aposentadoria por morte
1 pág.

aposentadoria por morte


DisciplinaContabilidade Básica23.336 materiais507.986 seguidores
Pré-visualização1 página
9.1 Cessão do benefício para o cônjuge ou companheiro
	Para o cônjuge ou companheiro, o direito à percepção de cada cota individual cessará:
	
	a) se inválido ou com deficiência, pela cessação da invalidez ou pelo afastamento da deficiência, respeitados os períodos mínimos decorrentes da aplicação das letras "b" e "c";
	
	b) em 4 meses, se o óbito ocorrer sem que o segurado tenha vertido 18 contribuições mensais ou se o casamento ou a união estável tiverem sido iniciados em menos de 2 anos antes do óbito do segurado;
	
	c) transcorridos os seguintes períodos, estabelecidos de acordo com a idade do beneficiário na data de óbito do segurado, se o óbito ocorrer depois de vertidas 18 contribuições mensais e pelo menos 2 anos após o início do casamento ou da união estável:
	
	c.1) 3 anos, com menos de 21 anos de idade;
	
	c.2) 6 anos, entre 21 e 26 anos de idade;
	
	c.3) 10 anos, entre 27 e 29 anos de idade;
	
	c.4) 15 anos, entre 30 e 40 anos de idade;
	
	c.5) 20 anos, entre 41 e 43 anos de idade;
	
	c.6) vitalícia, com 44 ou mais anos de idade.
INSTRUÇÃO NORMATIVA INSS/PRES Nº 77, DE 21 DE JANEIRO DE 2015 - DOU DE 22/01/2015 -
Alterada em 26/04/2016
 
Art.152. Independe de carência, a concessão das seguintes prestações no RGPS:
 
I -  auxílio-acidente;
II - salário-família;
III - pensão por morte e auxílio-reclusão; e
IV - Reabilitação Profissional.