A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
Direito empresarial unidade II respostas

Pré-visualização | Página 1 de 2

Pergunta 1
 0,25 em 0,25 pontos
 	
 	“As sociedades empresárias são pessoas jurídicas de direito privado, constituídas para o exercício da atividade econômica organizada para a produção ou circulação de bens e serviços, de forma profissional... devem preencher os requisitos previstos no art. 104 do Código Civil vigente, quais sejam: agente capaz; objeto lícito, possível, determinado ou determinável; e forma prescrita ou não defesa em lei”.
 SANCHEZ, Alessandro. Direito Empresarial Sistematizado . [Livro Eletrônico]. São Paulo: Editora Método. 2018, p. 136.
 
 A partir do texto, avalie as asserções a seguir e a relação proposta entre elas.
 
 I. A regra geral diz respeito à união de pessoas para consecução das atividades empresariais, ou seja, pluralidade de sócios.
 
 PORQUE
 
 II. Pela regra da união de pessoas para consecução das atividades empresariais, uma sociedade empresária não poderá ter como sócio uma única pessoa.
 
 Em conformidade com o texto proposto, assinale a opção correta em relação as asserções.
 Resposta Selecionada: 	
 Correta A asserção I é uma proposição verdadeira, e a II é uma proposição falsa.
 Resposta Correta: 	
 Correta A asserção I é uma proposição verdadeira, e a II é uma proposição falsa.
 Feedback da resposta: 	Resposta correta. Ressalte-se que apesar da regra geral dizer respeito à união de pessoas para consecução das atividades empresariais, ou seja, pluralidade de sócios, exceções há em que uma sociedade empresária poderá ter como sócio uma única pessoa , como é o caso da Empresa Individual de Responsabilidade Limitada; da continuidade de uma sociedade, por determinado prazo, em caso de redução de sócios a apenas um (hipótese chamada de unipessoalidade temporária); e da sociedade subsidiária integral, sociedade anônima com um único acionista.
 Pergunta 2
 0,25 em 0,25 pontos
 	
 	As sociedades não personificadas não detêm registro algum, não tendo portanto relação com o mundo obrigacional do direito empresarial.
 
 Trata-se de sociedade cujos atos constitutivos não foram devidamente inscritos, razão pela qual lhe falta personalidade jurídica:
 Resposta Selecionada: 	
 Correta Sociedade em comum/ de fato/ irregular.
 Resposta Correta: 	
 Correta Sociedade em comum/ de fato/ irregular.
 Feedback da resposta: 	Resposta correta. Conforme o art. 988, CC, apesar de não possuírem personalidade jurídica, configuram-se como empresários e desenvolvem atividade empresarial. Assim, a partir do exercício da atividade, com a aquisição de bens e dívidas, é constituído um “patrimônio especial”, referente ao patrimônio comum entre os sócios e construído a partir do vínculo societário.
 Pergunta 3
 0,25 em 0,25 pontos
 	
 	Art. 991. Na sociedade em conta de participação, a atividade constitutiva do objeto social é exercida unicamente pelo sócio ostensivo, em seu nome individual e sob sua própria e exclusiva responsabilidade, participando os demais dos resultados correspondentes.
 BRASIL. Código Civil – Lei nº 10406, de 10 de janeiro de 2002.
 
 Com base no texto legal, a sociedade em conta de participação
 Resposta Selecionada: 	
 Correta possibilita isenções tributárias ou eventuais benefícios de recuperação judicial ou extrajudicial.
 Resposta Correta: 	
 Correta possibilita isenções tributárias ou eventuais benefícios de recuperação judicial ou extrajudicial.
 Feedback da resposta: 	Resposta correta. O registro da empresa tem como objetivo possibilitar isenções tributárias ou eventuais benefícios de recuperação judicial ou extrajudicial.
 Pergunta 4
 0,25 em 0,25 pontos
 	
 	“No Brasil, antes do Código Civil de 2002, a sociedade limitada era regulada pelo Decreto n. 3.708/1919, sendo denominada sociedade por quotas de responsabilidade limitada, cuja nomenclatura era muito melhor do que a atual, sociedade limitada. Isso porque a limitação da responsabilidade está vinculada às quotas de cada sócio”.
 TEIXEIRA, T. Direito empresarial sistematizado: doutrina, jurisprudência e prática . [Livro Eletrônico]. São Paulo: Saraiva. 7ª edição, 2018, p. 155.
 
 Quanto ao nome da Sociedade Limitada, ele deve
 Resposta Selecionada: 	
 Correta designar o objeto da sociedade.
 Resposta Correta: 	
 Correta designar o objeto da sociedade.
 Feedback da resposta: 	Resposta correta. De acordo com o artigo 1.158 do Código Civil, a sociedade limitada pode integrar ao nome a palavra “limitada” ou a abreviatura “Ltda”; deve sim designar o objeto da sociedade, sendo permitido nela figurar o nome de um ou mais sócios, contudo, desde que pessoas físicas.
 Pergunta 5
 0,25 em 0,25 pontos
 	
 	“Inicialmente, vale lembrar que a palavra comandita quer dizer administrada ou comandada. Ale´m disso, trata-se de uma palavra originada do italiano accomandita, cujo significado era guarda ou depo´sito, pois no passado pessoas confiavam seu capital a outrem para que este o administrasse em seu nome e risco”.
 TEIXEIRA, T. Direito empresarial sistematizado: doutrina, jurisprudência e prática . [Livro Eletrônico]. São Paulo: Saraiva. 6ª edição, 2018, p. 369.
 
 Trata-se de uma característica da sociedade em comandita por ações:
 Resposta Selecionada: 	
 Correta O comanditado é apto a administrar e responder ilimitadamente as obrigações da sociedade.
 Resposta Correta: 	
 Correta O comanditado é apto a administrar e responder ilimitadamente as obrigações da sociedade.
 Feedback da resposta: 	Resposta correta. O sócio comanditado é apto a administrar e responder de maneira ilimitada as obrigações da sociedade.
 Pergunta 6
 0,25 em 0,25 pontos
 	
 	Em conformidade com o artigo 1.085 do Código Civil, a resolução dos sócios minoritários ou dissolução parcial, ocorre quando a maioria dos sócios com mais da metade do capital social percebe que um ou mais sócios estão colocando em risco a manutenção da sociedade por atos comprovadamente graves.
 
 A partir do texto, avalie as asserções a seguir e a relação proposta entre elas.
 
 I. A exclusão de um sócio somente poderá ser determinada em reunião ou assembleia especialmente convocada para esse fim.
 
 PORQUE
 
 II. O acusado de cometer atos graves deve estar ciente em tempo hábil para que se permita seu comparecimento e o exercício do direito de defesa.
 
 Em conformidade com o texto proposto, assinale a opção correta em relação as asserções.
 Resposta Selecionada: 	
 Correta As asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II é uma justificativa correta da I.
 Resposta Correta: 	
 Correta As asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II é uma justificativa correta da I.
 Feedback da resposta: 	Resposta correta. O artigo 1.085 do Código Civil traz que em virtude da gravidade do processo inerente à dissolução parcial, ressalvado o caso em que haja apenas dois sócios na sociedade, a exclusão de um sócio somente poderá ser determinada em reunião ou assembleia especialmente convocada para esse fim, ciente o acusado em tempo hábil para permitir seu comparecimento e o exercício do direito de defesa.
 Pergunta 7
 0,25 em 0,25 pontos
 	
 	Quando houver o falecimento de algum dos sócios, ocorrerá a liquidação de sua quota-parte, exceto se no contrato expressar medidas diversas. Podendo se constituir na substituição do sócio falecido, em acordo com os herdeiros, ou se os remanescentes optarem pela dissolução.
 Fonte: BRASIL. Lei nº 10.406, de 10 de janeiro de 2002. Código Civil.
 
 A dissolução da sociedade em pleno direito pode ocorrer pelas causas seguintes:
 
 I. vencido o prazo de duração.
 II. consenso unânime dos sócios.
 III. deliberação por maioria absoluta.
 IV. não reconstituída no prazo de noventa dias.
 
 É correto apenas o que se afirma em

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.