A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
Sequencia básica de Watsu (resumo basico, com imagens)

Pré-visualização | Página 1 de 1

Sequencia básica de Watsu: 
Dança da respiração:
Paciente em posição supina com os braços em abdução, terapeuta em posição de arqueiro ao lado do paciente, com a mão proximal em baixo do pescoço do paciente e acima do ombro contralateral, e mão distal a nível sacral. Executar movimento de elevar o sacro e deixar cair na agua novamente, enquanto solicita respiração do paciente. 
Oferecendo lento:
Com a mesma posição, o terapeuta irá fixar a mão distal na crista ilíaca contra lateral e movimentar o corpo do paciente em rotação para sua direita e para a sua esquerda lentamente, solicitando relaxamento total. 
 
Oferecendo uma perna:
Seguindo a mesma posição, o terapeuta irá fletir a perna proximal do paciente e apoiar a mão distal na fossa poplítea, e prosseguir com os movimentos de rotação para sua direita e para a sua esquerda, solicitando relaxamento total. 
Oferecendo as duas pernas:
Movimentos iguais ao anterior com a mão distal do terapeuta apoiando as duas pernas, sob as duas fossas poplíteas.
Acordeon:
Com a mesma posição do exercício anterior, parado, o terapeuta fara movimentos de flexionar e extender o abdômen do paciente, semelhante ao manuseio do instrumento.
 
Acordeon com rotação:
Mantendo a mesma posição o terapeuta irá realizar os movimentos descritos anteriormente jutamente com a rotação para a sua direita e para a sua esquerda. 
 
Rotação de perna proximal:
Com o paciente ainda em posição supina e estabilizado; o terapeuta posicionado com a mão distal na fossa poplítea da perna proximal, realizara movimentos do rotação do fêmur no acetábulo. 
 
Rotação de perna distal:
A mesma posição e o mesmo movimento mas com a perna distal.
Alongamento da coluna:
Posicione a perna distal do paciente sob o ombro do terapeuta. O terapeuta com a mão distal ira apoiar a crista ilíaca, tracionando para dentro, e com a mão proximal apoiar o ombro e tracionar para fora. 
Pendulo:
Com o paciente em posição supina, o teraputa ira apoiar a mão proximal a nivel de occipital e a mão distal sob a fossa poplitea do joelho distal do paciente, e realizar movimento de afastare trazer para perto de si o corpo do paciente, lentamente. 
Torção:
Com o paciente quase em pé, o terapeuta ira se posicionar atrás da cabeça do paciente e apoia-la em seu ombro. Com a mão proximal ira abduzir o braço e apoia-la no ombro do paciete e com a mão distal apoada na fossa poplitea do joelho ipsilateral, fara uma tração.
Ângulo aberto:
Com o paciente em posição lateral, o terapeuta ira se posicionar nas suas costas, com a mão proximal abaixo do braço distal do paciente, abduzindo-o e a sua mão distal, na fossa poplieta do joelho proximal. 
Tração da coxa: 
Posicionamento igual ao de rotação de perna proximal; o terapeuta ira realizar uma rotação em 360º. 
Levantar o tronco:
Com o paciente em posição supina o terapeuta ira se posicionar atrás e apoiar a cabeça do paciente no seu ombro. Solicitar uma abdução de 90° dos braços e apoiar as suas duas mãos sob a fossa poplítea de uma dos jolhos e fazer uma flexão. Realizara movimento de subir e descer a pelve do paciente na agua. 
https://www.youtube.com/watch?v=LQBRX4d0Mmw

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.