Direito das Sucessões - Exercícios de Fixação
1 pág.

Direito das Sucessões - Exercícios de Fixação


DisciplinaDireito Civil VI3.032 materiais28.053 seguidores
Pré-visualização1 página
EXERCÍCIOS PARA FIXAÇÃO

Questão 1: Tício e Mévia foram casados pelo regime da comunhão parcial de bens. Durante o casamento, adquiriram dois imóveis em São Paulo, cada qual no valor de R$ 200.000,00 e Tício recebeu de herança um imóvel de R$ 100.000,00. Nasceram 4 filhos: \u201cA\u201d; \u201cB\u201d; \u201cC\u201d e \u201cD\u201d. Antes do casamento, Tício tinha um imóvel de R$ 100.000,00. Falecido Tício, como será a divisão de patrimônio entre a viúva e os filhos de Tício? (SERVIR-SE DA CORRENTE MAJORITÁRIA)

Resposta:

Em se tratando de casamento realizado pelo regime da comunhão parcial de bens, havendo bem particular, diz a corrente majoritária que a viúva receberá a meação dos bens adquiridos durante o casamento (bens comuns) e concorrerá com os filhos nos bens particulares e também na meação dos bens comuns do falecido.

Mévia: Meação: imóvel de 200 + imóvel de 200 = 400 / 2 = R$ 200.000,00
 Herança: meação de 200 +
 imóvel de 100 (recebido por herança) +
 imóvel de 100 (antes do casamento) = 400 (a ser dividido por Mévia e 4 filhos)

Peça regra do artigo 1832, em concorrendo com seus filhos, caberá a viúva cota parte de no mínimo ¼ dos bens. Assim sendo:

400/4 = 100 (1/4 de Mévia)
300/4 (filhos) = 75 para cada filho

Total: Mévia: R$ 200.000,00 (meação) + R$ 100.000,00 (herança) = R$ 300.000,00
 Filhos: R$ 75.000,00 para cada filho

______________________________________________________________________

Questão 2: A família de Tício é constituída por: Mévia, sua atual companheira, com quem vive em união estável há cinco anos. Geraldo e Otávio, dois filhos do primeiro casamento de Tício com Gertrudes, Alana e Silvia, filhas decorrentes da união estável com Mévia. Seu filho mais velho, Geraldo é falecido, tenho deixado dois netos, Geraldinho e Marcinha. Alana tem duas filhas, Clotilde e Samanta. O patrimônio de Tício é composto por dois imóveis que lhe restaram após o processo de divórcio de Gertrudes, cada qual no valor de R$ 100.000,00, três casas adquiridas durante a união estável, cada qual no valor de R$ 200.000,000, sendo uma delas recebida por herança com cláusula de incomunicabilidade. Mévia recebeu, também por herança, durante a união estável, um carro, no valor de R$ 50.000,00. Com o falecimento de Tício, pergunta-se: a) Como será a divisão de patrimônio de Tício?

Resposta:
Em se tratando de união estável, aplica-se a regra do artigo 1790, I e II do CC. Assim sendo, a companheira receberá a meação dos bens adquiridos onerosamente na constância da união estável e concorrerá com os filhos nos demais bens particulares (apenas quanto àqueles adquiridos onerosamente na constância da união estável).
Mévia: Meação: casa de 200 + casa de 200 = 400/2 = R$ 200.000,00
 Herança: 200 (meação do falecido) / 5 (Mévia e 4 filhos) = R$ 40.000,00
 Total: R$ 240.000,00 + R$ 50.000,00 (carro que não se comunica)
Filhos: Herança: 200 (meação do falecido) / 5 (Mévia e 4 filhos) = R$ 40.000,00
 casa de 100 + casa de 100 (bens particulares antes da união estável) / 4 filhos = R$ 50.000,00
 casa de 200 (recebida por herança) / 4 filhos = R$ 50.000,00
Total de cada filho: Otávio, Silvia e Alana: R$ 140.000,00 cada um
A parte de Geraldo é dividida entre Geraldinho e Marcinha, cada qual recebendo R$ 70.000,00

b) Como seria a divisão de patrimônio se, ao invés da união estável, Tício e Mévia fossem casados pela Comunhão Total de bens e, além de todos os detalhes do enunciado, Alana tivesse sido declarada indigna.
Resposta:

Casados pela comunhão total de bens, todo o patrimônio, seja anterior ou durante o casamento se comunica, com exceção da casa recebida por herança com cláusula de incomunicabilidade. A viúva receberá a meação, mas não concorrerá com os filhos.

Patrimônio total que se comunica: casa de 200 + casa de 200 + casa de 100 + casa de 100 + carro de 50
Total: R$ 650.000,00 \u2013 Mévia (Meação) = R$ 325.000,00

Filhos: R$ 325.000,00 / 4 = R$ 81.250.000,00
 Casa de 200 (herança com cláusula de incomunicabilidade) / 4 = R$ 50.000,00

Total de cada filho: Otávio, Silvia e Alana: R$ 131.250,00 cada um
A parte de Geraldo é dividida entre Geraldinho e Marcinha, cada qual recebendo R$ 65.625,00
Nic
Nic fez um comentário
Sugiro exercícios envolvendo colação com excesso, testamento com excesso, entre outras possibilidades.
2 aprovações
Carregar mais