A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
23 pág.
Cap 3 - neuroanato

Pré-visualização | Página 5 de 5

o isquiático, o radial o mediano e outros, são mielínicos, ou seja, a maior parte de suas fibras são mielínicas. Tais nervos apresentam um envoltório de tecido conjuntivo rico em vasos, denominado epineuro. No seu interior, colocam-se as fibras nervosas organizadas em fascículos. O epineuro com seus vasos penetra entre os fascículos. No entanto, cada fascículo é delimitado pelo perineum,que compreende tecido conjuntivo denso ordenado e células epiteliais lamelares ou achatadas, que formam várias camadas entre esse tecido conjuntivo e as fibras nervosas. Entre as camadas de células epiteliais perineurais há também fibras colágenas. As células epiteliais perineurais são, contudo, facilmente identificadas à microscopia eletrônica. Unem-se uma às outras por junções íntimas ou de oclusão e assim isolam as fibras nervosas do contato com o líquido intersticial do epineuro e adjacências. Dentro de cada fascículo, delicadas fibrilas colágenas (colágeno tipo III), também denominadas fibras reticulares, formam o endoneuro, que envolve cada fibra nervosa. O endoneuro limita-se internamente pela membrana basal da célula de Schwann, visualizada apenas à microscopia eletrônica. À medida que o nervo se distancia de sua origem, os fascículos, com sua integridade preservada, o abandonam para entrarem nos órgãos a serem inervados. Assim, encontram-se nervos mais finos formados por apenas um fascículo e seu envoltório perineural. Um nervo mielínico pode conter em seu interior algumas fibras amielínicas. Feixes de fibras amielínicas podem também constituir delicados nervos ou troncos nervosos amielínicos. Os capilares sanguíneos encontrados no endoneuro são semelhantes aos do sistema nervoso central e, portanto, capazes de selecionar as moléculas que entram em contato com as fibras nervosas. Assim, no interior dos fascículos, tem-se uma barreira hematoneural. No entanto essa barreira só é efetiva graças ao perineuro epitelial, que isola o interior do fascículo. Ao nível das terminações nervosas sensoriais livres, das placas motoras e das terminações autonômicas, as fibras nervosas perdem seus envoltórios e não são protegidas por barreiras, como ocorre ao longo dos nervos, podendo, em consequência, sofrer a ação de fatores lesivos. Além do mais, bacilos como o da hanseníase podem atingir os nervos a partir das terminações, causando degeneração de fibras nervosas.