A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
Direito Civil - Mapas Mentais completos (RESUMO)

Pré-visualização | Página 1 de 1

Fontes do Direito
Diretas (FORMAIS):
-Costumes
-Leis
Indiretas (INFORMAIS):
-Analogia
-Princípios
-Doutrina
-Jurisprudência
Material:
Forças sociais que criam o direito
Históricas:
Servem de subsidio ao jurista
CLASSIFICAÇÃO
LEIS
CARACTERÍSTICAS
-GENERALIDADE
-ABSTRAÇÃO
-PERMANÊNCIA
-SANÇÃO
-EDIÇÃO POR AUTORIDADE COMPETENTE
CLASSIFICAÇÃO DAS LEIS
IMPERATIVIDADE
SANÇÃO
ORIGEM
DURAÇÃO
ALCANCE
impositivas
dispositivas
-perfeitas
-mais que perfeitas
-menos que perfeitas
-imperfeitas 
Federais
Estaduais
Municipais
Permanentes
temporárias
HIERARQUIA
Gerais
Especiais
Excepcionais
Singulares
Constituição
Leis infraconstitucionais
Decretos regulamentares
Normas internas
COSTUMES
-Praeter legem = supre a omissão
-Secundum legem = reconhecido
-Contra legem = supre o desuso
Direito Civil
JURISPRUNDÊNCIA
Reconhecimento de conduta como obrigatória em sede dos tribunais
DOUTRINA
Opinião dos doutos, conhecidos como juristas
ANALOGIA
Raciocínio de uma norma em situações semelhantes
PRINCÍPIOS GERAIS
Postulados que procuram fundamentar todo o sistema jurídico
EQUIDADE
Adapta a regra a um caso específico
Codificação e LINDB
CÓDIGO DE 1916
Patriarcal e autoritário, refletindo a sociedade do século XIX. Ignora a dignidade da pessoa humana, não se compadece com os sofrimentos do devedor, esmaga o filho bastardo.
PRINCÍPIOS NORTEADORES DO CC/2002
ETICIDADE: impõe justiça e boa fé
SOCIALIDADE: busca-se preservar o sentido de coletividade
OPERABILIDADE: a regra tem que ser aplicada de modo simples. 
LEI DE INTRODUÇÃO
Regra de “superdireito”, aplicável a todo o ordenamento brasileiro.
TÉCNICAS PARA INTERPRETAR
-Literal: gramatical.
-Lógico: métodos indutivo ou dedutivo.
-Sistemático: a partir de todo ordenamento.
-Histórico: antecedentes fáticos e jurídicos.
-Teleológico: finalidade da norma.
APLICAÇÃO DE NORMAS NO TEMPO
- A vigência da norma surge com a publicação no Diário Oficial. 
- “Salvo disposição contraria, a lei começa a vigorar 45 dias depois de publicada.”
- A lei precisa respeitar: o ato jurídico perfeito, o direito adquirido e a coisa julgada.
- A lei civil é irretroativa.
APLICAÇÃO DE NORMAS NO ESPAÇO
- A norma deve estar dentro dos limites territoriais do Estado que editou.
Quando aplicar cada norma?
Direito Civil
Aplicada a lei do país de domicílio da pessoa
Personalidade
Nome
Capacidade
Direitos de família 
Aplicada a lei do país onde estão situados
Bens
Aplicada a lei onde foram construídas e onde residir o proponente
Negócios / contratos
Lei de domicilio do “de cujus”
Sucessão por morte
Personalidade Jurídica
É aptidão genérica para titularizar direitos e contrair obrigações.
É o atributo para ser sujeito de direito.
“Art. 2° CC: A personalidade civil da pessoa começa do nascimento com vida; mas a lei põe a salvo, desde a concepção, os direitos do nascituro.”
Quando há o funcionamento do aparelho cardiorrespiratório
Nascituro é o ser já concebido e que está pronto para nascer, mas que ainda está no ventre materno.
Direito Civil
O CC/2002 não o considera explicitamente pessoa, mas coloca a salvo seus direitos
TEORIAS
NATALISTA: aquisição da personalidade a partir do nascimento com vida, o nascituro possui mera expectativa de direito.
CONCEPCIONISTA: o nascituro adquire personalidade jurídica desde a concepção.
INTERMEDIÁRIA: há no nascituro uma personalidade condicional que surge, na sua plenitude, com o nascimento com vida e se extingue no caso de não chegar o feto a viver.
Nome civil
Direito Civil
É um direito da personalidade (Art. 16 CC/2002)
COMPONENTES: 
Prenome: identifica a pessoa
Sobrenome: identifica a origem familiar 
Agnome: partícula diferenciadora (filho, neto...) 
NÃO SÃO COMPONENTES DO NOME:
-títulos de nobreza
-pseudônimo (direito moral para atividades lícitas)
-nome vocatório (como a pessoa é conhecida)
-axiônimo (forma de tratamento; doutor; professor)
-alcunha (apelido)
-hipocorístico (diminutivos)
REGISTRO DO NOME:
-O prazo para registro do nascimento é de 15 dias podendo ser ampliado para 45 dias.
-Deve ser em língua portuguesa, não abrangendo o sobrenome.
-O oficial do cartório pode se recusar a registrar nomes exóticos ou ridículos.
MODIFICAÇÃO DO NOME:
PREVISTOS EM LEI
-Casamento / união estável
-Programa de proteção
-Aquisição da cidadania
-Acréscimo do sobrenome da madrasta / padrasto
NÃO PREVISTOS EM LEI
-Abandono afetivo
-Negativo de registro
-Viuvez
POSSIBILIDADES:
-Após atingir a maioridade civil
-Com bom motivo e sentença do juiz
-Nome abreviado, usado como firma registrada ou atividade profissional
--Mulher solteira, desquitada ou viúva.
-Em razão de fundada coação ou ameaça decorrente de colaboração com investigação de crime.
“Art. 58. O prenome será definitivo, admitindo-se, todavia, a sua substituição por apelidos públicos notórios.”