A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
9 pág.
ATIVIDADE TOPOGRÁFIA 2

Pré-visualização | Página 1 de 1

UNIVERSIDADE ANHANGUERA
            
ENGENHARIA CIVIL – 5° Ano - 7° Semestre Noturno – Turma A - 2018
Dalila Cardoso RA 309.425.615.670
 Professor Sandro
ATIVIDADE TOPOGRAFIA E GEORREFERENCIAMENTO II
Santo André
06 de outubro de 2018
INTRODUÇÃO
O levantamento topográfico deve representar as características da superfície de um terreno bem como as dimensões dos lotes fornecendo dados confiáveis para que, depois de interpretados e manipulados, possam contribuir nos projetos arquitetônicos e de implantação. Os levantamentos topográficos geralmente são apresentados através de desenhos de curvas de nível e de perfis.
A diferença de altura entre dois pontos é a diferença de nível entre estes pontos. O nivelamento destes pontos, porém, não termina com a determinação do desnível entre eles, inclui também, o transporte da cota ou altitude de um ponto conhecido (RN- REFERÊNCIA DE NÍVEL) para os pontos nivelados.
OBJETIVO
Realizar um levantamento a fim de calcular cotas, desnível, declividade e distância vertical, através dos métodos de nivelamento geométrico e taqueométrico.
DISCUSSÃO
Uma das fases mais visíveis da topografia são os levantamentos topográficos, que consistem em todo o trabalho de campo e gabinete que permite a recolha e tratamento da informação necessária à produção de uma planta ou carta representativa do terreno em estudo.
NIVELAMENTO GEOMÉTRICO
O nivelamento geométrico (simples ou composto) é o principal e mais preciso método de levantamento, pois permite o ajustamento dos erros. Utiliza-se de um nível e mira para a determinação das alturas dos pontos. A localização dos pontos é feita previamente, através do levantamento planimétrico. O método do nivelamento geométrico apresenta limitações para uso em terrenos acidentados.
O nivelamento geométrico de pontos topográficos altimétricos, baseia-se na visada horizontal, através de um nível de luneta, sobre miras, colocadas verticalmente sobre os pontos. Pode ser um nivelamento geométrico simples, quando só uma estação permite visar todos os pontos a nivelar, ou nivelamento geométrico composto, quando necessita mais estações para levantar todos os pontos altimétricos de um levantamento topográfico.
NIVELAMENTO TAQUEOMÉTRICO
A Taqueométrico é um método de levantamento planialtimétrico no qual as medições de distâncias horizontais e de diferenças de nível são realizadas de forma indireta, utilizando-se os princípios da trigonometria. São utilizados em campo o teodolito e a mira.
Não é possível avaliar os erros cometidos nas medições em campo, por isso é um método secundário que vem complementar os métodos principais. As vantagens desse método é sua rapidez e adaptabilidade a terrenos acidentados.
NIVELAMENTO HIDROSTÁTICO
Método mais preciso de nivelamento, realizado de forma simples apenas utilizando uma mangueira transparente contendo água e corante, através da teoria dos vasos comunicantes quando uma parte da mangueira estiver em um ponto de aclive ou declive em relação leitura nos dois pontos e realizado o levantamento.
TEODOLITO
O teodolito é um instrumento óptico de previsão (tem luneta e microscópio), lê ângulos horizontais, do tipo goniométrico (ou qualquer) e ângulos verticais (zenital, de inclinação e nadiral), permitindo fazer levantamentos planimétricos e taqueometria (luneta com 3 fios paralelos e equidistantes = estadimetria).
NÍVEL 
Usado em levantamentos topógrafos altimétricos principais, pelo método do nivelamento geométrico. O nível é um instrumento similar ao teodolito, óptico e de precisão, para leitura de alturas sobre uma mira colocada verticalmente sobre os pontos topográficos a nivelar. O nível, ao contrário do teodolito, nunca é instalado sobre um ponto topográficos a nivelar. O nível ao contrário do teodolito, nunca é instalado sobre um ponto topográfico, mas sempre entre os pontos a nivelar. A luneta do nível é horizontal e fixa, cuja linha de visada é o referencial para as leituras de alturas (do ponto visado = pé da mira até linha de visada do nível).
METODOLOGIA
O método utilizado para realizar o levantamento foi o nivelamento geométrico composto, nivelamento taqueométrico e o nivelamento hidrostático. Primeiramente com o auxílio de balizas foram fixados 5 piquetes em linha reta com uma distância de 20 metros entre eles.
NIVELAMENTO GEOMÉTRICO 
Para realização desse nivelamento primeiro foi instalado o nível na estação I e feita a leitura de ré no ponto A, pois foi feita leituras de vante nos pontos B e C.
Logo após foi instalado o nível na estação II e feita leitura de ré no ponto C, depois foi feita leitura de vante no ponto D.
Logo após foi instalado o nível da estação III e feita leitura de ré no ponto D, depois foi feita leitura de vante no ponto E.
Feito isso, realizamos o contra nivelamento.
O nível foi instalado na estação IV e feita leitura de ré no ponto E, depois leituras de vante nos pontos D e C.
Logo após foi instalado o nível na estação V e feita a leitura de ré no ponto C, depois leitura de vante no ponto A.
NIVELAMENTO TAQUEOMÉTRICO
Para realização desse nivelamento primeiro foi instalado o teodolito no ponto A. O teodolito foi devidamente centralizado e nivelado e logo depois foi realizada as leituras de fio médio, fio interior e fio superior em relação aos pontos B,C,D e E. Foi anotado também o ângulo zenital de todos os pontos.
NIVELAMENTO HIDROSTÁTICO
Para realização desse nivelamento utilizamos duas balizas com uma mangueira e uma trena fixada nelas. Primeiro colocamos a baliza A no ponto A e a baliza B no ponto B e realizamos as leituras. Depois deslocamos a baliza A para o ponto B e a baliza B para o ponto C e realizamos as leituras. Foi criado um ponto entre os pontos C e D pois não foi possível fazer leitura direto do ponto C para o D, medimos a distancia do ponto C para o ponto criado. A baliza A foi colocada no ponto C e a baliza B foi colocada no ponto criado e feita as leituras. Logo após a baliza A foi colocada no ponto criado e a baliza B foi colocada no ponto D e feita as leituras. Depois a baliza A foi colocada no ponto D e a baliza B foi colocada no ponto E e feita as leituras.
CONSIDERAÇÕES FINAIS
Para a realização do presente relatório foram utilizados três diferentes métodos para se verificar nivelamento topográfico de terreno. Dos métodos utilizados sabe-se que o nivelamento hidrostático é o mais preciso pois nele se realiza um nivelamento direto, sendo este ainda o método mais barato e fácil de ser realizado por consistir apenas de uma mangueira e duas balizas.
Quanto aos nivelamentos indiretos foram realizados os levantamento geométrico e taqueométrico, o nivelamento geométrico entre os levantamentos indiretos é o mais preciso, porém requer um pouco mais de trabalho em campo para a sua realização, pois consiste do uso de um nível de luneta que não varia verticalmente, por este motivo foi preciso instalar a estação em 5 pontos distintos para realização correta das leituras. Todavia o nivelamento taqueométrico foi o mais fácil de ser realizado pois foi preciso apenas a instalação da estação em um único ponto (o ponto A) e a partir dele foi realizado as leituras de todos outros pontos através da mira.
Dentre os levantamentos realizados pode-se constar que os três realizam um nivelamento com boa precisão tendo pouca diferença na declividade e desnível entre os três, a maior diferença entre os três tipos de nivelamentos são os equipamentos utilizados, se houver a disponibilidade de recursos financeiros por utilizar de equipamentos de alto custo o mais indicado seria o nivelamento taqueométrico por sua facilidade de realização de trabalho em campo, entretanto se não houver recursos financeiros para realização de nivelamento indica-se a utilização do nivelamento hidrostático pois utiliza apenas de balizas, régua graduada acoplada a baliza e mangueira e realiza as leituras com a mesma precisão.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.