ÉTICA NA SAÚDE EXERCÍCIOS E SIMULADO 1 COM GABARITO PARA AV1
18 pág.

ÉTICA NA SAÚDE EXERCÍCIOS E SIMULADO 1 COM GABARITO PARA AV1

Disciplina:Ética na Saúde2.867 materiais14.589 seguidores
Pré-visualização7 páginas
com o conflito moral na área da saúde e da doença dos seres humanos e dos animais não-humanos. Seu principal objetivo é deslocar a discussão acerca dos novos problemas impostos pelo desenvolvimento tecnológico, de um viés mais tecnicista para:

		

	 
	um caminho mais pautado pelo humanismo, superando a dicotomia entre os fatos explicáveis pela ciência e os valores éticos.

	
	

	
	

	
	

	
	

	

	 5a Questão (Ref.: 201201698353)
	

	

	Maria está com problemas de saúde e precisa amputar o seu pé. Ela acha que as pessoas são donas de seus corpos e não acredita que uma pessoa pode dispor de seus membros corporais ou funções somente até o ponto que isto é saudavelmente requerido. Os médicos não concordam com Maria e disseram-lhe que vão amputar-lhe o pé, mesmo que ela não concorde, pois caso contrário, ela poderá falecer. Isto é feito quando é necessário para o próprio bem da pessoa como um todo, assegurar a própria existência, ou remover áreas danificadas que não podem ser evitadas ou consertadas. Esta situação está dentro do princípio da totalidade na bioética. Isto é representativo de que:

		

	
	

	
	

	
	

	
	

	 
	o princípio da totalidade na bioética estabelece simplesmente que a parte existe em função do todo. Portanto, podemos legitimamente sacrificar a parte do corpo se for necessário preservar a saúde de todo o corpo.

	
	

	

	 6a Questão (Ref.: 201201698362)
	

	

	Um conceito crítico em bioética é o de justiça retributiva, que exige que se pague o que é devido. Este conceito exige:

		

	
	

	
	

	 
	punição por violar a lei e obriga aos que roubam retornar o que foi roubado.

	
	

	
	

	

		

	

	  ÉTICA NA SAÚDE

	

	
	

	Exercício: SDE0083_EX_A3_201201588928 
	

	
	

	

	 1a Questão (Ref.: 201201875178)
	

	

	Nas pesquisas biomédicas, a noção de risco deve ser entendida como:

		

	
	

	
	

	
	

	 
	a possibilidade de dano (previsto ou não) ao sujeito da pesquisa.

	
	

	
	

	

	

	 2a Questão (Ref.: 201201916372)
	

	

	A Bioética está focada em eventos de natureza:

		

	 
	Onde os seres humanos estejam envolvidos em pesquisas, procedimentos clínicos ou situações em que os profissionais de saúde eventualmente possam colocar em risco a saúde de seus pacientes.

	
	

	
	

	
	

	
	

	

	 3a Questão (Ref.: 201201698363)
	

	

	Em consequência dos abusos criminosos promovidos por experimentações nazistas no decorrer da segunda grande guerra e do subsequente julgamento de Nuremberg, foi elaborado em 1947, o Código de Nuremberg. Objetivando eliminar futuros episódios semelhantes aos praticados pelos nazistas, o código de Nuremberg surge como um importante marco na história da ética envolvida em pesquisas médicas. Em síntese, ele determinava que deveria haver consentimento prévio e voluntário de todos os sujeitos envolvidos em pesquisas e para garantir que não haveria indução à participação, os sujeitos deveriam receber informações sobre riscos, objetivos e procedimentos experimentais. Determinava também que:

		

	
	

	
	

	
	

	 
	toda pesquisa deveria apresentar a possibilidade de resultados não alcançáveis por outros procedimentos não invasivos e exigia a realização de experimentos anteriores em animais.

	
	

	

	 4a Questão (Ref.: 201201916368)
	

	

	Uma pesquisa sobre qualidade de vida colocou no reservatório de água de uma cidade uma grande quantidade de Testosterona (hormônio masculino), sem que ninguém soubesse, afim de observar os resultados no nível de estresse da população. Pela bioética os pesquisadores erraram em:

	
	

	 
	Não participar aos envolvidos dos riscos do experimento dando a opção deles participarem ou não como voluntários.

	
	

	
	

	
	

	
	

	

	

	 5a Questão (Ref.: 201201733863)
	

	

	O evento constituído por um tribunal militar internacional que efetuou os julgamentos dos primeiros criminosos de guerra, incluindo médicos, ocorrido entre 1945 e 1946, na Alemanha, denomina-se:

		

	
	

	 
	Julgamento de Nuremberg

	
	

	
	

	
	

	

	 6a Questão (Ref.: 201201881067)
	

	

	Em 1964, foi criado pela Associação Médica Mundial, um documento conhecido pelo nome de Declaração de Helsinque. Na parte referente à pesquisa clínica combinada com o cuidado profissional, o documento aborda a possibilidade da aplicação de meios extraordinários de tratamento (pesquisas experimentais) desde que:

		

	
	

	
	

	
	

	
	

	 
	Previamente consentidos e que a pesquisa traga perspectiva de reversão da patologia para o próprio paciente submetido ao procedimento experimental.

Parte superior do formulário
		

		

	

	  ÉTICA NA SAÚDE

	

	
	

	Exercício: SDE0083_EX_A4_201201588928 
	

	
	

	

	 1a Questão (Ref.: 201201733870)
	

	

	Marta e Mônica são gêmeas. Marta tem problemas renais e precisa de um transplante urgente. Sua irmã quer ser doadora, mas como ambas tem a mesma genética e Mônica também apresenta problemas renais, embora mais leves do que sua Irma, o médico não liberou o processo de doação, mesmo elas sendo compatíveis. A decisão do médico está pautado no Princípio:

		

	
	

	
	

	 
	Da totalidade

	
	

	
	

	
	

	

	

	 2a Questão (Ref.: 201201821178)
	

	

	Maria decidiu doar um rim para seu filho, que é seu parente de primeiro grau. Ela já fez todos os exames e não há nada que impeça a doação. Ela está exercendo o seu direito à liberdade de consciência e ao poder de dispor do próprio corpo, que consistem nos:

		

	 
	Direitos fundamentais

	
	

	
	

	
	

	
	

	

	 3a Questão (Ref.: 201201698370)
	

	

	O transplante de órgãos e tecidos implica em uma sequência de eventos que, desde a doação até a efetivação do transplante, abarca alguns direitos fundamentais pertinentes ao doador e ao receptor. Estes direitos estão associados ao direito à vida, à formação dos direitos de personalidade, à integridade física e ao direito ao corpo, em particular:

	

	
	

	
	

	
	

	
	

	 
	à liberdade de consciência e ao poder de dispor do próprio corpo.

	
	

	

	

	 4a Questão (Ref.: 201201698372)
	

	

	Uma importante questão ética envolvida na doação de órgão por cadáveres foi, por muito tempo, o critério de caracterização de morte. O Conselho Federal de Medicina, através da Resolução CFM 1480/97, alterou o critério de morte cardiorrespiratória para a morte encefálica, possibilitando grande avanço na viabilidade e efetividade das doações. Assim, neste tipo de doação por cadáver, a questão, hoje, resume-se praticamente à forma de obtenção (de):

		

	
	

	
	

	
	

	 
	Doação voluntária, consentimento presumido, manifestação compulsória ou abordagem de mercado.

	
	

	
	

	

	

	 5a Questão (Ref.: 201202226562)
	

	

	Leia a reportagem a seguir: "Maria José tinha 25 anos quando a doença de Chagas foi diagnosticada. A enfermidade crônica não tem cura e com o passar dos anos compromete gravemente o funcionamento do coração. (...) Um enfarte veio em dezembro do ano passado e em março deste ano, a internação no Incor. Há oito meses ela aguarda por um novo coração em um quarto do hospital, de onde não pode sair nem de cadeira rodas pois a ordem é não se cansar. (...) Ela conta que alguns corações já chegaram, mas não eram compatíveis" (Câmara Notícias, 19/11/2007). Uma alternativa para o drama vivido por Maria seria a possibilidade de um xenotransplante, técnica ainda não autorizada para a prática clínica. Sobre este tipo de transplante, assinale a alternativa correta:

	

	
	

	
	

	 
	Os defensores deste tipo de transplante
Victor Tavares fez um comentário
  • não aparece as respostas
    0 aprovações
    Vanessa Serra fez um comentário
  • obrigada
    0 aprovações
    Carregar mais