BDQ PSICOLOGIA SOCIAL ll
4 pág.

BDQ PSICOLOGIA SOCIAL ll


DisciplinaPsicologia Social Ll27 materiais203 seguidores
Pré-visualização2 páginas
PSICOLOGIA SOCIAL II
	
	Assinale a alternativa ERRADA com relação aos estudos em psicologia social contemporânea. A psicologia sócio-histórica, da qual Vygotsky é um dos principais representantes, sustenta que o homem é um ser autônomo, uma entidade universal e abstrata, responsável por seu próprio processo de individuação.
(ENADE 2006) Na perspectiva epistemológica histórico-crítica, a epistemologia positivista Identifica o objeto e o método de estudo das ciências humanas com o objeto e o método das ciências naturais.
As afirmativas a seguir são características das Novas Abordagens em Psicologia Social, EXCETO uma. Assinale-a: É o estudo das "manifestações comportamentais suscitadas pela interação de uma pessoa com outras, ou pela mera expectativa de tal interação".
Assinale a alternativa INCORRETA: A ideologia no sentido positivo expressa interesses de dominação;
Uma das características mais importantes da abordagem sócio histórica em psicologia social é: Estudar situações grupais levando em conta seu contexto sociocultural;
De acordo com a concepção adotada por Abric (1994), entendemos o núcleo períferico da representação social na seguinte sequência. Permite a integração das experiências e histórias individuais, suporta a heterogeneidade do grupo e é permeável e suporta as contradições;
9) Coloque V, se a proposição for verdadeira, e F, se a proposição for falsa.
a) a perspectiva sócio-histórica em psicologia social assenta-se em pressupostos dialéticos e dialógicos (   )
b) a psicologia sócio-histórica, da qual Vygotsky é um dos principais representantes, sustenta que o homem é um ser autônomo, uma entidade universal e abstrata, responsável por seu próprio processo de individuação (   )
c) quando se fala em aptidões inatas no homem, apenas a aptidão para a formação de outras aptidões se revela verdadeira (   )
d) os papéis sociais prescritos estão em função das expectativas de comportamento estabelecidas pelo conjunto dos grupos da sociedade (   )
e) oriundo do pensamento marxista, o conceito de práxis é entendido como a forma como o homem se relaciona com o mundo objetivo, procurando conscientemente transformá-lo (   )
A sequência correta das proposições é: V, F, V, V, V
A Psicologia Social Norteamericana passou por uma crise na década de 1970 nos países da América Latina. Esta crise deveu-se a: sua base epistemológica positivista, seu modelo de cientificidade e sua postura excessivamente pragmática.
De acordo com Moscovici (2003), a teoria das representações sociais pode ser vista como: C -uma teoria concebida para responder a questões especificas, com respeito a crenças e vínculos sociais e para descobrir novos fenômenos.
De acordo com Moscovici (1978), no interior do grupo, as representações sociais cumprem duas funções: contribuem com os processos de formação de condutas e de orientação das comunicações sociais.
Conforme um dos princípios da Psicologia Sócio-Histórica de Vygotsky, (I) a mudança individual tem sua raiz nas condições sociais de vida. (II) a consciência do homem determina suas formas de vida. (III) a vida que se vive é que determina a consciência. Está INCORRETO o que se afirma em: Apenas II
(ENADE 2006) Segundo o psicólogo social e sociólogo Serge Moscovici, a representação social é uma produção coletiva que tem como uma de suas dimensões a atitude ou orientação geral de grupos em relação ao objeto da representação. O historiador inglês Eric Hobsbawn, por sua vez, afirma: ¿o racismo, além de ser conveniente enquanto legitimação da dominação do branco sobre os indivíduos de cor e de ricos sobre pobres, é um mecanismo através do qual uma sociedade fundamentalmente desigual, mas baseada numa ideologia fundamentalmente igualitária, racionaliza as suas desigualdades. Para isso a ciência, trunfo do liberalismo, veio para provar que os homens não são iguais". Nesse contexto, o preconceito racial e a violência que o acompanha são predominantemente manifestação da lógica que rege relações sociais em sociedades profundamente desiguais e hierarquizadas.
Considere as afirmativas abaixo:
I - O modo de produção capitalista que se consolida no mundo moderno opõe-se à lógica de liberdade e igualdade, tornando-se impeditivo para a transformação da subjetividade própria da Idade Média.
II - A concepção de indivíduo, tal como se apresenta no mundo moderno a partir do século XVIII, é possível a partir de novas formas de pensar uma sociedade fundamentada nos ideários da Revolução Francesa.
III - A ideia de amor romântico, oposta a de relacionamentos determinados por contratos políticos e econômicos, contribui para o aprofundamento da produção de subjetividades individualizadas.
IV - Ao mesmo tempo em que as profundas mudanças históricas e sociais, próprias da transição da Idade Média para a Idade Moderna, ampliam a conquista de direitos sociais, autonomia e liberdade, subordinam a individuação a novas formas disciplinares. Marque a alternativa correta: apenas a afirmativa II, III e IV são corretas
A família, como uma instituição social, tem passado por mudanças aceleradas em sua estrutura, organização e função de seus membros a partir da segunda metade do século XX. Ao modelo tradicional somam-se muitos outros e não é possível afirmar que são melhores ou piores, apenas são diferentes. Qual das alternativas abaixo NÃO CORRESPONDE ao atual modelo de família: Família Patriarcal: (Famílias formadas por mãe, pai e filhos com a obrigação de coabitarem e viverem sob o poder do pai)
Sobre a psicologia sócio-histórica afirmar-se:
I - É uma concepção crítica e posicionada que exige uma postura ética e não neutra a respeito do fenômeno psicológico.
II - Entende a realidade social e cultural como algo exterior ao homem.
III - É uma abordagem que contribui para ocultar as condições sociais em que é formado o fenômeno psicológico.
IV - Entende que a importância do mundo social é tão grande quanto à do mundo psicológico; não há como entender um deslocado do outro. Assinale a opção correta: apenas as afirmativas I e IV são verdadeiras
Até os anos 60-70, o que caracterizou a psicologia social da América Latina foi: I-Pesquisas experimentais em psicologia social; II- Pesquisas sobre a pobreza, a miséria e a violência; III- Construção de análises e intervenções psicossociais para minorias e comunidades oprimidas; IV- Pesquisas que copiavam o modelo de psicologia social norte-americano Estão CORRETAS as afirmações: I e IV
A hierarquia de gênero descreve uma situação na qual o poder e o controle social sobre o trabalho, os recursos e os produtos, são associados à: masculinidade
Com relação à teoria das representações sociais, assinale a alternativa ERRADA. tem nos trabalhos de Marx sua fundamentação teórica mais importante, sendo equivalente das representações coletivas
A abordagem Sócio-Histórica em Psicologia (I) tem como referência a abordagem teórica formulada por Vygotsky. (II) busca construir uma psicologia que supere as tradições positivistas. (III) busca estudar o homem e seu mundo psíquico como construção histórica e social da humanidade. Está CORRETO o que se afirma em I, II e III
Moscovici (2003), aponta que a teoria das Representações Sociais, desde o início de seu desenvolvimento, sempre teve seu interesse voltado para: identificar o conteúdo do conhecimento do senso comum e olhar para os modos como ele se expressa na linguagem e comunicação;
A Psicologia Social Norteamericana passou por uma crise na década de 1970 nos países da América Latina. Esta crise deveu-se a: sua base epistemológica positivista, seu modelo de cientificidade e sua postura excessivamente pragmática.
O homem, colocado na visão liberal, é pensado de forma descontextualizada, cabendo a ele a responsabilidade por seu crescimento e por sua estrutura psicológica. Um homem que `puxa pelos seus cabelos e sai do pântano por um esforço próprio¿. Um homem que é dotado de capacidades e possibilidades que lhe são inerentes, naturais. Um homem dotado de uma natureza humana que lhe garante, se desenvolvida