A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
7 pág.
AVALIANDO NUTRIÇÃO EM SAÚDE COLETIVA

Pré-visualização | Página 1 de 3

NUTRIÇÃO EM SAÚDE COLETIVA 
NUTRIÇÃO EM SAUDE COLETIVA 19/10/2018 20:27:54 (Finalizada) 
 
 
1a Questão (Ref.:201704245196) Pontos: 0,1 / 0,1 
É correto afirmar-se sobre as características atuais da estrutura da população brasileira: 
 
 
No processo de transição demográfica, vem aumentando a participação da população de 
jovens e reduzindo-se a de idosos no conjunto total da população. 
 
De 1992 para 2001, a participação dos menores de 10 anos na população total vem 
aumentando de 18,7% para 22,1%. 
 
A atual estrutura da população brasileira apresenta aumento das taxas de natalidade e 
de mortalidade e redução da expectativa de vida. 
 No processo de transição demográfica, vem se reduzindo a participação da população 
jovem e aumentando a de idosos no conjunto total da população. 
 
No Brasil, o crescimento vegetativo ou natural continua apresentando índices muito 
baixos, típicos de países desenvolvidos. 
 
 
 
2a Questão (Ref.:201704464879) Pontos: 0,1 / 0,1 
São indicadores de Saúde e Acesso aos Serviços De Saúde, exceto: 
 
 
Acesso ao pré-natal 
 
Prevalência da anemia ferropriva em menores de 5 anos de idade 
 
Estado nutricional de crianças menores de 5 anos. 
 
Prevalência da hipovitaminose A 
 Taxa de mortalidade no idoso 
 
 
 
3a Questão (Ref.:201703616721) Pontos: 0,1 / 0,1 
A transição nutricional e epidemiológica se caracteriza pelo processo de mudança na incidência 
ou na prevalência de doenças, bem como nas principais causas de morte, ao longo do tempo e 
pela mudança nas condições nutricionais da população. Esse processo está, em geral, 
condicionado por mudanças associadas à estrutura etária da população, mudanças no grau e no 
estilo de desenvolvimento, elevação dos níveis de assalariamento e monetarização da 
sociedade, aumento na cobertura dos serviços sociais básicos de saúde, educação, aumento na 
distribuição da renda nacional, bem como, acesso aos alimentos. Com relação às informações 
apresentadas, assinale a opção correta: 
 
 
O processo de determinação do declínio das carências nutricionais específicas e do 
sobrepeso e obesidade 
 
Houve o aumento das prevalências da Desnutrição Energético Protéica (DEP), 
sobrepeso, obesidade e carências nutricionais específicas 
 
A característica dominante é a Desnutrição Energético Proteica (DEP) como evento de 
maior visibilidade epidemiológica 
 
As anemias diminuem suas prevalências ao mesmo tempo e em ritmo oposto ao do 
aumento na prevalência da desnutrição 
 Houve um aumento da expectativa de vida e conseqüente ascensão de doenças não 
transmissíveis em todas as etapas da vida 
 
 
 
4a Questão (Ref.:201703523201) Pontos: 0,1 / 0,1 
As características da transição nutricional brasileira a partir das análises dos estudos de 
avaliação nutricional de maior cobertura revelam que: 
 
 Ao mesmo tempo em que aumenta um ritmo acelerado a ocorrência da desnutrição em 
crianças e adultos, aumenta a prevalência de sobrepeso, de obesidade e de carências 
nutricionais específicas. 
 O declínio da desnutrição em crianças e adultos foi acompanhado por uma evolução 
favorável no quadro de carências nutricionais específicas. 
 As prevalências de desnutrição energético-proteica (DEP) em crianças menores de 5 
anos de idade são indicativas de um comportamento claramente epidêmico do 
problema. 
 Houve modificações no perfil nutricional da população, caracterizadas pela redução da 
prevalência de desnutrição e aumento da prevalência de sobrepeso e obesidade. 
 As anemias diminuem suas prevalências ao mesmo tempo e em ritmo oposto ao do 
aumento na prevalência da desnutrição, estabelecendo-se um antagonismo de 
tendências temporais entre desnutrição e anemias. 
 
 
 
5a Questão (Ref.:201703550641) Pontos: 0,1 / 0,1 
Algumas questões relacionadas à alimentação e nutrição no Brasil são bastante complexas, pois, 
de um lado, observam-se situações de extrema carência nutricional e, de outro, a evolução 
epidêmica da obesidade. Avaliações recentes demonstram que a obesidade na população 
brasileira está se tornando mais frequente do que a própria desnutrição infantil. Esse processo 
de mudança é conhecido como: 
 
 Vigilância Alimentar 
 Evolução nutricional 
 Segurança nutricional 
 Transição nutricional 
 Vigilância Nutricional 
 
 
 
 
 
 NUTRIÇÃO EM SAÚDE COLETIVA 
 
 
1a Questão (Ref.:201703524318) Pontos: 0,1 / 0,1 
Algumas deficiências de micronutrientes são relativamente comuns em países em 
desenvolvimento e se destacam na agenda de vigilância alimentar e nutricional do Brasil. A 
respeito dessa agenda destacam-se, em ordem decrescente de prevalência, as deficiências de: 
 
 Ferro, vitamina A e cálcio 
 Ferro, vitamina D e cálcio 
 Ferro, vitamina A e iodo 
 Iodo, vitamina D e cálcio 
 Cálcio, vitamina A e iodo 
 
 
 
2a Questão (Ref.:201703433073) Pontos: 0,1 / 0,1 
O ferro é um nutriente essencial e vital para muitas atividades celulares, porém, representa 
um problema para milhões de pessoas, pois não consomem alimentos ricos deste mineral. De 
acordo com as alternativas abaixo, assinale a que contém grupos menos vulneráveis a esta 
deficiência: 
 
 Adultos 
 Adolescentes. 
 Pré-escolares 
 Gestantes 
 Escolares 
 
 
 
3a Questão (Ref.:201704522698) Pontos: 0,1 / 0,1 
Para combater a anemia, no Brasil, desde junho de 2004, tornou-se obrigatória a fortificação 
das farinhas de trigo e milho com: 
 
 Ferro e ácido fólico. 
 
Vitamina C e vitamina B1. 
 
Ácido fólico e vitamina A. 
 
Ferro e vitamina A. 
 
Niacina e vitamina B2. 
 
 
 
4a Questão (Ref.:201703524317) Pontos: 0,1 / 0,1 
As seguintes doenças nutricionais são problemas de saúde pública no Brasil: 
 
 Hipovitaminose A, bócio endêmico, hipovitaminose B e anemias nutricionais 
 Hipovitaminose B, hipovitaminose C, osteomalacia e anemias nutricionais 
 Anemias nutricionais, hipovitaminose A, bócio endêmico e cárie dental 
 Cárie Dental, bócio endêmico, hipovitaminose C e hipovitaminose B 
 Hipovitaminose B, anemias nutricionais, osteomalácia e bócio endêmico 
 
 
 
5a Questão (Ref.:201704035464) Pontos: 0,1 / 0,1 
A anemia persiste como um dos mais graves problemas de saúde pública do mundo, atingindo 
principalmente os grupos mais vulneráveis à carência de ferro, que são as crianças e gestantes. 
Buscando-se combater esta deficiência o Ministério da Saúde criou o Programa Nacional de 
Suplementação de Ferro e Ácido Fólico com alguns critérios. Com relação a esse assunto, 
identifique as afirmativas a seguir como verdadeiras (V) ou falsas (F): ( ) Reduzir a prevalência 
de anemia por deficiência de ferro; ( ) Aumentar a prevalência de sobrepeso em crianças e 
gestantes; ( ) Suplementação medicamentosa de sulfato ferroso e ácido fólico; ( ) Incentivo ao 
uso de alimentos ricos em ferro e vitamina C; ( ) Enriquecimento industrial das farinhas de trigo 
e milho. Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA: 
 
 
V, V, V, V, V 
 V, F, V, V, V 
 
F, F, V, V, F 
 
F, F. V, V, V 
 
V, V, V, V, F 
 
 
 
 
 
 
 
1a Questão (Ref.:201704429231) Pontos: 0,0 / 0,1 
A avaliação contínua do perfil alimentar e nutricional da população e de seus fatores 
determinantes compõem o Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional (SISVAN). 
Recomenda-se que nos serviços de saúde, seja realizada a avaliação de consumo alimentar 
e antropometria de indivíduos de todas as fases da vida. Os dados que alimentam o SISVAN 
WEB são provenientes de, EXCETO: 
 
 
 Dados coletados pela Estratégia Saúde da Família. 
 Dados coletados no Programa Saúde na Escola. 
 
 Dados coletados

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.