RESUMO DE CONSTITUCIONAL
12 pág.

RESUMO DE CONSTITUCIONAL


DisciplinaDireito Constitucional II4.953 materiais105.400 seguidores
Pré-visualização3 páginas
SISTEMA PROPORCIONAL:
- CADA DISTRITO DEVE TER A MESMA QUANTIDADE DE ELEITORES.
- SISTEMA NO QUAL OS VOTOS COMPUTADOS SÃO OS DE CADA PARTIDO OU COLIGAÇÃO.
-> QUEM REGULA É O CÓDIGO ELEITORAL:
VALORIZA O PARTIDO E NÃO APENAS O CANDIDARO. 
° QUOCIENTE ELEITORAL (QE) \u2013 QUANTO MAIOR, MAIS DIFICIL FICA (513)
TOTAL DE VOTOS VÁLIDOS 
(VOTOS DE LEGENDA + VOTOS NOMINAIS \u2013 BRANCOS E NULOS) / VAGAS.
° QUOCIENTE PARTIDARIO (QP) \u2013 NUMERO DE VOTOS VÁLIDOS DO PARTIDO OU COLIGAÇÃO / QE
- MUNICIPIO COM 4500 ELEITORES, E 4 PARTIDOS DISPUTANDO 9 VAGAS NA CAMARA MUNICIAL, SENDO 2 DELES COLIGADOS. 
P1 / P2: 1200 QP = 1200/300 = 4
P3: 1100 QP = 1100/300 = 3
P4: 400 QP = 400/300 = 1
QE: (4000 \u2013 1300) / 9 = 300
->DE QUAL PARTIDO OU COLIGAÇÃO SERÁ A VAGA RESTANTE? 
->FÓRMULA DAS SOBRAS: VOTOS/ (QP+1)
P1 / P2: 1200/5 = 240
P3: 1100/4 = 275
P4: 400/2 = 200
RESPOSTA: A VAGA RESTANTE SERÁ DO P3. 
 REUNIÕES: O CN IRÁ SE REUNIR, ANUALMENTE, NA CAPITAL FEDERAL, DE 2/2 A 17/7 E DE 1/8 ATÉ 22/12. 
- AS REUNIÕES MARCADAS PARA ESSAS DATAS SERÃO TRANSFERIDAS P/ O 1º DIA ÚTIL SUBSEQUENTE, QUANDO RECAÍREM EM SABADOS, DOMINGOS OU FERIADOS.
- A SESSÃO LEGISLATIVA NÃO PODERÁ SER INTERROMPIDA SEM APROVAÇÃO DE PROJETO DE LEI SOBRE DIRETRIZES ORÇAMENTARIAS.
 SESSÃO LEGISLATIVA ORDINÁRIA: É SEMPRE COMPOSTA POR 2 PERÍODOS LEGISLATIVOS, UM EM CASA SEMESTRE. OS INTERVALOS SERÃO DENOMINADOS DE RECESSO PARLAMENTAR E CADA LEGISLATURA DURA 4 ANOS, TENDO 4 OU 8 PERÍODOS LEGISLATIVOS.
CASO NÃO SEJA APROVADO ATÉ 17/7 O PLDO SERÁ AUTOMATICAMENTE PRORROGADA ATE QUE OCORRA A APROVADO. 
 SESSÃO CONJUNTA: AS DUAS CASAS SE REUNIRÃO PARA: 
INAUGURAR A SESSÃO LEGISLATIVA;
ELABORAR O REGIME COMUM E REGULAR A CRIAÇÃO DE SERVIÇÕES COMUNS ÀS DUAS CASAS
RECEBER O COMPROMISSO DO PRESIDENTE E DO VICE-PRESIDENTE DA REPÚBLICA
CONHECER DO VETO E SOBRE ELE DELIBERAR
A PARTIR DO DIA 1º DE FEVEREIRO, ACONTECERÁ SESSÕES PREPARATÓRIAS PARA QUE HAJA A POSSE DE SEUS MEMBROS E ELEIÇÕES DAS RESPECTIVAS MESES, COM MANDATOS DE 2 ANOS SENDO VEDADA A RECONDUÇÃO PARA O MESMO CARGO. 
 MESAS DIRETORAS: SÃO RESPONSAVEIS PELAS FUNÇÕES ADMINISTRATIVAS E PELA CONDUÇÃO DOS TRABALHOS LEGISLATIVOS DE CADA CASA 
 MESA DO CN:
- PRESIDIDA PELO PRESIDENTE DO SENADO COM OS DEMAIS CARGOS ALTERNANDO ENTRE A CD E O SF. 
PLENÁRIO: ÓRGÃO DE DELIBERAÇAO MÁXIMA DE CADA CASA LEGISLATIVA.
->ATUALMENTE ELA É COMPOSTA POR 513 DA CD E 81 DO SF.
 A CONVOCAÇÃO EXTRAORDINARIA DO CN SERÁ FEITA PELO PRESIDENTE DA REPÚBLICA EM CASO DE DECRETO DE ESTADO DE DEFESA OU INTERVENÇÃO FEDERAL, PEDIDO DE AUTORIZAÇÃO P/ DECRETAÇÃO DE ESTADO DE SITIO E P/ O COMPROMISSO E A POSSE DO P.R. E VICE., CASO DE URGENCIA OU INTERESSE PÚBLICO RELEVANTE.
O CN SÓ IRÁ DELIBERAR SOBRE A MATERIA PARA QUAL FOI CONVOCADO. EXCESSÃO MEDIDAS PROVISÓRIAS EM VIGOR NA DATA DE CONVOCAÇÃO EXTRAORDINÁRIA DO CN.
PROCESSO OU PROCEDIMENTO LEGISLATIVO ORDINARIO OU COMUM:
- NÃO PODE AGREDIR AS CLAUSULAS PETREAS. 
- O PROCESSO ORDINÁRIO NÃO TEM PRAZO. 
- SUMÁRIO -> AS REGRAS SÃO AS MESMAS. 
TEM PRAZO
SE A INICIATIVA VIR DO PRESIDENTE DA REPÚBLICA O CONGRESSO TEM PRAZO PARA DELIBERAR
É IGUAL AO ORDINÁRIO, PORÉM TEM PRAZO.
- ESPECIAL: DECRETO LEGISLATIVO NÃO PRECISA DE SANSSÃO. 
A DIFERENÇA EM CASA UM DOS PROCESSOS SÃO COISAS MINIMAS, É NECESSARIO SE LIGAR APENAS NOS QUE SÃO DIFERENTES.
- MAIORIA: 
-> RELATIVA PARA LEI ORDINÁRIA \u2013 TODOS OS PRESENTES NA REUNIÃO OU SESSÃO. 
-> ABSOLUTA \u2013 TODOS OS PRESENTES NA CASA.
- ESPECIES NORMATIVAS: 
-> LISTAS POR COMPETÊNCIA. (ART. 59) 
- EMENDAS CONSTITUCIONAIS: QUANDO O CONGRESSO NACIONAL VOTA, NÃO ESTÁ EXERCENDO UM PODER LEGISLATIVO.
TEM QUE SER O PODER CONSTITUINTE.
NECESSÁRIO DE 3/5 DAS 2 CASAS EM 2 TURNOS. 
É RIGIDA POIS PRECISA DE UM PROCESSO LEGISLATIVO ESPECIAL PARA TER MODIFICAÇÃO E TEM COMO META DAR UMA MAIOR ESTABILIDADE. 
- MUTAÇÃO CONSTITUCIONAL:
-> O TEXTO NÃO SOFRE MODIFICAÇÃO APENAS O SENTIDO DELE. 
-> NÃO TEM REGULAMENTAÇÃO 
-> É UM PROCESSO NÃO FORMAL E SERVE COMO TRANSIÇÃO. 
- REFORMA CONSTITUINTE: PROCESSO FORMAL E SOLENE DE MUDANÇAS.
OCORRE COM A APROVAÇÃO DE EMENDAS CONSTITUCIONAIS
MODALIDADES: 
 REVISÃO \u2013 ADCT, ART 3º.
 EMENDA \u2013 CF, ART 60. 
- REVISÃO CONSTITUCIONAL: PROCESSO SIMPLIFICADO.
 MAIORIA ABSOLUTA.
			SESSÃO UNICAMERAL
- EMENDA À CONSTITUCIONAL:
. PERMANENTE
ÚNICO MEIO LEGÍTIMO DE MODIFICAÇÃO FORMAL
INTEGRAL AO PARLAMENTO (SÓ ELE PODE VOTAR) 
NÃO EXISTE OUTRO MEIO. 
-> 1/3 MÍNIMO DO CONGRESSO NACIONAL
-> PRESIDENTE
- EMENDAS: NÃO PODE SER EMENDADA EM CASOS DE INTERVENÇÃO FEDERAL, ESTADO DE DEFESA OU SITIO.
-> VOTADA PELO CONGRESSO NACIONAL EM 2 TURNOS E 3/5 DOS VOTOS 
-> MESAS DA CAMARA DOS DEPUTADOS E DO SENADO FEDERAL COM O RESPECTIVO Nº DE ORDEM. 
- LIMITAÇÕES CIRCUNSTACIAIS: IMPEDEM MODIFICAÇÕES QUANDO VERIFICADO DE SITUAÇÕES ANORMAIS E EXCEPCIONAIS.
	- BUSCA AFASTAR EVENTUAL PERTURBAÇÃO À LIBERDADE E À INDEPENDÊNCIA DO LEGISLADOR. 
	- A CF NÃO PODERÁ SER EMENDADA NA VIGÊNCIA DE ESTADO DE DEFESA, ESTADO E SÍTIO E INTERVENÇÃO FEDERAL.
- LIMINTAÇÕES PROCESSUAIS: DISTRIBUIDAS EM 4 GRUPOS:
	 RELATIVAS À INICIATIVA DE APRESENTAÇÃO DE UMA PEC
	 RELATIVAS À DELIBERAÇÃO PARA APROVAÇÃO DA PROPOSTA.
	 RELATIVAS À PROMULGAÇÃO DA EC.
	 RELATIVAS À VEDAÇÃO DE REAPRECIAÇÃO DE PED REJEITADA OU HAVIDA POR PREJUDICADA.
- LIMITAÇÕES MATERIAIS: EXCLUEM MATÉRIAS QUE POSSAM PROVOCAR A DESTRUIÇÃO DA CF E TENTAM ASSEGURAR A SUA INTEGRIDADE. \u2013 NATURALEMENTE DIVIDIDAS EM EXPLÍCITAS E IMPLÍCITAS. 
- EXPLÍCITAS: NÃO PASSÍVEIS DE SUPRESSÃO \u2013 NÚCLEO INDERROGÁVEL. 
- IMPLÍCITAS: FORA DO ALCANCE DO PODER DE REFORMA, SOB PENA DE RUPTURA DA ORDEM CONSTITUCIONAL VIGENTE. 
- CLÁUSULAS PÉTREAS: NÃO PODERÁ SER OBJETO DE DELIBERAÇÃO: 
	 A FORMA FEDERATIVA DE ESTADO
	 VOTO DIRETO, SECRETO, UNIVERSAL E PERIÓDICO
	 SEPARAÇÃO DOS PODERES.
	 OS DIREITOS E GARANTIAS INDIVIDUAIS. 
forças armadas:
 MILITAR: NÃO TEM DIREITO A HABEAS CORPUS, ENCETO CONTRA CRIME COMUM. 
APENAS ÀS PUNIÇÕES DISCIPLINARES MILITARES (É POSSÍVEL DISCUTIR OS PRESSUPOSTOS DE LEGALIDADE DAS PUNIÇÕES MILITARES)
 PATENTE: CONFERIDAS PELO PRESIDENTE DA REPÚBLICA E ASSEGURADAS EM PLENITUDE AOS OFICIAIS DA ATIVA, DA RESERVA OU REFORMADOS. 
 TRANSIFERENCIA COMPULSÓRIA PARA A RESERVA: SE O MILITAR TOMAR POSSE EM CARGO OU EM EMPREGO PÚBLICO CIVIL PERMANENTE.
 UM RESERVISTA É MAIS ÚTIL QUE ALGUÉM QUE ACABOU DE ENTRAR.
 É PROIBIDO O ACUMULO DE RENDA DE CARGOS PÚBLICOS, EXCETO SE HOUVER COMPATIBILIDADE DE HORÁRIO. EX: PROFISSOINAL DA SAÚDE. 
AGREGAÇÃO: PODE TOMAR POSSE DE CARGO CIVIL, NÃO ELETIVA, NÃO ENTRARÁ PARA A RESERVA, MAS TEM APENAS 2 ANOS PAARA FICAR FORA DO EXERCÍTO. 
 PROBIÇÕES: A SINDICALIZAÇÃO E A GREVE, NÃO PODE ESTAR FILIADO A PARTIDO POLÍTICO. 
 PERDA DE PATENTE: INDIGNO DO OFICIALATO OU COM ELE INCOMPATÍVEL. 
- OFICIAL JULGADO TANTO NA JUSTIÇA COMUM OU MILITAR A PENA PRIVATIVA DE LIBERDADE SUPERIOR A 2 ANOS, POR SENTENÇA TRANSITADA EM JULGADO. 
 DIREITOS SOCIAIS NO ART. 7º E 37, CF. 
 SERVIÇO MILITAR: É OBRIGATORIO. E NOS TEMPOS DE PAZ PODERÁ SER ATRIBUIDO SERVIÇO MILITAR ALTERNATIVO. 
- AS MULHERES E OS ECLESIÁSTICOS FICAM ISENTIS DO SERVIÇO MILITAR OBRIGATÓRIO EM TEMPO DE PAZ. 
CRIAÇÃO DO MINISTÉRIO DA DEFESA:
- TRANSFORMOU OS MINISTÉRIOS MILITARES EM COMANDOS TENDO O PRESIDENTE COMO COMANDANTE SUPREMO, ASSESSORADO PELOS COMANDOS MILITARES. 
->MINISTRO DA DEFESA DEVE SER BRASILEIRO NATO, ASSESSORA O PRESIDENTE DA REPÚBLICA NOS DEMAIS ASSUNTOS DA ÁREA MILITAR E SUBORDINA AS FORÇAS ARMADAS. 
 PRINCÍPIOS: HIERARQUIA (SUBORDINAÇÃO) E DISCIPLINA (OBEDIÊNCIA) 
 OBJETIVOS: DEFESA DA PÁTRIA, GARANTIA DOS PODERES CONSTITUCIONAIS, GARANTIA DA LEI E DA ORDEM (SUBSIDIÁRIO).
 SEGURANÇA PÚBLICA: PRESENVAÇÃO DA ORDEN PÚBLICA E DA INCOLUMIDADE DAS PESSOAS E DO PATRIMÔNIO. 
POLICIA FEDERAL PRF E PFF
POLICIA CIVIL
POLICIA MILITAR BOMBEIROS.
 POLÍCIA ADMINISTRATIVA: PREVENTIVA/ OSTENSIVA.
- DA UNIÃO: PF, PRF E PFF
- ESTADUAL: CBM E PM
 POLÍCIA JUDICIARIA: INVETIGADORA/ REPRESSIVA: