A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
31 pág.
APOL 1 2 3 4 5 e DISCURSIVAS

Pré-visualização | Página 5 de 8

resolva o problema que segue: 
 
Em 2017 uma empresa recebeu do banco, para realizar um projeto, um valor de 
empréstimo de R$250 mil para ser devolvido no prazo de 6,5 meses na seguinte 
condição: taxa de juro de 24% ao ano, regime por juro composto linear, capitalização 
mensal, pagamento em parcela única na data do vencimento do contrato. Na quitação do 
empréstimo, qual é o valor “total” (o valor futuro) que deverá ser pago pela empresa ao 
banco? 
Escolha a alternativa correta, segundo a teoria vista no texto da disciplina: 
Nota: 20.0 
 
A R$ 281.540,60 
 
B R$ 250.000,00 
 
C R$ 310.000,00 
 
D R$ 284.356,01 
Você acertou! 
Resposta correta: 
Letra “d” 
 
Justificativa: 
a) Dados: 
Regime linear............ : “n parte inteira” no expoente; o n decimal é por juro simples 
VF................................ : ? 
VP............................... : R$ 250 mil 
i.................................... : 24% ao ano = 24% /12 meses = 2% ao mês = 2/100 ao mês 
n.................................. : 6,5 meses 
 
b) Cálculo: 
VF= VP . (1 + i )n da parte inteira . (1 + i . n da para decimal ) 
VF= 250 000 . (1 + 2/100)6 . (1 + 2/100 . 0,5) 
VF= 250 000 . 1,1262 . 1,0100 
VF= 250 000 . 1,13742 
VF=R$ 284.356,01 
FONTE: AULA 05 - TEMA 3, p.10 a 17 
 
E R$ 275.000,00 
 
Questão 3/5 - Análise de Viabilidade Econômico-Financeira 
O tempo interfere no valor do capital, seja em um cenário econômico inflacionário ou não. 
O que acontece é que quando em um projeto se faz a injeção de capital, o investidor que 
o fez exige retorno sobre este. Isto é, ele quer uma remuneração que cubra tanto as 
oportunidades que foram perdidas quando certo projeto foi escolhido, como, também, os 
riscos que esta operação em específico tem segundo suas percepções. É nesse contexto 
que surje a importância da Engenharia Econômica, pois é ela que, resumidamente, 
fornece o instrumental que nos permite entender, em um processo de Análise de 
Viabilidade Econômico-Financeira (AVEF): quanto um projeto é favorável ou não ao longo 
do tempo para atender os anseios dos investidores. Seja por meio de cálculos básicos de 
juros simples e juros compostos, seja em suas ramificações como, por exemplo, no 
cálculo da taxa real de um investimento, dada consideração do impacto inflacionário. 
 
Utilizando o instrumental da Engenharia Econômica resolva o problema que segue: 
 
Em 2017 uma empresa recebeu do banco, para realizar um projeto, um certo valor de 
empréstimo para ser devolvido no prazo de 1 ano na seguinte condição: capitalização 
anual com taxa de juro efetiva ao ano de 26,5%. Após a quitação da dívida, a empresa 
apurou que a inflação durante o período do empréstimo tinha sido de 10%, sendo assim: 
qual foi a taxa real de juros desta operação para a empresa? 
Escolha a alternativa correta, segundo a teoria vista no texto da disciplina: 
Nota: 20.0 
 
A 16,5% 
 
B 15,0% 
Você acertou! 
Resposta correta: 
Letra “b” 
 
Justificativa: 
r = (1+ i) / (1 + p) - 1 
onde: 
r = taxa real = ? 
i = taxa efetiva = 26,5% ao ano = 26,5 / 100 ao ano 
p = inflação do período = 10% ao ano = 10 /100 ao ano 
 
r = (1+ 26,5/100) / (1 + 10/100) - 1 
r = 1,265 / 1,1 -1 
r= 1,15 - 1 
r=0,15 = 15/100 = 15% 
FONTE: AULA 05 - TEMA 4, p.24 e 25 
 
C 26,5% 
 
D 10,0% 
 
E 13,25% 
 
Questão 4/5 - Análise de Viabilidade Econômico-Financeira 
O tempo interfere no valor do capital, seja em um cenário econômico inflacionário ou não. 
O que acontece é que quando em um projeto se faz a injeção de capital, o investidor que 
o fez exige retorno sobre este. Isto é, ele quer uma remuneração que cubra tanto as 
oportunidades que foram perdidas quando certo projeto foi escolhido, como, também, os 
riscos que esta operação em específico tem segundo suas percepções. É nesse contexto 
que surje a importância da Engenharia Econômica, pois é ela que, resumidamente, 
fornece o instrumental que nos permite entender, em um processo de Análise de 
Viabilidade Econômico-Financeira (AVEF): quanto um projeto é favorável ou não ao longo 
do tempo para atender os anseios dos investidores. Seja por meio de cálculos básicos de 
juros simples e juros compostos, seja nas ramificações que estes permitem em análises 
mais complexas. 
 
Utilizando o instrumental da Engenharia Econômica resolva o problema que segue: 
 
Em 2017 uma empresa recebeu do banco, no dia 30 de março, para realizar um projeto, 
um valor de empréstimo de R$250 mil para ser devolvido no dia 30 de junho na seguinte 
condição: taxa de juro de 73% ao ano e regime por juro simples exato. Na quitação do 
empréstimo, qual é o valor “total” (o valor futuro) que deverá ser pago pela empresa ao 
banco? 
 
(Obs.: Março tem 31 dias; Abril tem 30 dias; Maio tem 31 dias; Junho tem 30 dias, o ano 
de 2017 tem 365 dias; mas atenção: só porque estes dados estão aqui, não significa que 
são necessários neste problema, decidir se eles devem ser usados ou não é parte da 
avaliação). 
Escolha a alternativa correta, segundo a teoria vista no texto da disciplina: 
Nota: 20.0 
 
A R$ 250,00 mil 
 
B R$ 295,63 mil 
 
C R$ 182,50 mil 
 
D R$ 296,00 mil 
Você acertou! 
Resposta correta: 
Letra “d” 
 
Justificativa: 
a) Dados: 
Regime exato....... : dias do mês são exatamente contados e ano tem 365 ou 366 dias 
VF........................... : ? 
VP........................... : R$ 250 mil 
i............................... : 73% ao ano = 73% /365 = 0,2% ao dia = 0,2/100 ao dia 
n.............................. : 30 março a 30 junho = 1 + 30 + 31+30 dias = 92 dias 
Portanto: os dados da “obs.” foram usados. 
 
b) Cálculo: 
VF= VP . (1 + i . n) 
VF= 250 000 . (1 + 0,2/100 . 92) 
VF= 250 000 . 1,184 
VF=R$296.000,00 
FONTE: AULA 05 - TEMA 2, p.5 a 8 
 
E R$ 432,50 mil 
 
Questão 5/5 - Análise de Demonstrativos Financeiro e Índices de Desempenho 
Marque os itens abaixo relacionados com os prazos médios de rotação como Verdadeiro 
(V) ou Falso (F) e em seguida, assinale a sequência correta. 
 
I – Quanto maior for à rotação de estoques maior será o seu prazo de reposição. 
II - Quanto maior a rotação de créditos, menor será o prazo de recebimento das vendas. 
III – Quanto menor a rotação de débitos/pagamentos, maior é o prazo de pagamento. 
IV – A empresa deve reduzir ao máximo a rotação de contas a receber, reduzindo ao 
máximo o prazo médio de recebimento das vendas. 
A sequência CORRETA é: 
Nota: 20.0 
 
A F, V, F, V. 
 
B V, F, F, V. 
 
C V, F, V, F. 
 
D F, V, V, F. 
Você acertou! 
Alternativa D - Apostila 5: Índices de Atividade – Rota 5: Prazos médios x rotações. 
 
Justificativa 
I – Falsa - Quanto maior for à rotação de estoques menor será o seu prazo de reposição. 
II – Verdadeira - Quanto maior a rotação de créditos, menor será o prazo de recebimento das vendas e 
vice-versa. 
III – Verdadeira - Quanto menor a rotação de débitos, maior é o prazo de pagamento e vice-versa. 
IV – Falsa - A empresa deve aumentar ao máximo a rotação das contas a receber, reduzindo ao 
máximo o prazo médio de recebimento das vendas. 
 
E F, F, V, F. 
 
 
APOL 5 
 
Questão 1/5 - Análise de Viabilidade Econômico-Financeira 
O tempo interfere no valor do capital, seja em um cenário econômico inflacionário ou não. 
O que acontece é que quando em um projeto se faz a injeção de capital, o investidor que 
o fez exige retorno sobre este. Isto é, ele quer uma remuneração que cubra tanto as 
oportunidades que foram perdidas quando certo projeto foi escolhido, como, também, os 
riscos que esta operação em específico tem segundo suas percepções. É nesse contexto 
que sueje a importância da Engenharia Econômica, pois é ela que, resumidamente, 
fornece o instrumental que nos permite entender, em um processo de

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.