Biotécnicas aplicadas à reprodução animal 02
11 pág.

Biotécnicas aplicadas à reprodução animal 02


DisciplinaBiotecnologia Animal17 materiais163 seguidores
Pré-visualização5 páginas
vopoderesultardaimagempoucodetalhada
dosistemagenitalno iníciodagestaçãoou
devidoanãoqualificaçãoeinexperiênciado
profissional.
DosagensHormonais
A mensuraçãodehormôniosesteróides,
dentreelesosulfatodeestronaeaprogestero-
na,emmomentosestratégicosapósacobrição
ouinseminaçãoartificialéumbommétodode
diagnósticoprecocedegestaçãona espécie
caprina(Murray& Newstead,1988;Refstal
etal., 1991).Entretanto,essatécnicarequer
equipamentossofisticadosepessoaldeeleva-
daqualificaçãotécnica.
A técnicaderadioimunoensaio(RIE) tem
permitidoodesenvolvimentodetestessensí-
veisparadetectaresseshormôniosnosangue,
leiteeurina.O sulfatodeestronaéproduzi-
dopelaplacentadacabraepodeserdetectado
40a50diasapósacobriçãoouinseminação
artificial(Refstaletal.,1991).O testepositivo
indicaa existênciade,pelomenos,um feto
viável.Murray& Newstead(1988)utilizaram
o enzimoimunoensaio(ELISA) paramensu-
rara concentraçãodesulfatodeestronano
leitecomoauxiliarnodiagnósticodegestação
naespéciecaprina.O testeapresentouuma
acuráciade82%e83%paradiagnosticarges-
taçãopositivaenegativa,respectivamente.
A mensuraçãoda concentraçãodepro-
gesteronanosangueenoleiteéusadacomo
métododediagnósticodegestaçãonacabra.
A concentraçãodeprogesteronaplasmática
podeseravaliada19a23diasapósacobri-
çãoouinseminaçãoartificialcomumaeleva-
daacurácia(ThimonieretaI.,1977;Murray
& Newstead,1988).ThibieretaI. (1982)
quantificaramaprogesteronaplasmáticaem
267cabrasderaçasleiteirasno21Q e22Qdia
pós-cobriçãoeencontraramumaacuráciade
86%e 100%,paragestaçãopositivaenegati-
va,respectivamente.A concentraçãodepro-
gesteronanoleite,emgeral,refleteaconcen-
20
traçãoplasmática;todavia,deacordocom
diversosautores(Holdworth& Davies,
1979;ThibieretaI.,1982;Murray& News-
tead,1988)a concentraçãonoleiteémais
elevada.Aconcentraçãodeprogesteronano
leiteigualousuperiora 10nglml,entreo
22Qe2~ diapós-cobriçãoouinseminação
artificiaCéconsideradacomoresultadoposi-
tivoparagestação.A acuráciadessemétodo
é de86%paradetectargestaçãopositivae
100%paranegativa(Holdsworth& Davies,
1979).Étambémrelatadoqueasconcentra-
çõesplasmáticasdeprogesteronatendema
sermaisprecisasqueno leite(Bretzlaffet
aI.,1989).Apesardadeterminaçãodapro-
gesteronanoplasmaounoleitenaespécie
caprinaser100%seguraparadiagnosticar
gestaçãonegativa,deve-seconsiderarquea
presençadeprogesteronaelevadanessesflui-
dossomenteindicaaexistênciadecorpolú-
teofuncional.Condiçãoessa,tambémpre-
senteemcasosdehidrometra,piometra,ma-
ceraçãoemumificaçãofetal,oquepodelevar
aumdiagnósticofalsopositivo.
PalpaçãoReto-abdominal
A técnicadapalpaçãoreto-abdominalpara
o diagnósticodegestaçãoemcabrasfoides-
critaporOttetalo(1981).As cabrassãodei-
xadasemjejumpor 12horasantesdoexame,
oqualérealizadoemumamacadecontenção
utilizadaparalaparotomia.Umasoluçãolu-
brificanteéinjetadalentamentenoretoeum
bastãodeplásticomedindo1,5x 50cm,com
a pontaarredondada,é colocadono retoa
umaprofundidadede30a35cm.A mãolivre
dooperadorécolocadasobreoabdomepos-
teriorenquantoo bastãoémanipuladocom
aoutramão.O bastãoémovidoparacimae
parabaixo,dadireitaparaaesquerda,atéque
umobstáculoésentidoepalpadocontraapa-
redeabdominal(Figura2.4);casocontrário,
decide-sepelodiagnósticodegestaçãonega-
tivo.O métodoapresenta97%deacuráciaaos
60diasapósacobriçãoouainseminaçãoarti-
ficiai.A palpaçãoreto-abdominaléumméto-
dosimples,rápido,precisoebarato;noentan-
to,oprocedimentoenvolveumpoucoderis-
co.Traumaretal,abortoemortedamatrize
do(s)feto(s)têmsidodescritosseguidosao
exame(Memon& Ott,1980;Ottetal.,1981).
Figura2.4 Diagnósticodegestaçãoemcabraspor
paipoçãoreto-abdominal.
Radiografia
Naespéciecaprinaessatécnicapodeser
usadaparadetectara gestaçãoeo número
defetoscomumaacuráciade90%aos58
diasapósacobriçãoouinseminaçãoartifi-
cial(Barker& Cawley,1967).O esqueleto
fetalé quasesemprerádio-opacoapós65
diasdagestação.O aumentodoútero,su-
gestivodegestação,podeserobservadobem
maisprecocemente,masnãopodeserdife-
renciadodeumahidrometraoupiometra.
Paraseevitararepetiçãodeexames,suge-
re-serealizarumsóexameaos70diasapós
acobriçãoouinseminaçãoartificial,permi-
tindo100%deacurácianodiagnósticode
gestaçãoe contagemdonúmerodefetos.
Entretanto,a técnicanãoépráticaparase
examinarumgrandenúmerodecabras,ge-
ralmenteo seuusonocampoéimpossibili-
tadoedispendioso.
BiópsiaVaginal
A avaliaçãohistológicadebiópsiavaginal
temsidoutilizadacomométododediagnós-
tico de gestaçãoempequenosruminantes,
sobretudoemovelhas(Ishwar,1995).Ascé-
lulasenúcleosoriundosdamucosavaginal
defêmeasgestantestêmametadedotama-
nhodaquelasnãogestantes,sendopoligonais
edeformaescamosaedispostasemdezou
maiscamadas.A mucosavaginaldecabras
gestantestempoucascamadasdecélulase,
geralmente,essasapresentam-secolunares
edeformacuboidal.Asamostrasparabióp-
siadevem,preferentemente,sercolhidasda
porçãocranialdavagina.No entanto,opro-
cedimentonãoépráticoparausonocampo
devidoaotempodespendido,requerpessoal
de elevadaqualificaçãotécnicae os gastos
na obtenção,processamentoe examepro-
priamenteditosãoelevados.Recentemente,
Raposoetai. (2000),trabalhandocomca-
bras da raça Saanen,não recomendaram
essemétodoparao diagnósticoprecoceda
gestaçãoemcaprinos.
Laparotomia
O úteropodeserfacilmentepalpadoatra-
vésdeumapequenaincisãonaparedeabdo-
minale umaincisãoparamedianaventrale
cranialao úbereé realizadaparapermitira
entradadedoisdedos.O úterocomparedes
finas,dilatadoecontendofluidoé indicador
positivodegestação.O procedimentodeveser
omaisassépticopossívelparaseevitarconta-
minaçãoseguidadeinfecção.
A palpaçãodiretadoúteroresultaemuma
acuráciapróximade100%emcabrasaos42
diasde gestação(Smith,1980).Ainda,em
consonânciacom o mesmoautor,entrea
quartaequintasemanasapósa cobriçãoou
a inseminaçãoartificialos cornosuterinos
21
mostram-sebastantedistendidosedurantea
sextasemanaoscornosestãocom5a 10em
dediâmetroeoscotilédonestomam-sefacil-
mentepalpáveis.Entretanto,Mani et aI.
(1993)descrevemqueonúmerodeplacen-
tomasutilizadospelofetoéfIXadoemtomo
do3Ü2diaapósafecundaçãoapesardopeso
totaldosplacentomasaumentaratéaos90
diasdagestação.
Paipoção Abdominal
A palpaçãoabdominalpodeserutilizada
emcabrascomgestaçãoavançadae torna-
sedemaisfácil realizaçãoà medidaquea
gestaçãoavança.Essatécnicaé tambémde
maisfácilexecuçãoemanimaismagrosque
emobesos.a úterogestanteou o fetopo-
dem,algumasvezes,serempalpadosatravés
daparedeabdominalrelaxadacolocando-se
asmãosemcadaladodoabdômenparapres-
sioná-Iooulevantá-lo.a fetopodeserfacil-
mentetocadonoflancodireitoduranteoúlti-
momêsdegestação.Naexecuçãodessatéc-
nicaéaconselhadorealizarumjejumalimen-
tarehídricopor,nomínimo,12horasantes
250
200
t 150=.'-'
o
<r:100
~
50
o
1 3 75
doexamea fimdeobter-semaiorfacilidade
duranteaoperação.
Detecção de Proteínas Específicas da Gestação
A ProteínaAssociadaà Gestação(PAG)
foiinicialmentedescritaembovinoscomosen-
doumantígenoplacentáriopresentenosex-
tratoscotiledonáriosedetectávelnosorosan-
guíneo(Zolietal.,1991).Posteriormente,an-
tígenossorologicamentesemelhantestambém
foramencontradosnosorodeovinos(Ranilla
etal.,1994)ecaprinos(Benitezartiz, 1992),
sendodeinteressepelapossibilidadedesua
determinaçãonosorosanguíneoservircomo
métodoalternativodediagnósticoprecocede
gestaçãoemruminantes.DeacordocomSou-
saetaI. (1999),os perfisde PAG emraças
nativasdoNordestedoBrasil,comoaCanin-
déeMoxotó,aumentamsignificativamentea
partirdaterceirasemana,sendomaiselevados
nasétimasemanadegestação.Essesautores
tambémverificaramumefeitodonúmerode
fetossobreasconcentraçõesplasmáticasde
PAG (Figura2.5).Emadição,naraçaPardo
AlpinaexploradanoSudestedoBrasil,osper-
-1 feto
--r:r 2-3fetos
9 13 1711 15 19 21
SemmasdeGestação
Figura2.5. NíveisdePAGemcabrasda raçaMoxotódurantea gestaçãode umouváriosfetos(AdaptadodeSousa
et01.1999).
22
fisdePAG apresentamcurvasemelhanteà
descritaparaasnativasdo Nordestebrasi-
1eiro(Batalha,1998).Ressalta-setambém