31 pág.
Aula 2 - Classificação dos Hidrocarbonetos

Pré-visualização | Página 1 de 2

Química Orgânica I 
Aula 2 – Classificação dos 
hidrocarbonetos 
 
Os hidrocarbonetos são subdividos em: 
Normal ou Ramificada 
Aberta ou Fechada 
H3C—CH=CH—CH3 
H3C - CH2 - CH2 - CH2 H3C - CH2 - CH2 - CH - CH3 
 | 
 CH3 
ramificação 
Saturados ou Insaturados 
H3C - CH2 - CH2 - CH3 H3C - CH2 - CH = CH2 
Homogênea ou Heterogênea 
H3C - CH2 - CH2 - O - CH2 - CH3 
 
 
H3C - CH2 - CH2 - CH2 - CH = O 
heteroátomo 
CH3 
Os hidrocarbonetos aromáticos costumam ser 
subdividos em: 
• Mononucleares: apresentam 
apenas um anel benzênico 
• Polinucleares: apresentam 
dois ou mais anéis benzênicos. 
Polinucleares isolados 
Polinucleares condensados 
Para o benzeno é fácil dizermos que ele é aromático porque é um composto 
bastante estudado, mas e outros compostos cíclicos como saber se são 
aromáticos ou não? 
 
 
Apenas as moléculas com 2, 6, 10, 14, 18, ..., elétrons  podem ser 
aromáticos. As moléculas com 4n elétrons  (4, 8, 12, 16, ...) não podem ser 
aromáticas, embora possam ser cíclicas e aparentemente conjugadas. 
Ciclobutadieno Benzeno Ciclooctatetraeno
2 ligações duplas
4 elétrons pi
3 ligações duplas
6 elétrons pi
4 ligações duplas
8 elétrons pi
Não aromático Aromático Não aromático
Apresentam cadeia carbônica ligações simples (ligação σ ). 
 
Formula geral: CnH2n+2 
Hidrocarbonetos e Fórmulas Estruturais 
Alcanos 
Alcenos 
Apresentam cadeia carbônica contendo uma ligação dupla (ligação σ 
e a outra π ). 
 
Formula geral: CnH2n 
Alcinos 
Apresentam cadeia carbônica contendo tripla ligação (ligação σ e as 
outras duas π) 
 
Formula geral: CnH2n-2 
Alcadienos 
Apresentam cadeia carbônica contendo duas ligação dupla. 
 
Formula geral: CnH2n-2 
Subgrupo 
Característi
ca 
Exemplo 
Fórmu
la 
geral 
Alcanos ou 
parafinas 
Cadeia Aberta 
Ligações simples 
H3C—CH2—CH2—CH3 
(C4H10) 
CnH2n+2 
Alcenos, 
alquenos ou 
olefinas 
Cadeia Aberta 
1 ligação dupla 
H3C—CH=CH—CH3 
(C4H8) 
CnH2n 
 
Alcinos ou 
alquinos 
Cadeia aberta 
1 ligação tripla 
H3C—CC—CH3 
(C4H6) 
CnH2n-2 
 
Alcadienos 
Cadeia aberta 
2 ligações duplas 
H2C=CH—CH=CH2 
(C4H6) 
CnH2n-2 
 
Ciclanos 
Cadeia fechada 
Ligações simples 
 (C4H8) CnH2n 
Ciclenos 
Cadeia fechada 
1 ligação dupla 
 (C4H6) 
CnH2n-2 
 
Aromáticos 
Contém anel 
aromático 
 (C6H6) ------ 
Resumindo... 
Nomenclatura de Hidrocarbonetos de cadeia não-
ramificada 
Os químicos elaboraram um método lógico para dar nome 
aos compostos orgânicos, pois é impossível decorar tantos 
nomes diferentes. 
A nomenclatura de compostos orgânicos segue as regras 
elaboradas pela IUPAC (União Internacional de Química 
Pura e Aplicada). Segundo essas regras, o nome de um 
composto orgânico é formado unindo três fragmentos: 
PREFIXO + INFIXO + SUFIXO 
PREFIXO 
Indica o número de átomos de carbono presentes na molécula, 
conforme tabela 2. 
Prefixo No. de carbonos 
met 1 
et 2 
prop 3 
but 4 
pent 5 
hex 6 
hept 7 
oct 8 
non 9 
dec 10 
INFIXO 
Indica o tipo de ligação entre os átomos de carbono, 
conforme tabela 3 
Infixo Tipo de ligação 
an Ligação simples 
en Ligação dupla 
in Ligação tripla 
dien 2 ligações duplas 
SUFIXO 
Indica o grupo de substâncias orgânicas ou função 
orgânica a que o composto pertence. 
Sufixo Indica que o composto 
é um 
o Hidrocarboneto 
ol Álcool 
al Aldeído 
ona Cetona 
oico Ácido carboxílico 
HIDROCARBONETOS DE CADEIA ABERTA, 
ACÍCLICA OU ALIFÁTICA 
Compostos orgânicos formados apenas por átomos de 
carbono e hidrogênio 
H3C—CH3 etano 
hidrocarboneto 
Ligação simples 
2 carbonos 
H2C = CH2 eteno 
hidrocarboneto 
Ligação dupla 
2 carbonos 
H3C —CH2 — CH3 propano 
hidrocarboneto 
Ligação simples 
3 carbonos 
H2C  CH2 etino 
hidrocarboneto 
Ligação tripla 
2 carbonos 
É necessário indicar no nome a localização da insaturação 
(ligação dupla ou tripla) quando houver mais de uma 
posição possível para ela. Essa indicação é feita 
numerando-se os carbonos a partir da extremidade mais 
próxima da insaturação e escrevendo, antes do infixo en ou 
in, o menor dos dois números que recaem sobre os 
carbonos da insaturação. 
H2C=CH—CH2—CH3 
H3C—CH=CH—CH3 
H3C—CH2—CH=CH2 
1 2 3 4 1 2 3 4 
4 3 2 1 
But-1-eno 
But-1-eno 
But-2-eno 
Moléculas iguais, montadas de 
formas diferentes 
Para o but-1-eno, o nome but-3-eno é considerado 
INCORRETO, pois, de acordo com a regra, a numeração teria 
começado pela extremidade errada. 
H3C—CH2—CH=CH2 
1 2 3 4 
But-3-eno 
(INCORRETO) 
H2C=CH—CH2—CH3 
But-1-eno 
(CORRETO) 
1 2 3 4 
Para alguns casos, como o do propeno, eteno, etino e propino, 
não é necessário colocar o número para localizar a 
insaturação, porque só há uma possiblidade de localização da 
insaturação. 
H2C = CH2 H2C  CH2 
H2C=CH—CH3 
H3C—CH=CH2 
HCC—CH3 
H3C —CCH 
1 2 3 
3 2 1 
Prop-1-ino 
Prop-1-ino 
PROPINO 
1 2 3 
3 2 1 
Prop-1-eno 
Prop-1-eno 
PROPENO 
ETENO ETINO 
HCC—CH2—CH3 But-1-ino 
H3C—CC—CH3 
But-2-ino 
H2C=C=CH—CH3 Buta-1,2-dieno 
H2C=CH—CH2—CH2—CH=CH2 Hexa-1,5-dieno 
Nos alcadienos ou dienos, acrescenta-se a letra “a” entre o 
prefixo e o número para melhorar a fonética da palavra. 
HIDROCARBONETOS DE CADEIA FECHADA OU 
CÍCLICA 
Ciclo-butano Ciclo-pentano 
Ciclo-penteno 
Moléculas iguais escrita de modos diferentes. 
Em casos como os seguintes, é necessário localizar as duplas 
ligações. A numeração deve ser feita de modo que as 
insaturações sejam representadas com os menores números 
possíveis. 
1 
2 
3 4 
5 
6 
Ciclo-hexa-1,3-dieno 
1 
2 
3 
4 5 
6 
7 
8 
Ciclo-octa-1,4-dieno 
NOMENCLATURA DOS ALCANOS RAMIFICADOS 
Para dar nome a um alcano ramificado, basta você seguir as 
seguintes regras estabelecidas pela IUPAC: 
 
 
 
1.º considerar como cadeia principal, a cadeia carbônica mais longa 
possível; se há mais de uma cadeia de mesmo comprimento, 
escolha como cadeia principal a mais ramificada. 
 
 
2.º numere a cadeia principal de forma que as ramificações recebam 
os menores números possíveis (regra dos menores números). 
 
Obs.1: no caso de haver dois, três, quatro, etc. grupos iguais ligados na 
cadeia principal, usam-se os prefixos di, tri, tetra, etc. diante dos nomes 
dos grupos. 
 
Obs.2: Os prefixos di, tri, tetra, iso, sec, terc, neo não são levados em 
consideração na colocação dos nomes em ordem alfabética. 
3.º elaborar o nome do hidrocarboneto citando as ramificações em 
ordem alfabética, precedidos pelos seus números de colocação na 
cadeia principal e finalizar com o nome correspondente a cadeia 
principal. 
 
 
4.º os números são separados uns dos outros por vírgulas. 
 
 
5.º os números devem ser separados das palavras por hífens. 
 
NOMENCLATURA DOS ALCENOS RAMIFICADOS 
1) A cadeia principal é a mais longa que contém a dupla ligação. 
 
 
2) A numeração da cadeia principal é sempre feita a partir da 
extremidade mais próxima da dupla ligação, 
independentemente das ramificações presentes na cadeia. No 
nome do alceno a posição da dupla é dada pelo número do 
primeiro carbono da