A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
AV2 - Princípios da Ciência e Tecnologia dos Materiais (1)

Pré-visualização | Página 1 de 2

Avaliação: CCE0291_AV2_201201585929 » PRINCÍPIOS DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA DOS MATERIAIS
	Tipo de Avaliação: AV2
	Aluno: 201201585929 - THUANE DA SILVA SANTOS
	Professor:
	JOAO MARQUES DE MORAES MATTOS
	Turma: 9002/B
	Nota da Prova: 4,0 de 8,0        Nota do Trabalho:        Nota de Participação: 2        Data: 10/06/2013 11:24:24
	
	 1a Questão (Cód.: 160011)
	Pontos:  / 1,5
	Os diagramas de fase ou diagramas de equilíbrio indicam as fases que se encontram em equilíbrio em função da temperatura, pressão e composição da substância considerada.
Sabe-se que em países frios, existe a prática de se misturar salmoura a água para que a mistura gelo+sal se torne líquida a temperatura ambiente.
Considerando o diagrama a seguir, que mostra o sistema água + salmoura + gelo e que a temperatura ambiente é de -10oC, indique a quantidade de sal a ser jogada na rua para que não haja gelo
 
 
.
		
	
Resposta:
	
Gabarito:
Solução entre 15% e 25% de NaCl.
	
	
	 2a Questão (Cód.: 71906)
	Pontos: 1,0  / 1,0
	Materiais que apresentam a estrutura cristalina CCC ( Cúbica de Corpo Centrado),quantos átomos existem na sua célula unitária?
		
	
	8
	
	6
	
	4
	 
	2
	
	9
	
	
	 3a Questão (Cód.: 157350)
	Pontos: 0,5  / 0,5
	Os aços podem ser classificados segundo as normas da SAE (Society of Automotive Engineers - EUA, nas quais uma possibilidade de classificação inclui a nomenclatura "SAE 10XX" para aços carbono, ou seja, sem elementos de liga, onde XX representa o teor de carbono no aço em questão.
Com relação a esta nomenclatura, assinale a alternativa CORRETA.
		
	
	O aço SAE 1020 possui 0,02% de C.
	
	O aço SAE 1080 possui 0,20% de C.
	
	O aço SAE 1020 possui 8,00% de C.
	
	O aço SAE 1020 possui 2,00% de C.
	 
	O aço SAE 1020 possui 0,20% de C.
	
	
	 4a Questão (Cód.: 157400)
	Pontos: 0,5  / 0,5
	Os tratamentos térmicos basicamente consistem em aquecer o metal a uma determinada temperatura, mantê-lo nesta temperatura durante um certo tempo e resfriá-lo a uma taxa apropriada. Este procedimento tem como objetivo alterar a microestrutura do metal, alterando em consequência, suas propriedades mecânicas e tornando-as adequadas a uma determinada finalidade. Por exemplo, se desejarmos obter um aço mais duro, porém mais frágil, poderemos pensar, de forma simplificada, em aquecimento e resfriamento rápido.
Com relação aos tratamentos térmicos, não podemos afirmar que:
		
	
	Quanto mais alta a temperatura de aquecimento, maior é o tamanho de grão.
	
	O tempo de permanência na temperatura de aquecimento (encharque) influencia no tamanho de grão.
	
	Quanto mais rápido for o resfriamento, menor o tamanho de grão.
	 
	A temperatura de aquecimento não influencia no tamanho de grão.
	
	A temperatura de aquecimento geralmente é superior a zona crítica.
	
	
	 5a Questão (Cód.: 60486)
	Pontos: 0,5  / 0,5
	Se o raio atômico do magnésio é 0,160 nm, calcule o volume de sua célula unitária na estrutura CCC e CFC.
		
	
	0,369 nm e 0,452 nm.
	
	0,136 nm e 0,666 nm.
	
	0,452 nm e 0,369 nm.
	 
	0,050 nm e 0,093 nm.
	
	0,093 nm e 0,050 nm.
	
	
	 6a Questão (Cód.: 59722)
	Pontos: 0,5  / 0,5
	Em relação aos materiais cristalinos e os não-cristalinos (amorfos) podemos afirmar que:
		
	 
	Os materiais cristalinos apresentam uma estrutura cristalina organizada que se repete por grande parte do material. Já os materiais amorfos não apresentam ordem que se repete a longo alcance.
	
	Tanto os materiais cristalinos quanto os amorfos apresentam uma estrutura cristalina organizada que se repete por grande parte do material.
	
	Tanto os materiais cristalinos quanto os amorfos não apresentam ordem que se repete por grande parte do material.
	
	Os materiais cristalinos são aqueles que formam as pedras preciosas e semi-preciosas, enquanto os materiais amorfos podem apresentar estrutura organizada ou desorganizada se repetindo por todo o material.
	
	Os materiais amorfos apresentam uma estrutura cristalina organizada que se repete por grande parte do material. Já os materiais cristalinos não apresentam ordem que se repete a longo alcance.
	
	
	 7a Questão (Cód.: 26908)
	Pontos: 0,0  / 1,0
	A principal diferença na realização dos tratamentos térmicos de Recozimento e Normalização é:
		
	
	O meio de aquecimento
	
	Tamanho de grão
	
	O tempo de permanência na temperatura de Austenitização
	 
	O tempo de resfriamento e o Tamanho de grão
	 
	O tempo de resfriamento
	
	
	 8a Questão (Cód.: 55066)
	Pontos: 0,0  / 0,5
	A industria armamentista mundial utiliza o Latão 70-30 para fabricar cartuchos de munição. Esta liga é formada por 70% de Cobre e 30% de Zinco, apresenta em  sua microestrutura somente a fase alfa,  uma boa resistência mecânica e excelente capacidade de resistir a deformações a frio oriundas de processos de fabricação de embutimento, forjamento, etc.  Como a microestrutra deste material fica com os grãos encruados devido ao processo de fabricação a frio, causa o aparecimento de tensões residuais, que podem levar o material a falhar prematuramente.
Pra solucionar este problema, existe a necessidade de se tratar o material termicamente, de tal forma que os grãos sejam recristalizados, sem que as propriedades mecânicas especificadas sejam afetadas.
O gráfico apresentado a seguir representa as fases de tratamento térmico dessa liga em questão, sendo assim podemos concluir que:
		
	
	Com relação ao tamanho de grão, podemos afirmar que o aumento da ductilidade diminui a resistência a tração;
	
	Em 600° houve um elevado crescimento granular e conseqüente fragilização do material em serviço;
	 
	Em 300°, podemos afirmar que houve uma Recristalização, porém os grãos ainda permanecem O aumento do tamanho de grão ocasionou perda resistência a tração;
	 
	Todas estão corretas
	
	Em 300°, podemos afirmar que houve uma Recristalização, porém os grãos ainda permanecem encruados;
	
	
	 9a Questão (Cód.: 157449)
	Pontos: 0,0  / 0,5
	Entre as diversas possibilidades de ligas de cobre, podem-se citar as denominadas ligas nobres, que são ligas de cobre com baixíssimo teores de outros elementos; neste tipo de liga, os teores de todos os elementos de liga somados não ultrapassam 2%.
A função desses elementos, como o cádmio e o cromo, é aumentar a resistência mecânica do cobre sem reduzir muito sua condutividade elétrica. Em alguns casos, são necessários tratamentos térmicos para aumentar a resistência mecânica dos cobres ligados.
Com relação às características das ligas de cobre, de uma forma geral podemos afirmar com EXCEÇÂO de:
		
	
	Possuem tendência a se tornar frágil a altas temperaturas
	
	Possuem elevado coeficiente de expansão térmica
	 
	Possuem ponto de fusão elevado
	 
	Possuem elevada condutividade térmica
	
	Possuem elevada condutividade elétrica
	
	
	 10a Questão (Cód.: 160098)
	Pontos: 1,0  / 1,5
	Existem diversas possibilidades de ligas de cobre, entre as quais as denominadas ligas nobres, que são ligas de cobre com baixíssimos teores de outros elementos; não ultrapassando 2%. Neste tipo de liga, discorra sobre a atuação de elementos como o Cádmio e o Cromo nas propriedades físicas da liga.
		
	
Resposta: as ligas para amálgama contem uma qualidade de prata maior do que dois terços em sua composiçao, assegurando uma cristalizaçao em tempo adquado e promovendo uma boa ressistencia na massa. a prata aumenta a resistencia mecanica e retarda a perda do brilho e oxidaçao do amalgama; aumenta sua expansao de presa e diminui o escoamento. o excesso de prata pode provocar expançao em demisia, porem, sua falta acompanhada de