Prática C aula 7 ok
3 pág.

Prática C aula 7 ok


DisciplinaPrática Jurídica I – Área Cível6 materiais42 seguidores
Pré-visualização1 página
Aula 7
XXI Exame da OAB \u2013 Direito Empresarial. Adaptada. 
Em 31/10/2012, quarta-feira, Peçanha, domiciliado e residente na Rua X, casa Y, nº 1, na cidade de São Lourenço/MG, adquiriu eletrodomésticos no valor de R$ 100.000,00 (cem mil reais), do Lojão Chalé Ltda., EPP, tendo sido emitida, na mesma data, uma nota promissória em caráter pro solvendo no valor de R$ 100.000,00 (cem mil reais), com vencimento para o dia 25/01/2013, sexta-feira, dia útil no lugar do pagamento. Em 05/01/2017, quinta-feira, o Sr. Fabriciano Murta, administrador e representante legal da credora, procura você munido de toda a documentação pertinente ao negócio jurídico mencionado. A cliente pretende a cobrança judicial do valor atualizado e com consectários legais de R$ 280.000,00 (duzentos e oitenta mil reais) por não ter sido adimplida a obrigação no vencimento pelo devedor e restadas infrutíferas as tentativas de cobrança amigável. Elabore a peça adequada, eficaz e pertinente para a defesa do interesse da cliente e considere que a Comarca de São Lourenço/MG tem duas varas com competência concorrente para julgamento de matérias cíveis. 
Obs.: a peça deve abranger todos os fundamentos de Direito que possam ser utilizados para dar respaldo à pretensão. A simples menção ou transcrição do dispositivo legal não confere pontuação.
EXCELENTISSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA ...VARA CÍVEL DA COMARCA DE SÃO LOURENÇO/MG
10 linhas
	LOJÃO CHALÉ LTDA EPP., pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob nº..., com sede na Rua..., nº..., bairro..., São Lourenço/MG, Cep..., com endereço eletrônico, representada por FABRICIANO MURTA, estado civil, profissão, nacionalidade, portador do RG nº..., inscrito no CPF sob o nº..., residente e domiciliado na Rua..., nº...,bairro..., estado/UF, Cep..., com endereço eletrônico, vem, por meio de seu advogado que esta subscreve, com endereço eletrônico, endereço profissional (endereço completo), para fins do art. 77, V, CPC, vem propor:
AÇÃO MONITÓRIA
	Pelo rito especial, com fundamento nos arts. 700/702 do CPC, em face de PEÇANHA, estado civil, profissão, nacionalidade, portador do RG nº..., inscrito no CPF sob o nº..., residente e domiciliado na Rua X, casa Y, nº 1,bairro..., São Lourenço/MG, Cep..., com endereço eletrônico, pelos fatos e fundamentos a seguir expostos.
DOS FATOS
	Na data de 31/10/2012 o Réu adquiriu eletrodomésticos no valor de R$ 100.000,00 (cem mil reais) na loja da parte Autora emitindo, na mesma data, uma nota promissória com vencimento para o dia 25/01/2013 no lugar do pagamento. Ocorre que, até a data de 05/01/2017 não foi feito o pagamento, mesmo após várias tentativas de cobrança amigável.
	Desta forma, resta ao Autor a cobrança judicial feita por seu administrador e representante legal, no valor atualizado e com consectários legais de R$ 280.000,00 (duzentos e oitenta mil reais).
DOS FUNDAMENTOS
	A parte Autora tem respaldo legal no art. 700, I, CPC tendo em vista o decurso de mais de 3 anos entre a data do vencimento e a data da solicitação de cobrança judicial, tendo ocorrido a prescrição da pretensão à execução da nota promissória.
Visto que o título perdeu a eficácia executiva e a credora pretende que o pagamento seja em dinheiro e não em entrega da coisa, muito menos o cumprimento de obrigação de fazer ou não fazer, caberá assim com base no art. 700, I, CPC, ação monitória.
Art. 700. A ação monitória pode ser proposta por aquele que afirmar, com base em prova escrita sem eficácia de título executivo, ter direito de exigir do devedor capaz:
I - o pagamento de quantia em dinheiro;
É cabível ressaltar a Súmula 504 do STJ como respaldo para o decurso do tempo:
\u201cO prazo para ajuizamento de ação monitória em face do emitente de nota promissória sem força executiva é quinquenal, a contar do dia seguinte ao vencimento do título.\u201d
Considerando que o vencimento ocorreu em 25/01/2013, não decorrem ainda 5 (cinco) ano9s, havendo assim tempestividade para a propositura da ação monitória.
DOS PEDIDOS
De tudo o exposto, requer o Autor:
Expedição de mandado de pagamento;
Condenação do Réu em honorários advocatícios de 5%;
Que haja procedência do pedido para constituir o título executivo judicial.
DAS PROVAS
	O AUTOR pretende provar os fatos através de documentos anexando o demonstrativo de débito.
DO VALOR DA CAUSA
	Dá-se a causa o valor de R$ 280.000,00 (Duzentos e oitenta mil reais).
Nestes termos, pede deferimento.
LOCAL/DATA
ADVOGADO
OAB/UF