av1 fundamentos socioantropológicos
4 pág.

av1 fundamentos socioantropológicos

Disciplina:Abordagens Socioantropológicas8 materiais68 seguidores
Pré-visualização1 página
Avaliação: SDE0283_AV1_201101175516 » FUNDAMENT0S SOCIOANTROPOLÓGICOS DA SAÚDE

	Tipo de Avaliação: AV1

	Professor:
	RALPH RIBEIRO MESQUITA
	Turma: 9014/FH

	Nota da Prova: 5,5 de 8,0         Nota do Trab.: 0        Nota de Partic.: 2        Data: 02/10/2015 09:57:52

	

	 1a Questão (Ref.: 201101914210)
	Pontos: 0,0  / 0,5

	A Sociologia tem como objeto de estudo a sociedade, com ênfase nas suas diferentes formas de organização, bem como nos processos que interligam os indivíduos em grupos e

		

	
	especulações teológicas.

	
	modos de produção.

	
	especulações filosóficas.

	 
	instituições.

	 
	culturas distintas.

	

	

	 2a Questão (Ref.: 201101800567)
	Pontos: 0,5  / 0,5

	Como sabemos, a ciência (ou o pensamento científico) nada mais é que uma das maneiras de conhecermos o mundo do qual participamos. Não é a única forma de conhecer o mundo, nem a primeira. O homem sempre produziu saber sobre suas experiências. Este saber reflete crenças e valores que se tem sobre os eventos. Neste sentido, é correto afirmar que:

		

	
	a ciência é uma forma de pensamento mítico.

	
	a filosofia é uma forma de pensamento mítico religioso.

	
	o senso comum é uma forma de pensamento racional científico.

	
	a religião é uma forma de explicação do mundo racional científica.

	 
	a ciência é uma forma de pensamento racional moderno.

	

	

	 3a Questão (Ref.: 201101337367)
	Pontos: 0,0  / 0,5

	Todos nós sabemos da existência de um certo tipo de "organização social" entre animais não humanos, não apenas entre mamíferos superiores, tais como os macacos, por exemplo, mas também insetos: formigas, cupins e abelhas, notadamente. Quando comparamos as sociedades animais não humanas, particularmente a sociedade daqueles insetos, o fazemos porque constatamos que o comportamento de tais animais apresenta certas padronizações parecidas com algumas padronizações verificadas entre os seres humanos (Vila Nova, Sebastião. Introdução à Sociologia. São Paulo: Atlas, 1985, p. 29). 
Considerando o que diz o texto acima, assinale a alternativa correta.

		

	 
	Podemos deduzir do texto que tanto os pesquisadores dos animais quanto os sociólogos se preocupam com as ações regulares produzidas pela vida em sociedade.

	
	Segundo o autor, se não fosse a descoberta das leis de padronização das sociedades de animais, os sociólogos não teriam se interessado pelas leis de padronização existentes nas sociedades humanas.

	
	Podemos concluir do texto que são os fatores do meio ambiente que levam à padronização dos comportamentos dos animais e dos seres humanos.

	
	Segundo o autor, apenas o comportamento dos insetos se assemelha ao comportamento dos homens.

	 
	De acordo com o texto, o comportamento de homens e animais são padronizados devido ao peso da herança genética em todos os tipos de sociedades.

	

	

	 4a Questão (Ref.: 201101337341)
	Pontos: 0,0  / 0,5

	É verdade biológica bem conhecida que no cruzamento de espécies diferentes o êxito é tanto menor favorável quanto mais afastadas na hierarquia zoológica estão entre si as espécies que se cruzam (...) Tem-se afirmado, é exato, que o cruzamento das raças ou espécies humanas não dão híbridos. Mas os fatos demonstram que se ainda não está provada a hibridez física, certos cruzamentos dão origem em todo caso a produtos morais e sociais, evidentemente inviáveis e certamente híbridos (Nina Rodrigues s/d, p.133) O conceito antropológico que permite entender esta opinião do médico maranhense Nina Rodrigues (1862-1906) é:

		

	
	Socialização primária

	 
	Relativismo cultural

	 
	Darwinismo social

	
	Etnografia antropológica

	
	Socialização secundária

	

	

	 5a Questão (Ref.: 201101914212)
	Pontos: 1,0  / 1,0

	Sobre as concepções sobre saúde e doença podemos afirmar que é correto dizer que

		

	
	a concepção fisiológica defende que as doenças são "entidades" exteriores ao organismo.

	 
	a concepção fisiológica sustenta que as doenças têm origem em um desequilíbrio entre as forças da natureza.

	
	a concepção fisiológica e a concepção ontológica buscam um diagnóstico preciso, relacionando órgãos corporais e agentes perturbadores.

	
	a concepção fisiológica busca um diagnóstico preciso, relacionando órgãos corporais e agentes perturbadores.

	
	a concepção ontológica sustenta que as doenças têm origem em um desequilíbrio entre as forças da natureza.

	

	

	 6a Questão (Ref.: 201101813557)
	Pontos: 1,0  / 1,0

	"Saúde e doença não são estados ou condições estáveis, mas sim conceitos vitais, sujeitos a constante avaliação e mudança" (ALBUQUERQUE; OLIVEIRA, 2012, p. 1). 
A afirmação acima nos permite concluir que:

		

	
	Os significados sobre saúde e doença são invariáveis para todas as sociedades humanas.

	
	Os estados de saúde e doença estão em função de disposições pessoais, tendo pouca relação com determinantes sociais.

	 
	Saúde e doença não são conceitos absolutos, isto é, são passíveis de alterações em função da variação do contexto.

	
	A formulação de modelos explicativos e estratégias de intervenção em estados de adoecimento devem ser elaborados de forma universalizada e descontextualizada.

	
	Saúde e doença são sinônimos de ausência ou presença de disfunção orgânica.

	

	

	 7a Questão (Ref.: 201101436187)
	Pontos: 1,0  / 1,0

	De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), "saúde é um estado de completo físico, mental e social e não apenas ausência de doença ou enfermidade".
A definição acima nos permite concluir que:

		

	
	Saúde deve ser entendida como oposto a ausência de doença.

	 
	A saúde é um fenômeno multideterminado.

	
	Os aspectos emocionais ou psicológicos dificultam a compreensão adequada dos fenômenos em saúde.

	
	Para compreender os estados de saúde (e doença) deve-se privilegiar a dimensão fisiológica.

	
	O contexto social tem pouca influência na determinação dos estados de saúde.

	

	

	 8a Questão (Ref.: 201101463621)
	Pontos: 1,0  / 1,0

	A imagem abaixo corresponde a qual princípio do SUS?

		

	
	Gratuidade.

	 
	Equidade.

	
	Universalidade.

	
	Integralidade.

	
	Intencionalidade.

	

	

	 9a Questão (Ref.: 201101910235)
	Pontos: 0,0  / 1,0

	No entendimento dos embates no direcionamento Política Social no Estado brasileiro, é fundamental conhecer os avanços ocorridos na década de 1980, como também as dificuldades e desafios a partir da década de 1990, com o:

		

	 
	da Democracia

	
	do Positivismo

	
	da divisão dos poderes

	 
	do liberalismo

	
	do Neoliberalismo

	

	

	 10a Questão (Ref.: 201101910234)
	Pontos: 1,0  / 1,0

	Ao estudar a história da políticas sociais no Brasil, podemos afirmar que o fato mais importante na contemporaneidade, quando a Assistência Social ganha o status de política pública, dever do Estado e direito da população, aconteceu:

		

	
	com o SUAS

	
	Com a PNAS

	
	com a LOAS

	 
	com a CF-1988

	
	com o SUS