A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
tÓPICOS DE sEGURANÇA em engenharia e indústria

Pré-visualização | Página 2 de 2

fornecer instrução, 
treinamento e supervisão para as atividades de movimentação manual que podem apresentar 
risco. Alguns dos procedimentos de controle desses riscom icluem: re-organizar o trabalho para 
reduzir o número de tarefas de movimentação envolvidas, fornecimento de dispositivos de 
elevação mecânicos (como carrinhos e talhas, se for necessário), assegurar que os 
funcionários não trabalhem por longos períodos de tempo na manipulação manual, e certificar-
se de que o ambiente de trabalho disponibiliza bastante espaço para circulação e trabalho dos 
funcionários com segurança e conforto necessários. Tarefas potencialmente prejudiciais podem 
envolver flexão e torção, movimentos repetitivos, transportar ou levantar cargas pesadas, e 
manter posições fixas por um longo tempo, o que pode acarretar em danos aos músculos, 
tendões, ligamentos, nervos e vasos sanguíneos. 
 
Deslizamentos e Quedas 
Um deslizamento ou queda pode provocar ferimentos nos braços, pernas, costas, pescoço ou 
na cabeça. Lesões no pescoço e na cabeça podem causar danos à medula espinhal e sistema 
nervoso. Muitos funcionários sofreram lesões incapacitantes permanentes ou morte como 
resultado de uma queda. A empresa pode reduzir o risco de escorregões, tropeções e quedas, 
proporcionando uma superfície adequada antiderrapante ao piso, boa iluminação e 
procedimentos de trabalho seguros. Em alguns locais de trabalho o piso pode ser tratado 
quimicamente para aumentar a tração, e rampas devem ser instaladas onde os níveis de piso 
mudarem. Anguns procedimentos para diminuir riscos de quedas e deslizamentos devem 
incluir: retirar pedaços de metal ou outros materias do chão, limpar toda substância que 
porventura tenha sido derramada no piso, inspecionar se não há cabos elétricos no chão, e 
manter pisos e calçadas livres de materiais, aço, caixas, ferramentas, equipamentos e lixo. 
 
Eletricidade 
As máquinas, equipamentos e ferramentas utilizadas na indústria metalúrgica e engenharia são 
normalmente operadas por eletricidade. É necessário certificar-se de que todas as máquinas e 
equipamentos elétricos são mantido em boas condições de funcionamento, se tomadas e 
interruptores elétricos não estão danificados, se os cabos não estão desgastados e são 
regularmente verificados em busca de problemas. Procedimentos exigidos para o bom uso de 
equipamentos elétricos: desligar aparelhos no ponto de alimentação antes de retirar o plugue, 
desligar aparelhos quebrados e não usar cabos desgastados ou pontos de energia quebrados, 
não usar muitos aparelhos do mesmo ponto de energia, e manter sempre os fios elétricos 
longe do do chão, para reduzir o risco de danos causados por arrasto ou contato com objetos. 
Deve existir um ambiente para isolar as máquinas elétricas durante a manutenção, limpeza e 
reparos afim de impedir que sejam acidentalmente ligadas. 
 
Barulho no Ambiente de Trabalho 
Dentro do setor de engenharia, nos deparamos com ferramentas elétricas e máquinas 
barulhentas, como rebarbadoras, prensas, guilhotinas metálicas e de corte, máquinas de 
polimento e perfuração. Nesses ambientes estamos expostos a níveis de ruído superiores a 85 
decibéis, que podem levar à perda permanente da audição. Pode-se reduzir os níveis de ruído, 
isolando máquinas barulhentas de funcionários não envolvidos em uma determinada operação, 
colocando o equipamento em uma caixa de absorção de som ou construindo barreiras de 
absorção sonora, e também manter máquinas e equipamentos em bom estado para que ele 
opere de forma eficiente. Se o ruído não pode ser retirado ou suficientemente reduzido por 
5 
 
outros meios, então deve-se fornecer proteção auditiva individual (protetores de ouvido ou 
tampões). 
 
 
CONCLUSÃO 
A importância da segurança nos ambientes de trabalho da indústria é um dos pontos mais 
importantes a ser discutido, principalmente no que se refere aos riscos, doenças e outros 
problemas causados por uma administração ineficiente ou negligente dos procedimentos de 
segurança. Fica claro a responsabilidade do empregador de fornecer as condições necessárias 
para a realização de um trabalho seguro e satisfatório, bem como ao empregado cumprir as 
normas de segurança pré-estabelecidas; caso contrário poderão ocorrer danos ao ambiente, 
aos equipamentos e aos demais colaboradores. 
 
REFERÊNCIAS 
Department of Consumer and Employment Protection, “WorkSafe Smart Move”, Worksafe, 
Western Australia (www.safetyline.wa.gov.au).