Termoformagem e Rotomoldagem
34 pág.

Termoformagem e Rotomoldagem


DisciplinaQuímica Tecnológica643 materiais4.493 seguidores
Pré-visualização1 página
Termoformagem
Aula 12
Termoformagem
MMMMÉÉÉÉTODOS DE FORMATODOS DE FORMATODOS DE FORMATODOS DE FORMAÇÇÇÇÃO:ÃO:ÃO:ÃO:
1. Formação a vácuo:
\ufffd O método consiste em grampear, a folhar 
num quadro ligado a caixa do molde. A 
chapa é aquecida até se tornar flexível e, 
por meio de vácuo, é estirada sobre o 
molde. A pressão atmosférica que existe 
acima da folha força-a contra o molde, 
enquanto é resfriada suficientemente para 
poder manter a sua forma definitiva.
1 1 1 1 ---- FormaFormaFormaFormaçççção a vão a vão a vão a váááácuo:cuo:cuo:cuo:
1 1 1 1 ---- FormaFormaFormaFormaçççção a vão a vão a vão a váááácuo:cuo:cuo:cuo:
2. FormaFormaFormaFormaçççção por pressão:ão por pressão:ão por pressão:ão por pressão:
\ufffd A chapa é aquecida no interior da 
cavidade do molde, onde é aplicada 
pressão de ar sobre a folha forçando-a 
contra as paredes.
2. FormaFormaFormaFormaçççção por pressão:ão por pressão:ão por pressão:ão por pressão:
3 - Formação de Molde 
Macho-fêmea:
\ufffd A chapa é colocada entre os moldes e 
aquecida. Após, o sistema de 
aquecimento é retirado e a cavidade 
fêmea do molde é pressionada sobre 
a outra metade.
3 - Formação de Molde 
Macho-fêmea:
Termoformagem
11
Copos descartCopos descartááveisveis
12
AplicaAplicaçções:ões:
11-- Copos descartCopos descartááveisveis
Termoformadora de copos Termoformadora de copos 
descartdescartááveisveis
\ufffd A principal forma de obtermos os copos descartáveis é processo de 
termoformagem. 
13
Linha de produLinha de produçção de ão de 
copos descartcopos descartááveisveis
14
ExtrusoraExtrusora
15
TermoformagemTermoformagem
16
Etapa de corteEtapa de corte
17
Etapa Etapa dede rebordamentorebordamento
18
Etapa de Etapa de empacotamentoempacotamento
Aplicações
Aplicações
Rotomoldagem
rotomoldagem
MOLDAGEM ROTACIONALMOLDAGEM ROTACIONALMOLDAGEM ROTACIONALMOLDAGEM ROTACIONAL
\ufffd Na moldagem rotacional, o artefato é
produzido em um molde fechado, que roda 
biaxialmente em uma câmara quente. Para 
obter o giro em dois planos perpendiculares 
entre si, o fuso, onde está presa a matriz, 
movimenta-se num eixo, enquanto a matriz 
gira em um eixo secundário.
\ufffd Obtém-se desta maneira peças ôcas, nos 
mais variados formatos e tamanhos.
Rotomoldagem
MOLDAGEM ROTACIONALMOLDAGEM ROTACIONALMOLDAGEM ROTACIONALMOLDAGEM ROTACIONAL
MOLDAGEM ROTACIONALMOLDAGEM ROTACIONALMOLDAGEM ROTACIONALMOLDAGEM ROTACIONAL
MOLDAGEM ROTACIONALMOLDAGEM ROTACIONALMOLDAGEM ROTACIONALMOLDAGEM ROTACIONAL
MOLDAGEM MOLDAGEM MOLDAGEM MOLDAGEM ROTACIONALROTACIONALROTACIONALROTACIONAL
Aplicações::::
Emprega-se este processo extensivamente em 
brinquedos, pela variedade de viscosidade, 
características físicas e cores encontrados. 
Também, fabricam-se peças ocas de diversos 
tamanhos.
TIPOS DE MAQUINTIPOS DE MAQUINTIPOS DE MAQUINTIPOS DE MAQUINÁÁÁÁRIOS RIOS RIOS RIOS 
EMPREGADOSEMPREGADOSEMPREGADOSEMPREGADOS
\ufffd 1 \u2013 Tipo padrão:
\ufffd Mais barato
\ufffd O molde é carregado dentro do forno, onde 
roda e é aquecido.
\ufffd O molde é removido e as partes retiradas.
\ufffd 2 \u2013 Tipo Carrossel:
\ufffd Composto por três estações (Ver figura)
MATERIAL:MATERIAL:MATERIAL:MATERIAL:
\ufffd Os mais utilizados são: Polietileno de baixa densidade, Nylon, 
Poliacetal, Policarbonato, Poliuretano, Polipropileno, Poliestireno, 
Poliéster, PVC 
\ufffd VANTAGENS
\ufffd Como o processo é de baixa pressão, os moldes são geralmente 
simples e seu custo é relativamente baixo, por exemplo, em alumínio.
\ufffd Os artefatos moldados tem uma espessura uniforme, podem conter 
reforçantes e são virtualmente livres de tensões.
\ufffd Pode produzir paredes espessas (10mm), economicamente inviáveis 
por outros métodos.
\ufffd DESVANTAGENS
\ufffd O ciclo é longo, se comparado a moldagem por injeção ou sopro, 
variam de 7 a 15 minutos, limitando, com isso a produtividade.