Teorias da Comunicação
6 pág.

Teorias da Comunicação


DisciplinaTeoria da Comunicação I1.995 materiais92.565 seguidores
Pré-visualização3 páginas
1 - Sobre os estudos culturais, é incorreto afirmar que:
		
	 
	( ) Gramasci fundamentou teoricamente os estudos culturais adotando o conceito de hegemonia na sociedade onde classes dominantes impõem uma direção moral e intelectual para os demais
	 
	( ) O início dos estudos culturais teve a importante colaboração de Raymond Willians com sua obra "Culture and Society".
	 
	( ) Com Stuart Hall, os estudos culturais passam a questionar como as pessoas recebem as mensagens midiáticas.
	 
	( ) São estudos sobre diferentes culturas e que tem forte influência da política em suas análises
	 
	( ) Os estudos culturais não se relacionam com nenhum outro estudo e/ou disciplina, traduzindo um estudo próprio e específico.
	2- Sobre as pesquisas norte-americanas em comunicação, assinale a(s) alternativa(s) correta(s):
		
	 
	Teoria Matemática ou Teoria da Informação: sistematização do processo comunicativo a partir de uma perspectiva puramente técnica, com ênfase nos aspectos comunicativos
	 
	Fonte de Informação - Canal - Destino. Essa é a representação de Claude Shanon (teoria da informação) sobre comunicação.
	 
	Teoria Hipodérmica: estudos ancorados nas teorias da sociedade de massa, que viam a sociedade industrial do século XX como uma multidão, não existiam relações interpessoais ou elas não eram importantes ao processo.
	 
	Mass Communication Research - pesquisas de comunicação de massa iniciadas em 1870 a 1890 em Chicago.
	 
	Corrente Funcionalista aborda hipóteses sobre as relações entre os indivíduos, a sociedade e os meios de comunicação de massa. Motivação nas pesquisas de comunicação de massa.
3 - Sobre a formação dos estudos culturais, leia atentamente os três itens e assinale a opção correta:
I - O campo dos Estudos Culturais surge de forma organizada, através do Centre for Contemporary Cultural Studies (CCCS) na Universidade de Birmingham
II - Três textos principais: The Uses of Literacy - 1957 (Richard Roggart); Culture and Society - 1958 (Raymond Williams) e Making of the English Working-class - 1963 (E. P. Thompson)
III - As relações exclusivas entre a alta cultura e a sociedade, isto é, suas formas culturais, instituições e práticas culturais, assim como suas relações com a sociedade e as mudanças sociais, vão compor o eixo principal de observação do CCCS.
Apenas I e II estão corretas
4 - "O consumidor não é rei, como a indústria cultural gostaria de fazer crer, ele não é o sujeito dessa indústria, mas seu objeto." A que debate das Teorias da Comunicação pode-se atribuir tal afirmação?
Escola de Frankfurt, Theodor W. Adorno;
5 - Assinale a opção que identifica as afirmações corretas acerca da concepção de Marshall McLuhan sobre os meios de comunicação: 
I - A perspectiva de McLuhan, diferentemente dos que o precederam, dispensa uma análise dos conteúdos veiculados para se concentrar mais nas características físicas dos suportes e no impacto esperado dessas características sobre o psiquismo dos usuários.
 II - Segundo McLuhan, o aparecimento de uma nova mídia provocaria uma nova configuração e uma complexificação possível da relação dos sentidos. Existiria uma relação entre essa configuração sensorial e a vida psíquica dos indivíduos que vivem nessa cultura.
 III - Para Marshall McLuhan, os meios de comunicação são tecnologias tão potentes que são capazes de alienar e influenciar ideologicamente o receptor, porque atingem a dimensão cognitiva, emocional e sensorial dos indivíduos.
Apenas as afirmativas I e II estão corretas.
6- Leia o trecho abaixo, em que Adorno caracteriza a indústria cultural e suas inter-relações, e escolha a opção correta. ¿A fusão atual da cultura e do entretenimento não se realiza apenas como depravação da cultura, mas igualmente como espiritualização forçada da diversão. Ela [a espiritualização] já está presente no fato de que só temos acesso a ela em suas reproduções, como cinefotografia ou emissão radiofônica. Na era da expansão liberal, a diversão vivia da fé intacta no futuro: tudo ficaria como estava e, no entanto, se tornaria melhor. Hoje a fé é de novo espiritualizada; ela se torna tão sutil que perde de vista todo objetivo e se reduz agora ao fundo dourado projetado por trás da realidade. Ela se compõe dos valores com os quais, em perfeito paralelismo com a vida, novamente se investem, no espetáculo, o rapaz maravilhoso, o engenheiro, a jovem dinâmica, a falta de escrúpulos disfarçada de caráter, o interesse esportivo e, finalmente, os automóveis e cigarros, mesmo quando o entretenimento não é posto na conta de publicidade de seu produtor imediato, mas na conta do sistema como um todo. ¿ (ADORNO, T. & HORKHEIMER, M. Dialética do Esclarecimento. Rio: JZE, 1985, p. 134).
 I- No trecho acima Adorno e Horkheimer condenam a indústria cultural por seu ateísmo. 
II- Os autores se referem à ideologia burguesa que através da cultura produzida industrialmente convence a massa que seus problemas serão resolvidos no futuro, provavelmente através do consumo ou da sorte de desfrutar do estilo de vida burguês. 
III- Os autores mostram a relação íntima entre publicidade e conteúdo da indústria cultural, os dois construindo um sentido para vida que depende apenas do sonho e do esforço individual, uma promessa de futuro próspero, do prazer associado ao sucesso, nunca uma reflexão sobre a estrutura social de classes.
 IV- Adorno e Horkheimer apontam para o fato de que a cultura transformada em entretenimento - além de enfraquecida na sua força reflexão e mudança - ainda está a serviço da produção de ilusões e fantasias alienadoras e conformistas.
Apenas as afirmações II, III e IV estão corretas
7 - O principal componente da Teoria Hipodérmica é:
a presença explícita de uma "teoria" da sociedade de massa.
	8 - Sobre a questão da interdisciplinaridade da comunicação, leia atentamente os itens abaixo e assinale a opção correta:
I - Wilbur Schramm que soube resistir à usura do tempo, sintetizava o problema ao dizer que a Comunicação é uma espécie de encruzilhada pela qual muitos passam e onde poucos permanecem.
II - Ora, se a Comunicação pretende ser uma disciplina [...] trata-se então de pensar uma interdisciplinaridade que seja o fruto de uma exigência do próprio objeto, o que pressupõe a explicitação e a definição deste objeto.
III - Em todo caso, o que se vê hoje em dia é a restrição que a Comunicação tem em passar diretamente do sentido filosófico para o sentido radicalmente interdisciplinar, sem espaço para a constituição de uma disciplina autônoma.
	
	 Apenas I e II estão corretas
	
9- A teoria sociológica do estrutural-funcionalismo diz que o sistema social na sua globalidade é entendido como um organismo cujas diferentes partes desempenham funções de manutenção do sistema. E a lógica que regulamenta os fenômenos sociais é constituída por relações de funcionalidade que presidem à solução de problemas fundamentais. Sobre esses problemas, assinale a alternativa incorreta:
Os imperativos funcionais são, ao todo, três: Adaptação ao ambiente, perseguição do objetivo e manutenção do esquema de valores
10 - A famosa máxima de Marshall McLuhan "o meio é a mensagem" pode ser explicado a partir das seguinte(s) afirmativas (s) correta(s):
I) O conteúdo de uma mesma mensagem ganha significados diferentes se transmitida por meios diferentes.
II) o "meio é a mensagem" indica que é o meio que "diz", que "atribui significado", que "dá sentido", que é "significante", portanto, o que é significativo não é a mensagem, mas o meio.
III) A mensagem possa provocar efeitos, mas estes são incomparavelmente menos importantes que aqueles provocados pelos meios de comunicação.
IV) Para que possamos entender que "o meio é a mensagem" é preciso considerar que para McLuhan mensagem é o mesmo que conteúdo.
As afirmativas II e III estao correts.
11 - Segundo Trinta e Polistchuk em "O conhecimento científico da comunicação" , "a universalização do contato múltiplo" surge