QUESTÕES DISCURSIVAS
2 pág.

QUESTÕES DISCURSIVAS


DisciplinaContabilidade e Gestão Tributária I1.640 materiais5.781 seguidores
Pré-visualização1 página
1- O que é fato gerador? R: É uma hipótese, ou seja, uma possibilidade em tese, descrita em lei para ocorrência da obrigação tributária.
2- Quais as contribuições especiais ou parafiscais de competência exclusiva ou privativa da União? R: a) contribuições de seguridade social, b) contribuições sociais, c) contribuições de interesse das categorias profissionais ou econômicas, também denominadas de corporativas; d) contribuições de intervenção no domínio econômico. 
3- Considere um Pessoa Jurídica cuja folha de pagamento dos empregados totalize R$12.000. Desconsiderando o IRPF retido na fonte e considerando que os tributos do empregador totalizam 26,6% de contribuições, mais FGTS de 8% e as retenções do INSS dos empregados totalizam 9%, em média... R: Desembolso do empregador = R$12.000 x 1,346 = R$16.152,00 Valor líquido a ser depositado na conta dos empregados = R$12.000 x 0,91 = R$10.920,00.
4- Quais os impostos de competência exclusiva ou privativa da União? R: a) imposto sobre importação de produtos estrangeiros; b) imposto sobre exportação, para o exterior, de produtos nacionais ou nacionalizados; c) imposto sobre renda e proventos de qualquer natureza; d) imposto sobre produtos industrializados; e) imposto sobre operações de crédito, câmbio e seguro, ou relativas a títulos ou valores mobiliários; f) imposto sobre propriedade territorial rural; g) imposto sobre grandes fortunas. 
5- Cite as pessoas jurídicas tomadoras do serviço, que não reterão as contribuições sociais nos pagamentos efetuados. R: a) Empresas estrangeiras de transporte de valores b) Pessoas jurídicas optantes pelo Simples Nacional.
6- Quais os impostos de competência exclusiva dos Estados e do DF? R: a) impostos sobre transmissão causa mortis e doação, de quaisquer bens ou direitos; b) impostos sobre operações relativas à circulação de mercadorias e sobre prestações de serviços de transporte interestadual e intermunicipal e de comunicação; c) imposto sobre propriedade de veículos automotores. 
7- A lei que rege o ICMS poderá criar novos casos de responsabilidade a terceiros... Em qual momento podemos afirmar que o ICMS está regido pela não cumulatividade? R: o contribuinte ao adquirir uma mercadoria para revenda, deverá incluir o valor total do ICMS pago ao fornecedor, e ao vender cobrará do cliente o ICMS com base no valor da venda, no final o calculo deverá ser pelo valor da diferença e da venda e o valor pago ao fornecedor na aquisição para determinar o saldo a pagar que seria o devedor, ou a estornar nos próximos períodos que é o credor.
8- De acordo com a nossa legislação e a definição de tributo, os seus elementos essenciais são: R: a Lei, o objeto do tributo e o fato gerador. 
9- Constitui dívida ativa tributária a proveniente de crédito dessa natureza... O termo de inscrição da dívida ativa, autenticado pela autoridade competente, indicará obrigatoriamente: R: o nome do devedor e, sendo caso, o dos co-responsáveis, bem como, sempre que possível, o domicílio ou a residência de um e de outros; a quantia devida e a maneira de calcular os juros de mora acrescidos; a origem e natureza do crédito, mencionada especificamente a disposição da lei em que seja fundado; a data em que foi inscrita; sendo caso, o número do processo administrativo de que se originar o crédito.
10- Cite as pessoas jurídicas tomadoras do serviço, que não reterão as contribuições sociais nos pagamentos efetuados. R: a) Empresas estrangeiras de transporte de valores b) Pessoas jurídicas optantes pelo Simples Nacional.
11- O empréstimo compulsório é um tributo restituível, que deve, após determinado lapso temporal, ser devolvido ao contribuinte. Descrevas as situações em que a União poderá instituir empréstimos compulsórios. R: I - para atender a despesas extraordinárias, decorrentes de calamidade pública, de guerra externa ou sua iminência; II - no caso de investimento público de caráter urgente e de relevante interesse nacional. 
12- Segundo a legislação pertinente, as pessoas jurídicas, além dos livros contábeis previstos em leis e regulamentados, a legislação do imposto de renda determina a adoção de alguns livros específicos. Cite dois destes livros. R: Registro de Inventário e LALUR.
13- Cite e explique as três modalidades de lançamento: R:Lançamento por oficio: É o lançamento na qual a autoridade administrativa realiza todos os atos ligados a verificação da ocorrência do fato gerador e a aferição do 'quantum' a ser pago pelo contribuinte. Lançamento por declaração: É o lançamento onde há participação do sujeito ativo e do passivo, ou seja, de contribuinte e da Fazenda. O contribuinte da as informações para o lançamento ser efetivado pela autoridade administrativa. Lançamento por homologação: É o lançamento na qual o contribuinte realiza todos os atos instrumentais, cabendo a autoridade fiscal ratificar/validar estes.
14- Suponha que uma empresa efetue pagamentos no valor total de R$ 8.000... a uma mesma pessoa jurídica, abaixo: Pagamento 1 em 3/4- R$ 1.500 Pagamento 2 em 14/4-R$ 4.000 Pagamento 3 em 28/4-R$ 2.500 Calcule os tributos devidos. R: ISS devido= R$ 8.000* 0,05= R$ 400,00 ( Recolhido ao final do trimestre ) IR devido= R$ 8.888* 0,015 = R$ 120,00 (Até o dia 10 do mês subsequente ) CSSLL,PIS e COFINS ( Pagamentos 1 + 2 ) = R$ 5.500 * 4,65% = R$ 255,75 CSSLL,PIS e COFINS ( Pagamentos 1 + 2 + 3 ) =R$ 8.000* 4,65% = R$ 372,00 Diferença a ser recolhida na primeira semana de maio = R$ 372,00 - R$ 255,75 = R$ 116,25.
15- A conta Abatimentos sobre Vendas é dedução da receita bruta.Quanto aos ajustes no estoque e no CMV como ficam as mercadorias? R: O abatimento não provoca ajustes no estoque, nem no CMV, uma vez que as mercadorias não retornam ao estabelecimento do vendedor.
16- Diga quem são isentos da contribuição SEBRAE. R: a) As empresas optantes pelo Simples b) União, Estados, DF, Municípios e suas autarquias c) Entidades filantrópicas com isenção.
17- Considere um Pessoa Jurídica cuja folha de pagamento dos empregados totalize R$12.000... os tributos do empregador totalizam 26,6% de contribuições, mais FGTS de 8% e as retenções do INSS dos empregados totalizam 9%, em média... R: Desembolso do empregador = R$12.000 x 1,346 = R$16.152,00 Valor líquido a ser depositado na conta dos empregados = R$12.000 x 0,91 = R$10.920,00.