UFC   Quimica Geral   Resolução Lista 5   Cinetica e Equilibrio   2017
59 pág.

UFC Quimica Geral Resolução Lista 5 Cinetica e Equilibrio 2017

Pré-visualização5 páginas
de I2 e 1,0g 
de H2 em um recipiente de 5L a 175 K. 
\uf028 \uf029
\uf028 \uf029\uf028 \uf029
\uf028 \uf029
\uf028 \uf029\uf028 \uf029
\uf028 \uf029
CP
n
CP
P
IH
HI
P
HI
I
H
KK
nRTKK
K
PP
P
K
LmolP
LmolP
LmolP
\uf03d
\uf03d\uf044\uf05c\uf03d
\uf0b4\uf03d
\uf03d\uf03d
\uf03d
\uf03d
\uf03d
\uf044
\uf02d
0
1076,4
877,0958,0
02,0
/020,0
/877,0
/958,0
4
22
22
2
2
39º Questão Quando a reação H2(g) + I2(g) \u21cc 2HI(g) está em equilíbrio a 175 K as 
pressões parciais de H2, I2 e HI são, respectivamente, 0,958, 0,877 e 0,02 atm. Qual 
será a massa de HI (no equilíbrio) obtida a partir da mistura de 126,9g de I2 e 1,0g 
de H2 em um recipiente de 5L a 175 K. 
 H2(g) + I2(g) \u21cc HI(g) 
 0,10 0,1 0 
 -x -x 2x 
 0,1-x 0,1-x 2x 
 
\uf05b \uf05d
\uf05b \uf05d Lmol
L
molg
g
H
Lmol
L
molg
g
I
/1,0
5
/2
1
/1,0
5
/8,253
9,126
2
2
\uf03d\uf03d
\uf03d\uf03d
\uf028 \uf029
\uf028 \uf029
\uf028 \uf029
\uf028 \uf029
\uf028 \uf029
\uf028 \uf029
\uf028 \uf029
gmolgmolHI
molLLmol
Lmol
x
xx
x
x
x
x
x
x
KC
759,2/9,12702157,0
02157,05/104,314
/104,314 10157,22
:equilíbrio No
10157,2
1,00218,02
0218,0
1,0
2
1076,4
1,0
2
1076,4
1,0
2
3
33
3
4
2
2
4
2
2
\uf03d\uf0b4\uf03d
\uf03d\uf0b4\uf0b4
\uf0b4\uf03d\uf0b4\uf0b4
\uf0b4\uf03d
\uf02d\uf03d
\uf03d
\uf02d
\uf0b4\uf03d
\uf02d
\uf0b4\uf03d
\uf02d
\uf03d
\uf02d
\uf02d\uf02d
\uf02d
\uf02d
\uf02d
40º Questão Um método proposto para armazenar energia solar utiliza SO3 de 
acordo com a reação: 
2 SO3(g) \u21cc 2 SO2(g) + O2(g) 
O SO3 é dissociado em um recipiente aquecido a 800 ºC por energia solar. O SO2 e o 
O2 produzidos na reação são conduzidos a um trocador de calor onde reagem 
liberando calor. Se o SO3 for 56% dissociado e a pressão total for 3 atm qual o valor 
de Kp? 
 2SO3(g) \u21cc 2SO2(g) + O2(g) 
 P 0 0 
 -2x +2x x 
 P-2x +2x x 
 \uf028 \uf029
\uf028 \uf029
\uf028 \uf029\uf028 \uf029
\uf028 \uf029
059,1
03,1
31,1655,0
03,131,134,2
31,1
655,034,228,0
2
2
2
2
3
22
3
2
2
\uf03d
\uf03d\uf03d
\uf03d\uf02d\uf03d
\uf03d
\uf03d\uf0b4\uf03d
P
SO
SOO
P
SO
SO
O
K
P
PP
K
P
P
P
atmP
PP
atmxPxxxPP
Px
Px
T
34,2
28,1
3
328,0
322
28,0
56,02
\uf03d\uf03d
\uf03d\uf02b
\uf03d\uf02b\uf03d\uf02b\uf02b\uf02d\uf03d
\uf03d
\uf03d
41ª Questão - Uma amostra de 12,8 g de SO3 foi colocada em um recipiente 
evacuado a 600 °C, a decomposição ocorre de acordo com a reação: 
SO3(g) \uf044 SO2(g) + ½ O2(g) 
No equilíbrio a pressão total e a densidade da mistura reacional é 1,80 atm e 1,60 
g/L, respectivamente. Calcule Kp e Kc 
SO3(g) \uf044 SO2(g) + ½ O2(g) 
Início p - - 
equilíbrio p-x x 0,5x 
m(SO3) + m(SO2) + m(O2) = 1,6 
MM
m
n \uf03d
n(SO3)MM(SO3) + n(SO2)MM(SO2) + n(O2)MM(O2) = 1,6 
V
d O2SO2SO3
m m m \uf02b\uf02b
\uf03d
V
d O2O2SO2SO2SO3SO3
MMn MMn MMn \uf02b\uf02b
\uf03d
41ª Questão 
SO3(g) \uf044 SO2(g) + ½ O2(g) 
Início p - - 
equilíbrio p-x x 0,5x 
Para gás: PV = nRT 
RT
PV
n \uf03d
V
MM
V
MM
V
MM
RT
V
d
OSOSO 2
O2
2
SO2
3
SO3 .
RT
).(P
.
RT
).(P
.
).(P
\uf02b\uf02b
\uf03d
RT
MMMMMM
d OSOSO 2O22SO23SO3
)(P)(P)(P \uf02b\uf02b
\uf03d
MM(SO3) = 80g mol
-1 
MM(SO2) = 64g mol
-1 
MM(O2) = 32g mol
-1 )873)(082,0(
32)(P64)(P80)(P O2SO2SO3 \uf02b\uf02b\uf03dd
41ª Questão 
SO3(g) \uf044 SO2(g) + ½ O2(g) 
Início p - - 
equilíbrio p-x x 0,5x 
80PSO3 + 64PSO2 + 32PO2 = 114,5 
)873)(082,0(
32)(P64)(P80)(P O2SO2SO3 \uf02b\uf02b\uf03dd
80(p-x) + 64x + 32(0,5x) = 114,5 
p = 1,43atm 
x =0,74atm 
c
n
p KRTK
\uf044\uf03d )(
Kp = 0,65 
Kc = 0,077 
42º Questão \u2013 Considere a reação: 2H2S(g) + SO2(g) \u21cc 3S(s) + 2H2O(g) 
\u394H = -234,11 kJ 
Descreva como o sistema em equilíbrio se comporta após as seguintes 
perturbações: remoção de SO2(g); adição de S(s); aumento da pressão e diminuição 
da temperatura. 
 
 
2 H2S (g) + SO2(g) \u21cc 3 S2 (s) + H2O (g) + Calor \u394H = -234,11 Kj 
 
 
a. Remoção SO2(g) \u2192 Reagente 
 
b. Adição S(s) não afeta o equilíbrio. 
 
c. P\u2191 V\u2193. Desloca no sentindo de menor nº de mol de substâncias 
gasosas \u2192 produto. 
 
d. T\u2193 . Retirada de calor \u2192 produto. 
 
43º Questão \u2013 Na fase gasosa, o iodo reage com o ciclopentano (C5H8) formando 
ciclopentadieno (C5H6) e iodeto de hidrogênio. Explique como cada um dos 
seguintes efeitos afeta a quantidade de HI (g) presente na mistura reacional no 
equilíbrio: 
I2(g) + C5H8(g) + calor \u21cc C5H6(g) + 2HI(g) \uf044H°= 92,5 kJ 
a. Aumentando a temperatura da mistura 
b. Introduzindo mais C5H6; 
c. Dobrando o volume do recipiente; 
d. Adicionando um catalisador apropriado; 
e. Adicionando um gás inerte como o He a volume constante da mistura 
reacional. 
 
a. T \u2191 Reação endotérmica \u2192 reage formando produto 
b. Adição C5H6(g) \u2192 reagente. 
c. 2 × Volume, V\u2191 Desloca no sentindo de maior nº de 
mol de substâncias gasosas \u2192 produto. 
d. Catalisador não afeta. 
e. Não afeta. 
 
44º Questão \u2013 A constante de equilíbrio Kc da reação: 
H2(g) + Br2(g) 2HBr(g) 
é 2,18x106 a 730°C. Começando com 3,20 mols de HBr em um recipiente reacional 
de 12L, calcule as concentrações de H2, Br2 e HBr no equilíbrio. 
 
H2(g) + Br2 (g) \u21cc 2HBr(g) 
 0,267 
 X X - 2X 
 
 X X 0,267 \u2013 2X 
 
\uf028 \uf029
\uf028 \uf029\uf028 \uf029
Lmolx
xx
x
x
x
x
xx
x
KC
/1081,1
10478,1
267,0
10476,12267,0
10476,1
2267,0
1018,2
2267,0
1018,2
2267,0
4
3
3
3
6
6
2
\uf02d\uf0b4\uf03d
\uf0b4
\uf03d
\uf0b4\uf03d\uf02d
\uf0b4\uf03d
\uf02d
\uf0b4\uf03d
\uf02d
\uf0b4\uf03d
\uf02d
\uf03d
\uf05b \uf05d Lmol
L
mol
KC
/267,0
12
2,3
HBr
1018,2 6
\uf03d\uf03d
\uf0b4\uf03d
\uf05b \uf05d \uf05b \uf05d
\uf05b \uf05d Lmol
LmolBrH
/2666,0HBr
/1081,1 422
\uf03d
\uf0b4\uf03d\uf03d \uf02d
45º Questão \u2013 A 25°C, a pressão parcial de equilíbrio de NO2 e N2O4 é 0,15 atm e 
0,20 atm, respectivamente. Se o volume duplicar à temperatura constante, calcule 
as pressões parciais dos gases quando se atinge um novo estado de equilíbrio. 
2NO2(g) \u21cc N2O4(g) 
0,15 mol 0,2 mol 
\uf028 \uf029 \uf028 \uf029
89,8
15,0
2,0
22
2
42
\uf03d
\uf03d\uf03d
P
NO
ON
P
K
P
P
K
 2NO2(g) \u21cc N2O4(g) 
0,075 mol 0,1 mol 
 2x -x 
0,075-2x 0,1-x 
46º Questão \u2013 Uma amostra de N2O4(g) foi colocada em um cilindro vazio a 25 \uf0b0C. 
Após o equilibro ter sido atingido, a pressão total do sistema é de 1,5atm e 16% (por 
mols) da amostra original N2O4(g) foi dissociada em NO2(g). a) Calcule o Kp e o Kc para 
esta reação de dissociação. (b) Se o volume do cilindro aumentar até que a pressão 
total seja 1,0 atm (a temperatura do sistema permanece constante), calcule a 
pressão do equilíbrio para os gases N2O4 e NO2 
atmx
atmP
PP
xP
xP
207,0
293,1
16,1
5,1
5,116,0
5,1
5,1
\uf03d
\uf03d
\uf03d\uf02b
\uf03d\uf02b
\uf03d\uf02b
N2O4(g) \u21cc 2NO2(g) 
 P 0 
 -x 2x 
 P-x 2x 
\uf028 \uf029
\uf028 \uf029
3
2
104,6
156,0
207,0293,1
207,02
\uf02d\uf0b4\uf03d
\uf03d
\uf02d
\uf0b4
\uf03d
C
P
P
K
K
K
Px
xxP
16,0
5,12
\uf03d
\uf03d\uf02b\uf02d
a) 
46º Questão \u2013 Uma amostra de N2O4(g) foi colocada em um cilindro vazio a 25 \uf0b0C. 
Após o equilibro ter sido atingido, a pressão total do sistema é de 1,5atm e 16% (por 
mols) da amostra original N2O4(g) foi dissociada em NO2(g). a) Calcule o Kp e o Kc para 
esta reação de dissociação. (b) Se o volume do cilindro aumentar até que a pressão 
total seja 1,0 atm (a temperatura do sistema permanece constante), calcule a 
pressão do equilíbrio para os gases N2O4 e NO2 
 N2O4(g) \u21cc 2NO2(g) 
1,086 atm 0,417 atm 
0,724 atm 0,276 atm 
 -x +2x 
 0,724-x 0,276+2x 
b) 
V \u2191 Pressão total 1atm 
\uf028 \uf029
\uf028 \uf029x
x
\uf02d
\uf02b
\uf03d
724,0
2276,0