A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Atividade 2 QF (1)n

Pré-visualização | Página 1 de 1

Química Farmacêutica 
1) Defina o tipo de estratégia de modificação molecular que está sendo empregada nas moléculas abaixo. 
 
 
 
 
 
 
 
 
SIMPLIFICAÇÃO MOLECULAR 
TROCANDO O ANEL 
BIOISOSTERISMO 
SIMPLIFICAÇÃO MOLECULAR 
HIBRIDAÇÃO MOLECULAR 
BIOISOSTERISMO 
 
 
2) Classifique os processos metabólicos abaixo: 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
HIDROXILAÇÃO 
SAÍDA DO CARBONO 
S-DESALQUILAÇÃO 
REDUÇÃO 
Q-DESALQUILAÇÃO 
 
3) O Aciclovir (2), medicamento utilizado no tratamento da herpes, é um derivado purínico sintético, obtido a 
partir do Guanosinano (1). 
 
 (1) (2) 
a) Qual estratégia molecular foi utilizada na obtenção do aciclovir? 
Simplificação molecular 
b) Explique a consequência desta modificação molecular sobre o coeficiente de partição da molécula obtida, o 
Aciclovir? 
A retirada dos agrupamentos da hidroxila, aumentou o coeficiente de partição, tornando a molécula mais 
hidrofóbica. 
c) Explique a consequência desta modificação molecular sobre a biodisponibilidade do Aciclovir? 
Ocorreu o aumento, da biodisponibilidade pois melhorou a permeabilidade da membrana com a retirada 
da hidroxila, tornando a molécula+ hidrofílica. 
d) explique como ocorre o processo de ativação do pró-farmaco aciclovir? 
Após o pró-farmaco ser absorvido ele sofre uma hidrolização da ligação, por ação de uma enzima e se 
converte ao fármaco ativo aciclovir. 
4) A estratégia de modificação molecular denominada Bioisosterismo refere-se a compostos ou subunidades 
estruturais de compostos bioativo que apresentam volumes moleculares, formas, distribuições eletrônicas e 
propriedades físico-químicas semelhantes, fatores estes capazes de proporcionar propriedades biológicas 
similares. 
 
 
a) Explique por que o composto 162 apresenta atividade farmacológica superior ao composto 161 ? 
Pela ausência da amida, que faz com que ela não seja metabolizada pela amidase. 
b) Cite e localize na estrutura do composto 162 pelo menos 3 diferentes reações específicas que podem ocorrer 
na etapa de biotransformação. 
5) O Enalapril, figura abaixo, é um pró-fármaco utilizado no tratamento da hipertensão, e também em casos de 
insuficiência cardíaca (IC). Após absorção, o Enalapril é metabolizado à Ácido enalaprílico, o metabólito ativo, que 
atua inibindo a enzima conversora da angiotensina (ECA). Sobre o Enalapril, responda? 
N
H O
N
COOH
OO
H
Ácido enalaprílico
N
H O
N
COOH
OO
Enalapril
in vivo
 
a) A qual classe de pró-farmacos pertence o Enalapril ? 
Pró-farmaco classico (quando há grupamento ester é pró-farmaco clássico) 
b) Como ocorre processo de ativação do enalapril? 
Sera ativado pela enzima esterases (pela presença do ester) 
b) Justifique a necessidade de desenvolvimento do enalapril ? 
para melhorar a característica hidrofóbica e aumentar sua absorção e biodisponibilidade. 
6) Por décadas, a complementaridade rígida do modelo chave-fechadura proposta por Hermann Emil Ficher foi 
suficiente para explicar a bioatividade e levou ao descobrimento de diversos fármacos. Com o passar do tempo, o 
modelo passou a ser incapaz de explicar o perfil de afinidade de determinados compostos por seu sítio receptor. No 
entanto, a descoberta dos aspectos dinâmicos que governam o reconhecimento molecular do ligante por seu 
biorreceptor, através do modelo de encaixe induzido, resultou em uma nova perspectiva para o desenvolvimento de 
fármacos. Isso é traduzido nas abordagens mais recentes da química medicinal o que pode servir de modelo para o 
desenvolvimento de compostos inovadores, em especial às diversas fisiopatologias ainda sem tratamento adequado, 
ressaltando a necessidade de pesquisa nessa área de conhecimento. Considerando o contexto, avalie as afirmativas: 
I - O desenho de análogos via modificações moleculares consiste na estratégia mais utilizada para o planejamento de novos 
fármacos, uma vez que envolve menos riscos de insucessos, pois parte de um fármaco já bem estabelecido quanto aos perfis 
farmacodinâmico e farmacocinético. verdadeira 
II - Fármacos análogos estruturais são compostos com estruturas químicas similares e que podem possuir iguais ou diferentes 
propriedades farmacológicas. verdadeira 
III - O protótipo pode ter sua eficácia aumentada através de modificações moleculares, introduzidas de forma planejadas, 
capazes de preservar as propriedades farmacocinéticas e grupamentos farmacofóricos, que são indispensáveis para a atividade. 
verdadeira 
IV - A substituição de grupamentos químicos em moléculas conhecidas pode propor modelos de novos fármacos. verdadeira 
 
7) Os pró-fármacos são moléculas em sua forma inativa que, quando administrados, sofrerão uma biotransformação 
in vivo, passando a produzir metabólitos ativos, responsáveis pela ação. Os principais problemas relacionados aos 
fármacos que justificam sua transformação em pró-fármaco são: 1) Absorção incompleta do fármaco através das 
membranas biológicas; 2) Biodisponibilidade sistêmica incompleta do fármaco devido ao metabolismo pré-
sistêmico; 3) Absorção ou excreção muito rápidas do fármaco, quando são desejáveis longos períodos de ação; 4) 
Toxicidade relacionada à irritação local ou à distribuição em outros tecidos. 
 
Com base no texto e esquema acima, classique os problemas A B e C em: 
- Farmacotécnico C 
- Farmacocinética A 
- Toxicidade B 
 
 
 
 
 
 
8) A anfotericina B é um antifúngico empregado no tratamento de micoses sistêmicas. Trata-se de uma molécula 
excessivamente hidrofóbica e, portanto, para ser empregada na terapia clínica, é necessário desenvolver uma 
solução micelar, o que representa um desafio para a indústria. 
 
Com objetivo de aumentar a solubilidade dessa molécula em meio aquoso, foram desenvolvidos derivados da 
anfotericina B por meio da substituição de grupamentos químicos, representados por R1 e R2 nos esquemas abaixo. 
Considerando as substituições R1 e R2 na molécula de anfotericina B, avalie as afirmações a seguir. 
I - A N-acilação (formação de uma amida) da anfotericina B elimina seu caráter anfótero e produz a N-acetil 
anfotericina B, que, com a ionização do grupo amina no carbono, torna-se aniônica e solúvel em água. 
II - Quando o grupo carboxílico do carbono 16 é esterificado produz-se o éster metílico da anfotericina B, molécula 
que, em meio básico, apresenta caráter catiônico e solubilidade em água. 
III - Mudanças estruturais para modificação da solubilidade podem fazer com que a molécula perca sua 
atividade biológica se os grupamentos alterados forem responsáveis pela interação fármaco-receptor 
a) I, apenas. 
b) II, apenas. 
c) III, apenas. 
d) I e III, apenas. 
e) II e III, apenas.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.