A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
45 pág.
Blockchain e criptomoedas   A carreira em tecnologias que vai mudar o mundo

Pré-visualização | Página 1 de 10

BLOCKCHAIN E CRIPTOMOEDAS: A CARREIRA EM TECNOLOGIAS QUE VÃO MUDAR O MUNDO INTRO
1
BLOCKCHAIN E 
CRIPTOMOEDAS:
A CARREIRA EM 
TECNOLOGIAS 
QUE VÃO MUDAR 
O MUNDO
BLOCKCHAIN E CRIPTOMOEDAS: A CARREIRA EM TECNOLOGIAS QUE VÃO MUDAR O MUNDO
2
SUMÁRIO
SUMÁRIO
Introdução
O que é blockchain? 
Aplicações de blockchain
O que são criptomoedas
O que um investidor precisa saber
Como trabalhar com blockchain
Startups que usam blockchain no Brasil
Livros, TED Talks e webinars sobre o tema
Glossário de blockchain e criptomoedas
Prepare-se para uma carreira em blockchain
03
04
11
17
23
29
34
37
41
43
BLOCKCHAIN E CRIPTOMOEDAS: A CARREIRA EM TECNOLOGIAS QUE VÃO MUDAR O MUNDO
3
INTRODUÇÃO
INTRODUÇÃO
Em outubro de 2008, sem alarde, um artigo chegou na caixa de entrada 
de criptógrafos do mundo inteiro unindo uma rede descentralizada 
e uma moeda digital e anônima. Quase dez anos depois, a criação de 
Satoshi Nakamoto, o misterioso inventor (ou inventora ou inventores) 
da Bitcoin, se mostra mais forte e revolucionária do que nunca. 
Uma a cada cinco instituições financeiras pretende investir em criptomo-
edas ainda em 2018, de acordo com uma pesquisa da Thomson Reuters. 
Segundo o grupo, trata-se de um segmento de nicho que está se tornando 
mainstream e deve entrar de vez no portfólio de grandes players de 
Wall Street – e, portanto, do dia a dia do setor financeiro global.
É a tecnologia por trás das criptomoedas, o blockchain, que permite 
essa em ascensão e guarda todo tipo de potencial para revolucionar 
o comércio global em grande escala. Empreendedores e desenvolve-
dores já enxergam diversas aplicações da rede, de controle da cadeia 
produtiva a armazenamento de dados médicos, para tornar transações 
mais seguras e transparentes. 
Para quem quer participar desse universo, seja ao desenvolver, 
empreender ou investir, entender como essas tecnologias funcionam e 
que conhecimentos exigem é fundamental. Boa leitura!
BLOCKCHAIN E CRIPTOMOEDAS: A CARREIRA EM TECNOLOGIAS QUE VÃO MUDAR O MUNDO INTRO
4
Afinal, o que 
é blockchain?
BLOCKCHAIN E CRIPTOMOEDAS: A CARREIRA EM TECNOLOGIAS QUE VÃO MUDAR O MUNDO
5
AFINAL, O QUE É BLOCKCHAIN
O blockchain é um sistema que, em sua forma atual, literalmente 
nasceu junto com a Bitcoin. Os dois foram apresentados, de maneira 
concomitante, em um white paper publicado pelo misterioso Satoshi 
Nakamoto – até hoje não se sabe a verdadeira identidade dessa pessoa 
ou grupo de pessoas. 
Embora sem utilizar o nome em questão, artigo explica o blockchain como 
uma tecnologia capaz de dar confiabilidade a um sistema descentraliza-
do de dinheiro virtual, que funciona através de uma rede peer-2-peer.
“A rede registra data e hora das transações transformando as em 
um hash em uma corrente contínua de prova de trabalho codificada, 
formando um registro que não pode ser alterado sem que a prova 
de trabalho seja refeita”, escreve Satoshi. “Enquanto a maior parte do 
poder de processamento for controlado por nós [nodes] que não estão 
cooperando para atacar a rede, eles irão gerar a corrente mais longa e 
superar os invasores.”
Em tradução livre, “blockchain” significa “cadeia de blocos”. Por conta 
própria, isso não quer dizer muita coisa. Mas os blocos que formam essa 
cadeia são, na verdade, conjuntos de transações. E a soma desses blocos 
é chamada de “cadeia” porque cada bloco contém, em si, informações 
conectadas a todos os anteriores. 
Pense primeiro em seu extrato bancário, em que aparece uma série de 
informações referentes a entrada ou saída de dinheiro de sua conta. As 
transações que compõem os blocos do blockchain – que não precisam 
necessariamente ser valores monetários – são semelhantes: elas contém 
a informação de algo que foi transferida da carteira de uma pessoa para 
a carteira de outra. 
A grande diferença aqui é que este “extrato” é público e todos têm acesso 
ao histórico de transações. Você já deve ter ouvido a comparação com 
um livro contábil (ledger, em inglês) e este é um dos jeitos mais fáceis 
de entender o princípio de blockchain. 
BLOCKCHAIN E CRIPTOMOEDAS: A CARREIRA EM TECNOLOGIAS QUE VÃO MUDAR O MUNDO
6
É como se todos os computadores que fazem parte dessa rede – e pode 
ser qualquer um que tenha o software instalado – tivessem uma cópia 
exata do mesmo livro contábil, que se atualiza sempre que há uma nova 
transação. Dessa maneira, é praticamente impossível forjar ou alterar 
uma transação.
Para entender em um nível detalhado como isso funciona, é necessário 
esclarecer primeiro dois conceitos fundamentais: as funções hash e as 
assinaturas digitais.
Funções hash
Funções hash, ou funções de espalhamento ou resumo, são um tipo 
muito específico de função matemática. Ela aceita, como entrada, 
qualquer sequência de bits: pode ser um pedaço de texto, uma foto, um 
arquivo de 200 gigabytes, não importa. Tudo que é composto por bits 
(ou seja, qualquer coisa digital) pode passar por uma função hash.
Essa função pega essa sequência de entrada e a processa de maneira 
a gerar uma sequência de saída de comprimento fixo. Ou seja: você 
pode usar como entrada da função hash desde uma linha de texto até 
um arquivo de 2 terabytes: a saída sempre terá o mesmo tamanho, que 
varia conforme a função (pode ser 128 bits, pode ser 256 bits). Essa 
saída é chamada de “hash”.
Além disso, a sequência de saída (ou hash) é completamente dependente 
da sequência de entrada. Mudar um bit na sequência de entrada muda 
completamente o hash resultante. E se dois hashes são parecidos, isso 
não permite concluir que as entradas que geraram essas saídas são 
parecidas também. 
Finalmente, as funções hash também são funções de mão única. Isso 
significa que gerar um hash a partir de uma entrada é um processo 
simples, mas descobrir a entrada que resultou em um determinado 
hash é extremamente difícil. Atualmente, esse cálculo para um único 
hash é um processo que levaria milhares de anos. 
AFINAL, O QUE É BLOCKCHAIN
BLOCKCHAIN E CRIPTOMOEDAS: A CARREIRA EM TECNOLOGIAS QUE VÃO MUDAR O MUNDO
7
Assinaturas digitais
Assinaturas digitais, por sua vez, são resultados de operações de 
criptografia. A criptografia funciona por meio de chaves públicas e 
privadas. Cada pessoa que participa de um sistema criptografado possui 
uma chave pública e uma chave privada. 
O aplicativo WhatsApp é um ótimo exemplo de sistema criptografa-
do. Quando você envia uma mensagem para alguém, o app cifra essa 
mensagem com sua chave pública e envia junto a sua chave privada. 
O destinatário, munido tanto da sua chave pública quanto da sua 
chave privada, consegue decifrar a mensagem. Alguém que intercepte 
a mensagem no meio do caminho mas não tenha acesso à sua chave 
privada não conseguirá lê-la.
Se você cifrasse uma mensagem com sua chave privada (em vez da chave 
pública), qualquer pessoa que tivesse acesso à chave pública de quem 
cifrou a mensagem pode lê-la. Cifrar uma mensagem com a sua chave 
privada, portanto não dá nenhuma garantia de sigilo à mensagem. 
Por outro lado, nesse caso, a cifra só vale como comprovação de que a 
sua chave privada foi usada e que, portanto, você foi o responsável pela 
transação - afinal, só você tem acesso a ela. Por esse motivo, fazer isso 
permite garantir que foi você que escreveu aquela mensagem. Dessa 
forma, cifrar uma mensagem com a sua chave privada equivale a uma 
assinatura digital. 
Voltemos à blockchain do Bitcoin
Existem diversos tipos de blockchain (mais sobre isso adiante), mas 
vamos nos ater por enquanto o blockchain de Bitcoin. Quando você tem 
uma carteira virtual com Bitcoins, você tem na verdade uma série de 
pares de chaves públicas e privadas.
As chaves privadas são as que você usa, mesmo sem saber, sempre 
que faz uma transação com a