Ensaio   madeira
8 pág.

Ensaio madeira

Disciplina:Compo19 materiais56 seguidores
Pré-visualização1 página
IFCE –Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará
Departamento da Construção Civil
Bacharelado em Engenharia Civil – 2018.2
Disciplina: Resistência dos Materiais

LISTA DE EXERCÍCIOS 01

Johny Alves Lira

Fortaleza
Setembro/2018

EQUIPE:
Cristiane Barcelos
Johny Lira
Maria Nayza
Leonel Lincoln

Relatório de ensaio realizado na Instituição de Ensino IFCE, como requisito para obtenção de conhecimento da disciplina de Materiais de Construção 2, sob orientação do professor Perboyre Barbosa Alcântara.

Fortaleza, CE – 2017

INTRODUÇÃO
Os blocos cerâmicos de vedação podem ser constituídos de furos na horizontal ou na vertical, sendo definidas suas dimensões de acordo as especificações do fabricante.
Desde os primórdios, a madeira é essencial na construção civil. Apesar do espaço que o concreto e concreto armado ganharam na sociedade, em alguns lugares ela ainda é bastante utilizada para fins estruturais, seja pela dificuldade de transporte de componentes para a fabricação do concreto ou pela sua disponibilidade na região. Além disso, a madeira é amplamente empregada onde se visa o caráter ornamental.
Visto que cada amostra de espécie tem características peculiares, é imprescindível a realização de ensaios para análise dessas características de compressão e resistência. Toda estrutura deve ser projetada e construída de modo a satisfazer requisitos básicos de segurança.
O seguinte ensaio foi realizado no Laboratório de Materiais de Construção do IFCE Fortaleza, com o objetivo de analisar as características das amostras de madeiras e avaliar as suas, respectivas, capacidades de compressão e resistência.

OBJETIVO
Analisar as características físicas e mecânicas de blocos de madeiras: umidade, peso específico, retratibilidade, compressão paralela às fibras, flexão estática, flexão dinâmica (choque), tração normal às fibras, fendilhamento, dureza e cisalhamento, conforme estabelecidas pela norma ABNT NBR 7190.

MATERIAIS E MÉTODOS
3.1 Materiais utilizados

Balança;

Esquadro Metálico;

Estufa;

Paquímetro (precisão 0,01mm);

Régua Milimétrica de 30 cm (precisão 0,5mm);

Superfície plana;

Recipiente com água na temperatura ambiente
3.2 Procedimentos

ENSAIO
As propriedades da madeira são condicionadas por sua estrutura anatômica, devendo distinguir-se os valores correspondentes à tração dos correspondentes à compressão, bem como os valores correspondentes à direção paralela às fibras dos correspondentes à direção normal às fibras. Segundo as especificações da Norma 7190 as medidas de dimensões foram resultantes da média simples de duas faces opostas do bloco de madeira.
Para a determinação das propriedades de resistência e de rigidez, as medidas dos lados do corpo-de-prova devem ser feitas com exatidão de 0,1 mm. Para a determinação do módulo de elasticidade devem ser feitas medidas de deformações em pelo menos duas faces opostas do corpo-de-prova.
Tabela de dados da madeira Natural
	
ESPÉCIE
	DIMENSÃO
TANGENCIAL (mm)
	DIMENSÃO
RADIAL(mm)
	DIMENSÃO
LONGITUDINAL(mm)
	
PESO (g)

	Cedro
	20,45
	30,05
	50,90
	13,68

	Ypê 1
	22,38
	34,10
	52,55
	40,87

	Ypê 2
	21,80
	34,50
	52,70
	41,67

	Ypê 3
	18,80
	28,55
	50,70
	29,15

Tabela de dados da madeira em Estufa
Após 48h na estufa a xxx °C, novos dados são coletados.
	
ESPÉCIE
	DIMENSÃO
TANGENCIAL (mm)
	DIMENSÃO
RADIAL (mm)
	DIMENSÃO
LONGITUDINAL (mm)
	
PESO (g)

	Cedro
	19,95
	29,68
	50,90
	12,35

	Ypê 1
	22,95
	33,38
	52,54
	36,72

	Ypê 2
	21,20
	33,70
	52,70
	37,34

	Ypê 3
	18,40
	27,40
	50,60
	26,62

A influência da temperatura nas propriedades de resistência e de rigidez da madeira deve ser considerada apenas quando as peças estruturais puderem estar submetidas por longos períodos de tempo a temperaturas fora da faixa usual de utilização.
É necessária a determinação do teor de umidade de lotes considerados homogêneos, de madeira serrada ou beneficiada, para ajuste das propriedades mecânicas de resistência e de rigidez. O teor de umidade determinado por este método serve também para orientar a escolha de métodos preventivos para a preservação da madeira.
	
ESPÉCIE
	DIMENSÃO
TANGENCIAL (mm)
	DIMENSÃO
RADIAL (mm)
	DIMENSÃO
LONGITUDINAL (mm)
	
PESO (g)

	Cedro
	20,97
	30,75
	50,60
	20,66

	Ypê 1
	22,90
	34,85
	52,60
	45,34

	Ypê 2
	22,38
	35,15
	52,90
	46,06

	Ypê 3
	19,40
	29,18
	50,80
	31,84

Tabela de dados da madeira Molhada

	ESPÉCIE
	Umidade (%)

	Cedro
	9,72

	Ypê 1
	10,15

	Ypê 2
	10,39

	Ypê 3
	8,68

COMPRESSÃO (BLOCOS GRANDES)
Quanto à realização do teste de compressão paralelo às fibras e do teste de compressão perpendicular às fibras, os valores encontrados e os cálculos estão dispostos a seguir.
Ensaio de compressão paralelo às fibras
Cálculo da área realizado com paquímetro a um nível de precisão de 0,1mm, a partir da média aritmética de duas medições em cada direção:

O rompimento da amostra se deu na aplicação de 22,5 tf.
Ensaio de compressão perpendicular às fibras
Cálculo da área realizado com paquímetro a um nível de precisão de 0,1mm, a partir da média aritmética de duas medições em cada direção:

O rompimento da amostra se deu na aplicação de 6,5 tf.
CONSIDERAÇÕES FINAIS
Foi realizada uma análise das características físicas e mecânicas de blocos de madeiras conforme a norma técnica brasileira ABNT NBR 7190, a qual se refere à projeto de estruturas de madeira e dá as diretrizes e condições gerais que devem ser seguidas no projeto, na execução e no controle das estruturas correntes de madeira.
A análise contou com ensaios nas madeiras do tipo cedro e ypê. Foram obtidas umidades de 9,72% para o Cedro e 10,15%, 10,39% e 8,68% para o ypê. Quanto ao ensaio de compressão, o rompimento do corpo de prova se deu em 22,5 tf paralelo às fibras e 6,5 tf perpendicular às fibras.
A análise constatou a importância do rigor nos ensaios para a caracterização dos blocos de madeira do tipo ypê e cedro, tendo em vista que os resultados podem variar conforme as amostras extraídas.

REFERÊNCIAS
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS (1997). NBR 7190 - Projeto de Estruturas de Madeira. Rio de Janeiro.