PROGRESSÃO DE REGIME
4 pág.

PROGRESSÃO DE REGIME


DisciplinaProgressão de Regime1 materiais9 seguidores
Pré-visualização1 página
PROGRESSÃO DE REGIME 
 
REGIME INICIAL: Segundo o art. 33 do CP, 
Crimes apenados com reclusão: é possível os três regimes 
(fechado, semi-aberto e aberto), para o início do cumprimento de pena. 
Crimes apenados com detenção: Somente é possível o 
cumprimento de pena em regime semi-aberto e aberto. 
Os condenados à reclusão reincidentes ou cuja pena seja 
superior a oito anos estão, obrigatoriamente, no início do cumprimento da 
pena, sujeitos ao regime fechado. De acordo com a Lei n0 8.072, a pena será 
integralmente cumprida em regime fechado quando se tratar de tráfico ilícito de 
entorpecentes e drogas afins, de terrorismo e dos crimes definidos como 
hediondos, consumados ou tentados, ainda que aplicada pena inferior a oito 
anos. 
Podem iniciar o cumprimento em regime semi-aberto os não 
reincidentes condenados à pena de reclusão superior a quatro anos e não 
excedentes a oito. 
 
PROGRESSÃO E REGRESSÃO 
Na progressão, evolui-se de um regime para outro menos 
rigoroso. 
Iniciado o cumprimento da pena no regime estabelecido na 
sentença, possibilita-se ao sentenciado, de acordo com o sistema progressivo, 
a transferência para regime menos rigoroso desde que tenha cumprido ao 
menos um sexto da pena no regime anterior e o mérito do condenado 
recomendar a progressão (art. 112 da LEP). 
A decisão do juiz do processo é provisória e, a partir do regime 
fechado, pode-se transferir o sentenciado para o regime semi-aberto e deste 
para o regime aberto. 
Cabe a progressão nas hipóteses de crimes hediondos, tráfico 
ilícito de entorpecentes e drogas afins e de terrorismo. Todavia, o condenado 
deve cumprir outra fração para obter a progressão: 2/5 , se primário e 3/5, se 
reincidente. 
A Lei de Execução Penal prevê também a possibilidade de o 
condenado do regime semiaberto progredir para o aberto, com os mesmos 
requisitos temporais e comportamentais para a obtenção do benefício. No 
aberto, a pena deve ser cumprida em casa do albergado ou, na falta deste, em 
local adequado, como, por exemplo, a residência do preso. Nessa condição ele 
pode deixar o local durante o dia e deve retornar à noite. 
No caso de crimes contra a administração pública, a exemplo 
da corrupção, o condenado é beneficiado com a progressão de regime se, 
além de cumprir 1/6 da pena e ter bom comportamento, reparar os prejuízos 
causados aos cofres públicos. 
Conforme a Súmula Vinculante 56, \u201ca falta de vagas em 
estabelecimento prisional não autoriza a manutenção do preso em regime mais 
gravoso, devendo-se observar, nessa hipótese, os parâmetros do Recurso 
Extraordinário 641.320\u201d 
 
Em resumo: 
 
 
PROGRESSÃO: é a transferência para regime menos rigoroso, após o 
cumprimento de um sexto da pena no regime anterior e se o mérito do 
condenado indicar a progressão. 
 
REGRESSÃO: o condenado é transferido para o regime mais rigoroso quando 
pratica fato definido como crime doloso ou falta grave, ou sofrer condenação 
em um crime anterior, cuja pena , somada ao restante da pena em execução, 
torne incabível o regime. 
 
 
 
 Progressão de regime 
 
 
A progressão de regime compreende os seguintes requisitos: 
a) 1/6 da pena nos crimes em geral; 
b) 2/5 nos crimes hediondos e afins cometidos a partir de 28 de março de 2007, 
quando o apenado é primário; 
c) 3/5 nos crimes hediondos e afins cometidos a partir de 28 de março de 2007 
quando o apenado é reincidente. 
 
 
 
 
 
 PEDIDO DE PROGRESSÃO DE REGIME 
 
Excelentíssimo Senhor Doutor Juiz de Direito da Vara das Execuções 
Criminais da ...................SP 
 
 
(10 linhas) 
 
 
 "A", já qualificado, nos autos da execução penal, 
acima epigrafada, por seu advogado infra assinado, vem, com todo acatamento 
e respeito, requerer à Vossa Excelência, com fundamento no artigo 112 da LEP 
a 
 
 PROGRESSÃO DE REGIME 
 
pelos motivos a seguir expostos: 
 
 O reeducando vem cumprindo pena corporal de 
...... anos e ...... meses de reclusão em regime ........................, no ......( 
estabelecimento prisional) 
 
 
 O sentenciado possui boa conduta carcerária e 
lapso temporal suficiente para a progressão do regime fechado para o regime 
semiaberto. 
 
 É neste sentido entendimento jurisprudencial: 
 
 REGIME PRISIONAL \u2013 PROGRESSÃO \u2013 Passagem 
para o regime aberto seu estágio intermediário \u2013 Admissibilidade ante as 
circunstâncias personalíssimas do sentenciado \u2013 Exame criminológico também 
desnecessário, interesse social e espírito da lei resguardada- decisão mantida\u201d \u2013
( TJSP \u2013RT 25-pág 274.) 
 
 
 Desta forma, vem sempre com todo acatamento e 
respeito, requerer a progressão do sentenciado para o regime semiaberto sem 
a elaboração do exame, nos termos do artigo 112 da Lei de Execução Penal e 
do artigo 33, par. 2º do Código Penal. 
 
Termos em que, 
Pede e espera deferimento, 
 
São Paulo, de de 2___. 
 
 
 Nome do advogado (a) 
 OAB/SP nº 
 
 
PROBLEMA 
 
 
Carlos foi processado e condenado com trânsito em julgado pela prática 
de homicídio simples (artigo 121, caput) praticado na cidade de Avaré, no 
ano de 2016, tendo sido condenado pelo Juiz de Avaré à pena de 6 anos 
de reclusão a ser cumprida em regime fechado, em face de sua condição 
de reincidente. Iniciada a execução de sua pena na Penitenciária de 
Avaré, passaram-se exatos 2 anos desde o início do cumprimento da sua 
pena no regime fechado, ainda não pleiteando Carlos qualquer benefício 
no âmbito da execução penal, não obstante o seu bom comportamento na 
prisão e a existência da Vara de Execução na cidade de Avaré. 
QUESTÃO: Como advogado de Carlos, faça a peça adequada.