REAÇÕES QUÍMICAS
7 pág.

REAÇÕES QUÍMICAS


DisciplinaQuimica1376 materiais717 seguidores
Pré-visualização1 página
UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ
CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS
DEPARTAMENTO DE FÍSICA 
QUÍMICA GERAL EXPERIMENTAL
REAÇÕES QUÍMICAS
ACADÊMICOS:
LUIZ FERNANDO PANTALEÃO						R.A.: 102998
MATEUS MOREIRA TAROZO						R.A.: 100856
GUILHERME TAVARES TEL						R.A.: 90137
MARINGÁ, 07 DE JULHO DE 2018
Introdução
Reações de síntese
Reações químicas ocorrem quando uma ou mais substâncias (reagentes) sofrem uma transformação química, dando origem a novas substâncias (produtos). Uma reação química é chamada de síntese quando dois ou mais reagentes transformam-se em uma única substância e, de forma geral, é representada por:
onde e podem ser substâncias simples ou compostas e sempre é uma substância composta.
Exemplos de reações de síntese são a formação de óxido ácido e óxido básicos, que ocorrem quando há combustão de algum metal ou não-metal em contato com o gás oxigênio. Um exemplo é a formação do dióxido de enxofre (), formado a partir da queima de enxofre na presença de oxigênio.
A alcalinidade ou acidez do óxido pode ser identificada a partir de uma reação posterior com a água, em que há formação de um ácido ou de uma base. Tomando o dióxido de enxofre como exemplo, podemos representar a formação do ácido sulfuroso (), tal que 
	Durante este experimento foram sintetizados um óxido ácido e um óxido básico, os quais reagiram com água para melhor identificação do seu caráter ácido e seu caráter básico, respectivamente.
Procedimento
-Materiais:
Erlenmeyer de 250mL, bico de Bunsen, pinça metálica, estante para tubo de ensaio, tubos de ensaio, pipeta graduada, pipetador, bastão de vidro, rolha.
-Métodos:
Síntese de um óxido ácido
Uma pequena quantidade de enxofre sobre um dispositivo de combustão foi queimada no bico de Bünsen, até o surgimento de uma chama azulada, em seguida, o dispositivo com enxofre foi introduzido em um Erlenmeyer previamente disposto com, aproximadamente, 100mL de água destilada e vedado por uma rolha. O enxofre continuou a sublimar dentro do frasco, possibilitando a formação do gás dióxido de enxofre (SO2) e em seguida a sua reação com a água para a formação de ácido sulfuroso ()
Síntese de um óxido básico
Uma fita de magnésio fixada a uma pinça metálica foi levada ao bico de Büsen até que houvesse combustão completa. As cinzas de magnésio foram depositadas em um tubo de ensaio contendo água destilada e agitou-se a solução com um bastão de vidro para auxiliar na formação do hidróxido de magnésio ().
Identificação do caráter ácido e básico dos óxidos obtidos nos itens anteriores
Por fim, montaram-se duas séries (A e B) de cinco tubos de ensaio distribuídos na estante sobre a bancada. Nos tubos 1-A e 1-B, foram colocados 3,00mL de água destilada, nos tubos 2-A e 2-B foram adicionados 3,00mL de ácido clorídrico (HCl), nos tubos 3-A e 3-B foram colocados 3,00mL hidróxido de sódio (NaOH), aos tubos 4-A e 4-B adicionaram-se 3,00mL da solução obtida de ácido sulfuroso e por fim nos tubos 5-A e 5-B colocaram- se 3,00mL da solução obtida de hidróxido de magnésio.
Em seguida, foram pingadas duas gotas de fenolftaleína em cada tubo da série A e duas gotas de vermelho congo em cada tubo da série B.
Resultados
Com os dados qualitativos obtidos através da observação da mudança de cor das substâncias de cada tubo de ensaio, foi montada a seguinte tabela:
	Tabela 1: Tubos de ensaio e suas respectivas cores
	Tubo
	Cor
	1-A
	Incolor
	1-B
	Vermelho
	2-A
	Incolor
	2-B
	Azul
	3-A
	Rosa
	3-B
	Vermelho
	4-A
	Incolor
	4-B
	Azul
	5-A
	Rosa
	5-B
	Vermelho
 	As propriedades dos indicadores utilizados são as seguintes, a fenolftaleína torna rosa substâncias cujo pH é maior que 10.0 e fica incolor caso o pH seja menor que 8.2, e o vermelho congo torna azul uma substância cujo pH é menor que 3.0 e torna vermelho as quais o pH é maior que 5.2.
Discussão
Foi analisado então o processo de formação do ácido sulfuroso, a partir da queima de enxofre sólido em contado com o oxigênio, ocorre a formação de dióxido de enxofre (SO2), está reação é representada da seguinte forma:
Em seguida este gás entra em contato com a água destilada, formando ácido sulfuroso ()
Estudando o processo de formação do óxido de magnésio, formado a partir da queima de magnésio em contato com o oxigênio
Logo, este reage com a água gerando o dióxido de magnésio da seguinte forma
Sabendo que os frascos de número 2 contém um ácido, tal que, 2-A é incolor e 2-B é azul, pode-se perceber que este padrão de cores se repetiu nos frascos de número 4, o que levou a dedução de que é um ácido. O mesmo pode ser feito partindo dos frascos de número 3, os quais contém uma base, gerando as cores rosa e vermelho para os tubos 3-A e 3-B respectivamente, como os tubos de número 5 seguem este padrão, pode-se concluir que é uma base.
Conclusões 
Analisando os dados experimentais obtidos, comparando-os com a teoria, pôde-se afirmar que o método experimental executado obteve êxito, visto que este é qualitativo. Foi possível concluir que o dióxido de enxofre é um óxido ácido, pois, quando colocado em contato com a água, transforma-se no ácido sulfuroso e que o óxido de magnésio é um óxido básico, pois em contato com a água transforma-se no hidróxido de magnésio, que é uma base. Por fim, foi possível perceber a importância dos indicadores e como são fontes confiáveis para determinar substâncias ácidas e básicas.
Referências Bibliográficas
 [1] \u2013 Manual de Laboratório - Física Experimental - H. Mukai e Paulo R. G. Fernandes \u2013 2017.
[2] \u2013 Normas e Padrões para Elaboração de Trabalhos Acadêmicos - Bruhmer Cesar Forone Canonice \u2013 2013.
[3] \u2013 BROWN, Theodore; LEMAY, H. Eugene; BURSTEN, Bruce E. Química: a ciência central. 9 ed. Prentice-Hall, 2005.