efluente
42 pág.

efluente


DisciplinaProjeto de Estação de Tratamento de Efluente24 materiais220 seguidores
Pré-visualização9 páginas
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO 
TRIÂNGULO MINEIRO \u2013 CAMPUS UBERABA 
MESTRADO PROFISSIONAL EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS 
 
 
 
JULIANA SARAIVA FIOCHI PENA 
 
 
 
CARACTERIZAÇÃO E TRATABILIDADE DO EFLUENTE GERADO EM 
INDÚSTRIA DE REFRIGERANTES EMPREGANDO REATOR UASB 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
UBERABA, MG 
2016 
 
JULIANA SARAIVA FIOCHI PENA 
 
 
 
 
 
 
 
CARACTERIZAÇÃO E TRATABILIDADE DO EFLUENTE GERADO EM 
INDÚSTRIA DE REFRIGERANTES EMPREGANDO REATOR UASB 
 
 
Dissertação apresentada ao Programa de Pós-
graduação em Ciência e Tecnologia de 
Alimentos, do Instituto Federal de Educação, 
Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro- 
Campus Uberaba, como requisito parcial para 
obtenção do título de Mestre em Ciência e 
Tecnologia de Alimentos. 
 Orientador: Prof. Dr. Amilton Diniz e Souza 
 
 
 
UBERABA, MG 
2016
 
JULIANA SARAIVA FIOCHI PENA 
 
 
CARACTERIZAÇÃO E TRATABILIDADE DO EFLUENTE GERADO EM 
INDÚSTRIA DE REFRIGERANTES EMPREGANDO REATOR UASB 
 
 
Dissertação apresentada ao Programa de Pós-
graduação em Ciência e Tecnologia de 
Alimentos, do Instituto Federal de Educação, 
Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro- 
Campus Uberaba, como requisito parcial para 
obtenção do título de Mestre em Ciência e 
Tecnologia de Alimentos. 
 
Aprovada em 13 de dezembro de 2016 
Banca Examinadora 
__________________________________________________________ 
Prof. Dr. Amilton Diniz e Souza (Orientador) \u2013 IFTM, Campus Uberaba 
 
___________________________________________________________ 
Prof. Dra. Gislaine Fernandes \u2013 IFTM, Campus Uberaba 
 
__________________________________________________________ 
Profa. Dr. Lucas Ferreira de Paula \u2013 IFTM, Campus Uberaba 
 
 
 
 
UBERABA, MG 
2016
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Aos meus pais, Júlio e Virginia, pela 
educação, por minha formação e incentivo em 
todas as etapas da minha vida. 
 
Ao meu esposo Felipe, pelo apoio e ajuda 
nos momentos difíceis. 
 
Ao meu anjo Theo, que em um momento 
importante da minha vida, veio para me 
fortalecer mais ainda e incentivar vencer essa 
batalha.
 
 
AGRADECIMENTOS 
 
Agradeço primeiramente a Deus pela oportunidade de estar aonde cheguei, me 
amparando sempre nos momentos difíceis. 
 
Ao Professor Doutor Amilton Diniz e Souza. Mais que um orientador, um amigo, 
esclarecendo dúvidas com atenção e, no meu caso em particular, compreendendo a situação em 
que estava. Como orientador sempre prestando todo o suporte necessário para realização deste 
trabalho. Agradeço a orientação, o apoio, a confiança e a compreensão. 
 
Aos Campi Uberaba do Instituto Federal do Triângulo Mineiro pelo apoio e suporte 
prestado para realização do projeto. 
 
À técnica do laboratório de Microbiologia do IFTM \u2013 Campus Uberaba, Cintia, que 
contribuiu muito no decorrer das análises, dando todo o apoio necessário. 
 
Ao Professor Vinícius da Universidade Federal do Triângulo Mineiro que confeccionou 
e cedeu prestativamente o reator UASB, escala de laboratório, para desenvolvimento da 
pesquisa. 
 
Aos meus pais, Júlio e Virgínia, que me educaram e me tornaram a pessoa que 
sou. Agradeço a tudo que fizeram e passaram para que eu chegasse até aqui. Ao meu 
esposo Felipe, que sempre me apoiou, me entendeu, colaborou e vibrou comigo nesta nova 
conquista. 
 
A todos que contribuíram direta ou indiretamente para a concretização deste trabalho. 
 
 
SUMÁRIO 
RESUMO ......................................................................................................................... 8 
ABSTRACT ..................................................................................................................... 9 
1.INTRODUÇÃO ............................................................................................................ 8 
2. OBJETIVOS ................................................................................................................ 8 
2.1 Objetivos Específicos .............................................................................................................. 8 
2. REVISÃO DE LITERATURA .................................................................................. 9 
2.1 O PROCESSO DE TRATAMENTO ANAERÓBIO PARA EFLUENTES LÍQUIDOS ............................ 9 
2.1.1 Reatores Anaeróbios ......................................................................................................... 10 
2.1.3 Tratamento anaeróbio de efluentes de refrigerantes ....................................................... 10 
2.2 a FABRICAÇÃO DE REFRIGERANTES E A GERAÇÃO DE EFLUENTES ....................................... 11 
2.2.1 Preparo do Xarope Simples ............................................................................................... 13 
2.2.2 Preparo do Xarope Final .................................................................................................... 13 
2.2.3 Preparo e Envase dos Vasilhames, Latas e Garrafas Pet ................................................... 13 
2.3 TRATABILIDADE DE ÁGUAS RESIDUÁRIAS ............................................................................ 14 
2.2.1 Aspectos Gerais da Digestão Anaeróbia ............................................................................ 15 
2.2.2 Tratamento biológico por reator UASB ............................................................................. 18 
2.3 CRITÉRIOS DE PROJETO DO REATOR UASB ........................................................................... 21 
2.3.1 Inoculação e partida .......................................................................................................... 21 
2.3.2 Características da biomassa em reatores UASB ................................................................ 21 
2.4 ASPECTOS LEGAIS PARA LANÇAMENTOS DE EFLUENTES NO BRASIL E NO ESTADOS DE MINAS 
GERAIS .................................................................................................................................................. 22 
3. MATERIAIS E MÉTODOS..................................................................................... 24 
3.1 Dados gerais sobre a indústria de refrigerante .................................................................... 24 
3.2 Caracterização da água residuária ....................................................................................... 24 
3.3 Tratabilidade anaeróbia empregando reator UASB ............................................................. 24 
4. RESULTADOS E DISCUSSÃO .............................................................................. 27 
4.1 Análise da biomassa ............................................................................................................. 28 
4.2 Produção do Biogás .............................................................................................................. 29 
4.3 Eficiência do tratamento por Reator UASB \u2013 Escala laboratorial ......................................... 30 
5. CONCLUSÃO ........................................................................................................... 33 
6. RECOMENDAÇÕES ............................................................................................... 34 
7. REFERÊNCIAS ........................................................................................................ 35