Aula_03 2015

Aula_03 2015


DisciplinaEstética e História da Arte Contemporânea902 materiais20.168 seguidores
Pré-visualização2 páginas
ESTÉTICA E HISTÓRIA DA ARTE CONTEMPORÂNEA
Aula 3: A arte e o mundo moderno
Tema da Apresentação
AULA 3 - A ARTE E O MUNDO MODERNO
ESTÉTICA E HISTÓRIA DA ARTE CONTEMPORÂNEA
Conteúdo Programático:
O surgimento do Impressionismo e da Arte Moderna;
Compreensão e análise da diferença entre arte realista ou naturalista clássica e arte moderna, pela introdução de conceitos relacionados à imagem como representação e abstração; e,
Apresentação dos conceitos e dos grandes artistas do Impressionismo e do Pós-Impressionismo.
Tema da Apresentação
AULA 3 - A ARTE E O MUNDO MODERNO
ESTÉTICA E HISTÓRIA DA ARTE CONTEMPORÂNEA
OS ANTECEDENTES DA ARTE MODERNA
Na arte moderna, é possível verificar que a técnica e a forma são os fins da arte, e os artistas passam a refletir sobre as suas próprias produções, segundo o posicionamento de Clement Greenberg, importante crítico de arte do séc. XX. Curiosamente, no quadro As Meninas \u2013 de Velazquez, num momento muito anterior, o pintor já se preocupava com tais questões.
Tema da Apresentação
AULA 3 - A ARTE E O MUNDO MODERNO
ESTÉTICA E HISTÓRIA DA ARTE CONTEMPORÂNEA
O REALISMO E A ARTE MODERNA
A arte moderna superou as concepções acadêmicas dominantes até fins do século XIX, e que se baseavam na herança renascentista. A formação do artista era responsabilidade da academia de arte, que depois de formá-lo, o lançava nos salões de arte. A arte moderna sucedeu uma primeira revolução na arte, ainda que basicamente temática, denominada de Realismo. 
O termo Realismo significa um estilo de época que predominou na segunda metade do século XIX. Entre 1850 e 1900 surge nas artes europeias, sobretudo na pintura francesa, uma nova tendência estética chamada Realismo, que se desenvolveu ao lado da crescente industrialização das sociedades.
Tema da Apresentação
AULA 3 - A ARTE E O MUNDO MODERNO
ESTÉTICA E HISTÓRIA DA ARTE CONTEMPORÂNEA
O REALISMO E A ARQUITETURA REALISTA
São características gerais da arte realista:
\u2022 o cientificismo
\u2022 a valorização do objeto
\u2022 o sóbrio e o minucioso
\u2022 a expressão da realidade e dos aspectos descritivos.
Os arquitetos realistas procuraram responder às novas necessidades urbanas, criadas pela industrialização. As cidades não exigem mais ricos palácios e templos. Elas precisam de fábricas, estações ferroviárias, armazéns, bibliotecas, escolas, hospitais e moradias, tanto para os operários quanto para a nova burguesia. Em 1889, Gustavo Eiffel levanta, em Paris, a Torre Eiffel, símbolo da "Cidade Luz\u201c.
Tema da Apresentação
AULA 3 - A ARTE E O MUNDO MODERNO
ESTÉTICA E HISTÓRIA DA ARTE CONTEMPORÂNEA
A ESCULTURA REALISTA
Auguste Rodin foi um escultor realista por que não se preocupava com a idealização da realidade. Ao contrário, procurou recriar os seres tais como eles são. Além disso, os escultores realistas, de um modo geral, preferiram os temas contemporâneos, assumindo muitas vezes uma intenção política em suas obras.
Sua característica principal
é a fixação do momento 
de um gesto humano. 
O Pensador - Rodin
Tema da Apresentação
AULA 3 - A ARTE E O MUNDO MODERNO
ESTÉTICA E HISTÓRIA DA ARTE CONTEMPORÂNEA
A PINTURA REALISTA
As principais características da pintura realista são:
\u2022Representação da realidade com a mesma objetividade de um cientista;
\u2022Ao artista não cabe "melhorar" artisticamente a natureza, pois a beleza está na realidade tal qual ela é; e,
\u2022Revelação dos aspectos mais característicos e expressivos da realidade.
E, os temas da pintura realista são a politização e a pintura social denunciando as injustiças e as imensas desigualdades entre a miséria dos trabalhadores e a opulência da burguesia. O povo tornava-se assunto frequente da pintura realista. A rudeza, a feiura, a vulgaridade dos tipos pintados, os elevava à categoria de heróis. Heróis que nada tinham a ver com os idealizados heróis da pintura romântica. 
Tema da Apresentação
AULA 3 - A ARTE E O MUNDO MODERNO
ESTÉTICA E HISTÓRIA DA ARTE CONTEMPORÂNEA
PRINCIPAIS ARTISTAS REALISTAS
Jean François Millet e Courbet foram os mais importantes pintores realistas. 
Mais tarde, Manet, que foi amigo e admirou o pintor realista Coubert e suas tendências artísticas sociais e socialistas, em sentido técnico, lançou as bases da arte impressionista. Esse pensamento, predominantemente técnico, que é encontrado primeiramente nos quadros de Manet, foi expresso anos depois (ainda no final do século XIX) pelo pintor e teórico Maurice Denis, ao afirmar que uma pintura antes de representar qualquer coisa, é uma \u201dsuperfície coberta de cores dispostas numa certa ordem\u201d.  
 
Tema da Apresentação
AULA 3 - A ARTE E O MUNDO MODERNO
ESTÉTICA E HISTÓRIA DA ARTE CONTEMPORÂNEA
A FOTOGRAFIA E O IMPRESSIONISMO
O surgimento da fotografia foi determinante para o movimento Impressionista e para o estabelecimento definitivo da arte moderna. A arte e a pintura não mais precisavam manter o compromisso com a fiel representação da realidade, afinal, a fotografia era muito mais competente e ágil nessa tarefa. Logo, estavam a pintura, e a arte de um modo geral, libertas para novas experimentações e \u201cousadias\u201d que construiriam, em pouco tempo, a arte moderna.
Tema da Apresentação
AULA 3 - A ARTE E O MUNDO MODERNO
ESTÉTICA E HISTÓRIA DA ARTE CONTEMPORÂNEA
A FOTOGRAFIA, O IMPRESSIONISMO E O SIMBOLISMO
Na arte, dois estilos foram contemporâneos ao surgimento da fotografia:
 O Impressionismo que alegava ter a vantagem da cor; e,
 
 O Simbolismo que afirmava que o pintor podia registrar a imaginação e criar livremente o que de fato não existia. 
Mas, ambas as vertentes reconheciam que na apreensão e captação da imagem, e em sua instantânea representação, a fotografia era superior à pintura.
Tema da Apresentação
AULA 3 - A ARTE E O MUNDO MODERNO
ESTÉTICA E HISTÓRIA DA ARTE CONTEMPORÂNEA
O MOVIMENTO IMPRESSIONISTA
O movimento impressionista surgiu em Paris, entre 1860 e 1870, devido à necessidade de redefinir a essência pictórica diante da fotografia, que desde então era o novo modo de apreensão da realidade. O pensamento impressionista, considerava que o verdadeiro artista era alguém em contato íntimo com a natureza e com uma reação à sensação mais imediata que a maioria das pessoas.
Tema da Apresentação
AULA 3 - A ARTE E O MUNDO MODERNO
ESTÉTICA E HISTÓRIA DA ARTE CONTEMPORÂNEA
PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DA ARTE IMPRESSIONISTA
\u2022 A pintura deve registrar as tonalidades que os objetos adquirem ao refletirem a luz solar, pois as cores da natureza se modificam constantemente, dependendo da incidência da luz do sol.
\u2022 As figuras não devem ter contornos nítidos, pois a linha é uma abstração do ser humano para representar imagens.
\u2022 As sombras devem ser luminosas e coloridas, tal como é a impressão visual que nos causam.
\u2022 Os contrastes de luz e sombra devem ser obtidos de acordo com a lei das cores complementares.
\u2022 As cores não devem ser obtidas pela mistura das tintas na paleta do pintor. É o observador que, ao admirar a pintura, combina as várias cores em sua retina, obtendo o resultado final. A mistura cromática deixava de ser técnica para se óptica.
Tema da Apresentação
AULA 3 - A ARTE E O MUNDO MODERNO
ESTÉTICA E HISTÓRIA DA ARTE CONTEMPORÂNEA
PRINCIPAIS ARTISTAS IMPRESSIONISTAS
 Claude Monet - incessante pesquisador da luz e de seus efeitos; 
 Auguste Renoir - foi o pintor impressionista que ganhou maior popularidade e chegou mesmo a ter o reconhecimento da crítica, ainda em vida;
 Edgar Degas - sua formação acadêmica e sua admiração por Ingres fizeram com que valorizasse o desenho e não apenas a cor; e, 
 No Brasil, o pintor Eliseu Visconti, que já não se preocupava mais em imitar modelos clássicos, mas em registrar os efeitos da luz solar nos objetos. 
Tema da Apresentação
AULA 3 - A ARTE E O MUNDO MODERNO
ESTÉTICA E HISTÓRIA DA ARTE CONTEMPORÂNEA
O PÓS-IMPRESSIONISMO E O NEO-IMPRESSIONISMO
O Pós-Impressionismo foi a denominação utilizada