A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
72 pág.
3.2. GEOGRAFIA   EXERCÍCIOS RESOLVIDOS   VOLUME 3 América

Pré-visualização | Página 16 de 33

pode ser dito que
a) na região do médio São Francisco em direção a sua foz há
a presença dinâmica do agronegócio, grande consumidor
das águas do rio.
b) o regime de chuvas, em razão do aquecimento global, já
foi alte rado na região da bacia do São Francisco,
provocando uma diminuição do volume das águas.
c) o rio, sobrecarregado com o uso de suas águas pelo
agronegócio, sobrevive graças aos cuidados com asmatas
ciliares do seu curso e de seus afluentes.
d) uma reserva de vitalidade para o rio são as represas, como
de Sobradinho, que terminam funcionando como
depósitos de águas despoluídas.
e) a grande industrialização nas margens e na Bacia do Rio
São Francisco, que se dirige para seu baixo curso, resulta
num aumento da descarga poluente.
Módulo 20 – Região Sudeste: Quadros
Físico e Humano e
Desenvolvimento Humano
1. (MODELO ENEM) – O movimento migratório no Brasil
é significativo, principalmente em função do volume de
pessoas que saem de uma região com destino a outras regiões.
Um desses movimentos ficou famoso nos anos 80, quando
muitos nordestinos deixaram a região Nordeste em direção ao
Sudeste do Brasil. Segundo os dados do IBGE de 2000, este
processo continuou crescente no período seguinte, os anos 90,
com um acréscimo de 7,6% nas migrações deste mesmo fluxo.
A Pesquisa de Padrão de Vida, feita pelo IBGE, em 1996,
aponta que, entre os nordestinos que chegam ao Sudeste,
48,6% exercem trabalhos manuais não qualificados, 18,5% são
trabalhadores manuais qualificados, enquanto 13,5%, embora
não sejam trabalhadores manuais, se encontram em áreas que
não exigem formação profissional. O mesmo estudo indica
também que esses migrantes possuem, em média, condição de
vida e nível educacional acima dos de seus conterrâneos e
abaixo dos de cidadãos estáveis do Sudeste.
Disponível em:http://www.ibge.gov.br. 
Acesso em: 30 jul 2009 (adaptado)
Com base nas informações contidas no texto, depreende-se
que
a) o processo migratório foi desencadeado por ações de
governo para viabilizar a produção industrial no Sudeste.
b) os governos estaduais do Sudeste priorizaram a
qualificação da mão de obra migrante.
c) o processo de migração para o Sudeste contribui para o
fenômeno conhecido como inchaço urbano.
d) as migrações para o sudeste desencadearam a valorização
do trabalho manual, sobretudo na década de 80.
e) a falta de especialização dos migrantes é positiva para os
empregadores, pois significa maior versatilidade
profissional.
2. (MODELO ENEM) – Quanto à Mata Tropical Atlântica,
observa-se que a formação original chegava a englobar cerca
de 20% e hoje está reduzida a aproxima da men te 7% do
território, desde que teve início a colo ni za ção do Brasil. O
desaparecimento dessa parte considerável deve-se
a) ao processo de ocupação do Nordeste bra sileiro, o que
limitou a destruição às áreas seten trionais do país.
b) à expansão do café na Região Sudeste, limitando-se a
destruição à Região Sudeste apenas no século XIX.
c) à ocupação litorânea do Nordeste com a cana e do Sudeste
com o café, o que implicou a retirada da maior parte da
vegetação.
d) ao processo de industrialização do Centro-Sul do Brasil,
que necessitou de grande quantidade de lenha, provida
pela floresta.
e) à expansão da pecuária no Nordeste, atingindo o Cen-
tro-Sul pelo interior, o que obrigou a retirada da vegetação
para dar lugar às pastagens.
C3_3oAGeo_Tarefas_Conv_Tony 28/04/11 10:45 Página 167
168 –
3. (MODELO ENEM) – O mapa a seguir mostra a
expansão da cultura da cana no Estado de São Paulo,
substituindo a citricultura e até a pecuária. 
O Estado de S. Paulo, 20/06/2005
Esse processo está relacionado
a) à expansão capitalista da produção agroindustrial, que
rapidamente se adapta às circunstâncias de mercado.
b) ao lento processo de adaptação da produção agrícola
brasileira ao mercado internacional.
c) ao uso de métodos de produção que remontam às fases
coloniais, como o uso de mão de obra nu merosa e barata.
d) à principiante fase de implantação da mecanização na
lavoura brasileira, que teve início na década de 1980.
e) ao processo de encampação total da lavoura brasilei ra pelo
grande capital internacional.
4. (MODELO ENEM) –
O projeto Pomar, no rio Pinheiros, e o Projeto Tietê, de
rebaixamento da calha do principal rio pau lista, são obras de
grande porte que visam, respec tiva men te, ao combate à
poluição e ao combate às enchentes. Outra grande obra – o
Rodoanel – está causando sen sação e polêmica em São Paulo.
Indiscutivelmente aliviou o caótico trânsito da capital
paulista; por outro lado, suas obras estão no centro de uma
discussão ambiental, pois seu traçado atravessa importante
área de mananciais.
Da leitura do texto acima e com base em seus conhe ci -
mentos sobre o ambiente natural da Grande São Paulo, as sinale
a frase que apresenta de forma coerente a relação entre a obra
citada e o problema efetivo que ela pode ge rar.
a) As obras do Rodoanel podem provocar o repre sa mento
dos rios que afluem para São Paulo, privando a cidade de
recursos hídricos e inundando as extensas planícies que
circundam a capital.
b) A incoerência da construção do Rodoanel está no fato de
interromper a circulação dos rios que integram o
manancial da cidade, obrigando que a água seja trans -
portada via rodovias.
c) Os ecologistas, ao questionarem a construção do Ro -
doanel, impedem o progresso da cidade, que precisa gerar
empregos e ampliar sua área de influência, a despeito de
questões ambientais menores.
d) A implantação do Rodoanel pode provocar o compro -
metimento de parte do manancial da cidade, pois com suas
obras será ampliado o desflorestamento e, por ex tensão, a
destruição dos solos em áreas relativamente próximas à
cidade.
e) As obras nos rios Tietê e Pinheiros servirão de com -
pensação para a grande poluição que o Rodoanel vai
provocar, no entanto esses problemas serão trans feridos
para outras cidades, melhorando a qualidade de vida em
São Paulo.
5. (MODELO ENEM) –
C3_3oAGeo_Tarefas_Conv_Tony 28/04/11 10:45 Página 168
– 169
Como em todo o mundo, a população brasileira apre -
sentou um determinado ritmo de crescimento que pos sui suas
peculiaridades. Os dois gráficos anteriores mos tram al guns
aspectos dessa situação que, adi cio na dos aos seus conhe -
cimentos, permitem concluir que
a) o crescimento foi lento até 1940, pois, até aquela ocasião,
as taxas de natalidade do Brasil eram muito baixas, devido
à pobreza geral, que inibia maior número de filhos.
b) desde 1872 a Região Sul esteve sempre à frente entre os
maiores contingentes populacionais, em função de sua
elevada capacidade econômica.
c) a intensificação do processo de crescimento popu lacional,
observada a partir de 1950, deve-se à queda das taxas de
mortalidade, causada pelo uso de antibió ticos, ao mesmo
tempo em que a natalidade se mantinha elevada.
d) a Região Centro-Oeste do Brasil é a que apresenta a
menor população do país, pelo fato de ser uma região que,
exceto Brasília, não apresenta mais nenhum atrativo que
possa fazê-la crescer.
e) a tendência de crescimento constante, observada nos
gráficos, é confirmada pela ma nu tenção das ele vadas
taxas de natalidade atuais.
6. (MODELO ENEM) – Há alguns anos, em meados da
década de 1970, de mó grafos discutiam sobre a população
mundial em tom alarmante: se o crescimento permane cesse
nos níveis em que se apresentava naquele período, o mundo
che ga ria ao século XXI com um contin gente humano
impossível de ser sustentado em termos alimentares ou
empre gatícios. Contudo, no decorrer de 30 anos, algumas
coisas se alteraram no com portamento da população
mundial, o que acabou mudando o tipo de preocupação. Isso
pode ser avalia do comparando-se os dados brasi leiros, apre -
sen tados no gráfico abaixo, em que se observa o número de
filhos por mulher, do qual