A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
METODOS DE ALFABETIZAÇÃO

Pré-visualização | Página 1 de 1

1 - ALFABÉTICO
Inicia-se com os nomes das letras do alfabeto para depois fazer as combinações silábicas e, então, montar as palavras. Depois, a criança lê sentenças curtas, até chegar a histórias completas. É também conhecido como soletração, pois ensina o aluno a soletrar as sílabas até reconhecer a palavra, por exemplo, “d”, “a”, “da”, “d”, “o”, “do”: dado. É assim que você provavelmente aprendeu a ler e a escrever.
saiba mais
QUANDO MEU FILHO VAI APRENDER A LER E A ESCREVER?
Geralmente, esse método utiliza cartilhas ou apostilas e recebe críticas devido à decoreba e à repetição dos exercícios, além de não aproveitar a bagagem anterior de cada criança.
2 - SILÁBICO
Aqui a criança aprende primeiro as famílias de sílabas para, depois, compreender as palavras. Assim como no alfabético, o aprendizado é feito de forma mecânica.
3 - FÔNICO
O método parte do som das letras, os fonemas. A criança aprende associando que aquele som que as palavras fazem quando ela fala são representados graficamente pelas letras. São ensinadas as vogais, depois as consoantes e, então, sílabas e palavras. 
A crítica em relação a esse método, especialmente no Brasil, é a dificuldade que surge em nosso idioma por causa de palavras com som igual e grafia diferente, como cheque e xeque, seção e sessão. Por outro lado, como não usa a repetição exaustiva, permite atividades mais criativas e próximas do universo da criança.