ELETRICA APLICADA - ATPS
24 pág.

ELETRICA APLICADA - ATPS


DisciplinaElétrica Aplicada A Engenharia36 materiais278 seguidores
Pré-visualização4 páginas
FACULDADE ANHANGUERA DE JUNDIAÍ 
Engenharia Civil 5ºA 
 
 
 
 
ELETRICA APLICADA 
ATIVIDADE PRÁTICAS SUPERVISIONADA 
 
 
 
 
 
 
 
NOME RA 
Carlos Bruno Alcantara 6662443691 
Edegar Donisete Petroro 6271253477 
Gilberto Souza da Silva 6238205957 
João Paulo da Costa Silva 6814008103 
Thiago Rodrigues Simão 6658382629 
Wilson Mendes Junior 7061530000 
 
 
 
 Jundiaí 
Junho/2015 
Página | 2 
 
 
Sumário 
INTRODUÇÃO ........................................................................................................................................... 3 
ETAPA I PASSO I ................................................................................................................................... 4 
PASSO II ........................................................................................................................................... 6 
PASSO III ................................................................................................................................................... 8 
PASSO IV ............................................................................................................................................... 9 
ETAPA II PASSO I ............................................................................................................................ 10 
PASSO II .................................................................................................................................................. 11 
PASSO III ............................................................................................................................................. 12 
PASSO IV ......................................................................................................................................... 13 
ETAPA III PASSO I ........................................................................................................................... 14 
PASSO II .................................................................................................................................................. 15 
PASSO III ............................................................................................................................................. 16 
ETAPA IV PASSO I ........................................................................................................................... 17 
PASSO II .................................................................................................................................................. 18 
PASSO IV ............................................................................................................................................. 20 
ETAPA III PASSO IV (Relatório II) .................................................................................................... 21 
ETAPA IV PASSO III (Relatório II) .................................................................................................... 22 
BIOGRAFIA ..................................................................................................................................... 23 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Página | 3 
 
 
 INTRODUÇÃO
 
Objetivo do trabalho é obter o real conhecimento das correntes alternadas, circuitos 
monofásicos, potência e fator de potência. 
Desenvolveremos na ATPS: 
\uf0b7 As principais diferenças entre corrente alternada e continua; 
\uf0b7 Funcionamentos de motores em corrente alternada e corrente contínua; 
\uf0b7 Funcionalidade de transformadores elétricos, as vantagens do sistema trifásico; 
\uf0b7 Método de sistema de transportes de energia. 
Assim, desenvolveremos nossa atuação em equipes multidisciplinares, melhoria na 
comunicação de forma escrita oral e gráfica, avaliar o impacto das atividades da Engenharia 
no contexto social e ambiental e avaliar a viabilidade econômica de projetos de Engenharia. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Página | 4 
 
ETAPA I 
PASSO I 
A diferença é o sentido da corrente. Uma corrente elétrica nada mais é que um fluxo de 
elétrons (partículas que carregam energia) passando por um fio, algo como a água que circula 
dentro de uma mangueira. Se os elétrons se movimentam num único sentido, essa corrente é 
chamada de contínua. Se eles mudam de direção constantemente, estamos falando de uma 
corrente alternada. Na prática, a diferença entre elas está na capacidade de transmitir energia 
para locais distantes. A energia que usamos em casa é produzida por alguma usina e precisa 
percorrer centenas de quilômetros até chegar à tomada. Quando essa energia é transmitida por 
uma corrente alternada, ela não perde muita força no meio caminho. Já na contínua o 
desperdício é muito grande. Isso porque a corrente alternada pode, facilmente, ficar com uma 
voltagem muito mais alta que a contínua, e quanto maior é essa voltagem, mais longe a 
energia chega sem perder força no trajeto. 
Alternada: 
Nesse tipo de corrente, o fluxo de elétrons que carrega a energia elétrica dentro de um 
fio não segue um sentido único. Ora os elétrons vão para a frente, ora para trás, mudando de 
rota 120 vezes por segundo. Essa variação é fundamental, pois os transformadores que 
existem numa linha de transmissão só funcionam recebendo esse fluxo de elétrons alternado. 
Dentro do transformador, a voltagem da energia transmitida é aumentada, permitindo que ela 
viaje longe, desde uma usina até a sua casa. 
Contínua: 
Aqui o fluxo de elétrons passa pelo fio sempre no mesmo sentido. Como não há 
alternância, essa corrente não é aceita pelos transformadores e não ganha voltagem maior. 
Resultado: a energia elétrica não pode seguir muito longe. Por isso, a corrente contínua é 
usada em pilhas e baterias ou para percorrer circuitos internos de aparelhos elétricos, como 
um chuveiro. Mas ela não serve para transportar energia entre uma usina e uma cidade. 
 
 
Página | 5 
 
Geradores de corrente elétrica: 
Existem diversos tipos de geradores elétricos, que são caracterizados por seu princípio 
de funcionamento, alguns deles são: 
Geradores luminosos 
São sistemas de geração de energia construídos de modo a transformar energia luminosa 
em energia elétrica, como por exemplo, as placas solares feitas de um composto de silício que 
converte a energia luminosa do sol em energia elétrica. 
 
Geradores mecânicos 
São os geradores mais comuns e com maior capacidade de criação de energia. 
Transformam energia mecânica em energia elétrica, principalmente através de magnetismo. É 
o caso dos geradores encontrados em usinas hidroelétricas, termoelétricas e termonucleares. 
 
Geradores químicos 
São construídos de forma capaz de converter energia potencial química em energia 
elétrica (contínua apenas). Este tipo de gerador é muito encontrado como baterias e pilhas. 
 
Geradores térmicos 
São aqueles capazes de converter energia térmica em energia elétrica, diretamente. 
Quando associados dois, ou mais geradores como pilhas, por exemplo, a tensão e a 
corrente se comportam da mesma forma como nas associações de resistores, ou seja: 
\uf0b7 Associação em série: corrente nominal e tensão é somada. 
\uf0b7 Associação em paralelo: corrente é somada e tensão nominal. 
 
 
Página | 6 
 
 PASSO II
Corrente contínua constante 
 
Se o gráfico for dado por um segmento de reta constante, ou seja, não variável. Este tipo 
de corrente é comumente encontrado em pilhas e baterias. 
 
 
 
Corrente contínua pulsante 
 
Embora não altere seu sentido as correntes contínuas pulsantes passam por variações, 
não sendo necessariamente constantes entre duas medidas em diferentes