PLANO DE TRABALHO Educação Especial

PLANO DE TRABALHO Educação Especial

Disciplina:Educação4.174 materiais10.600 seguidores
Pré-visualização1 página
PLANO DE TRABALHO
(NOME COMPLETO DO CANDIDATO)

PROJETO DE OFICINA TEMPO INTEGRAL:
(MACRO CAMPO)
(TEMA DA OFICINA)

LONTRAS
2019
SUMÁRIO

1.INTRODUÇÃO.......................................................................................2
2.JUSTIFICATIVAS..................................................................................3
3.OBJETIVOS...........................................................................................3
3.1 Objetivos Gerias..................................................................................3
3.2 Objetivos específicos..........................................................................4
4.METODOLOGIA....................................................................................5
5.AVALIAÇÃO..........................................................................................5
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS........................................................7

Introdução
Incluir alunos com deficiência na escola é, atualmente, um dos maiores desafios educacionais. Neste propósito, faz-se necessário que a escola crie oportunidades e também viabilize à comunidade escolar, mais especificamente para os professores, romper com as barreiras da sala de aula regular. Nesse processo de Inclusão educacional muitas barreiras já foram derrubadas. Ofato de o aluno estar em sala de aula é a principal delas. Mas é importante ressaltar que estar na escola não significa que esse aluno foi incluído. Faz-se necessário que ele participe do processo educacional e que seja aceito por todos como alguém que, apesar das limitações, aprende. Por isso, a participação desse aluno nas atividades escolares deve ser estimulada, oferecendo-se os recursos necessários para que ele se sinta capaz de dar respostas significativas. A preocupação com a aprendizagem desse “aluno especial” deve ser alvo de discussão, como a de qualquer outro aluno da escola, tendo em vista que a pessoa com deficiência estará, como os demais, aprendendo a desenvolver suas potencialidades.

Justificativa
Por Educação Inclusiva se entende o processo de inclusão dos portadores de necessidades especiais ou de distúrbio de aprendizagem na rede comum de ensino em todos os seus graus, da pré-escola ao quarto grau.
Através dela se privilegiam os projetos de escola que devem pautar-se em princípios éticos, políticos e estéticos de modo a assegurar a preservação da dignidade humana, a busca da identidade a igualdade de oportunidades e o exercício da cidadania.

Objetivos

3.1 Objetivos gerais
Propor ações educativas que possam atender às reais necessidades dos educandos.
Sensibilizar os demais docentes da importância da educação inclusiva e através de recursos tecnológicos pedagógicos e outros recursos,
Buscar reduzir os problemas e dificuldades de aprendizagem dos alunos
Desenvolver diferentes atividades para, complementar e/ou suplementar a formação dos alunos, através da Sala de Recursos e nos demais espaços escolares, fazendo com que esses alunos se integrem cada vez mais a nossa escola, preparando-os para terem cada vez mais autonomia, sendo pessoas atuantes e participativas da sociedade em que vivemos.

 3.2 Objetivos Específicos:
Compreender o aluno com necessidades especiais, assim como demais alunos, como parte de TODA a escola;
Flexibilizar a ação pedagógica nas diferentes áreas de conhecimento de modo adequado às necessidades especiais de aprendizagem, respeitando as individualidades dos alunos;
Buscar a melhor integração dos alunos com necessidades especiais na escola, auxiliando o seu desenvolvimento educacional e social, valorizando e respeitando as diferenças de cada um;
Organizar a Sala de Recursos e zelar pelos seus materiais, para que sejam sempre bem aproveitados pelos alunos;
Planejar as atividades para os alunos com criatividade e atendendo as necessidades individuais dos alunos, explorando as Tecnologias Assistivas e demais materiais disponíveis para trabalhar com as crianças;
Organizar as atividades dos alunos para que seja feito o acompanhamento do seu desenvolvimento (pastas, portfólios, fotografias, cadernos, e/ou demais materiais que julgar necessário);
Atender os alunos com necessidades especiais em contra turno escolar, (individualmente ou em pequenos grupos, dando complemento ou suplemento na ação pedagógica destes alunos;
Auxiliar o professor de turma a realizar adaptações de materiais e recursos sempre que necessário, assim como adaptações curriculares, conforme sua disponibilidade;
Trabalhar juntamente com os professores e com a equipe diretiva na construção do Plano Individualizado de Ensino dos alunos com necessidades especiais da escola;
Realizar visitas na sala de aula e nos diferentes espaços escolares, a fim de observar como está ocorrendo à inclusão do aluno com necessidades especiais na escola, orientando os professores com idéias e sugestões para a melhor integração destes alunos;

Metodologia
A metodologia acontecerá por meio de flexibilizações e de adaptações das atividades (quando
necessárias) e por meio de estratégias e recursos/materiais previamente planejados com as demais professoras, bem como, a forma de mediação sistemática para as aprendizagens e a busca da interação nos espaços escolares desses estudantes.

Buscar formas de o aluno manifestar o que pode aprender e não se preocupar com as rotulações;
Organizar práticas educativas que permitam aos alunos oferecerem uns aos outros, ajuda para a solução das dificuldades;
Utilizar as experiências de vida do próprio aluno como fator motivador da aprendizagem dele;
Ser flexível nos métodos de avaliação, pois sabe que os testes, provas e exames provocam medo e ansiedade nos alunos;
Contribuir para a construção de uma escola de qualidade para todos, cooperando com o aprimoramento do sistema escolar, no sentido de melhorar o acesso à educação das pessoas com necessidades educativas especiais.

Recursos:

Jogos quebra-cabeça, dominó, baralho, canudinhos
Cartazes com figuras e gravuras
Alfabeto manual;
TV
Vídeo
Computador
Internet
Cola
Tesoura
Fantoches
Pincel, quadro branco
Massa de modelar
Jornal, revistas
Tesoura, régua
Livros de histórias infantis e livros didáticos
Jogos matemáticos e jogos online
Computadores
Arquivos de texto
Acionador de pressão
Aranha mola
Calculadora
Papéis variados
Sólidos geométricos
Embalagens vazias
Tinta guache
E outros materiais que possam ser adaptado.

Avaliação

Uma avaliação contínua, com olhar atento para novas informações que podem ser descobertas acerca do aluno, maximizar o que o aluno é capaz de fazer, obter toda a informação possível para ajudá-lo.