A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
26 pág.
Modelo de Classe de Análise - parte 01ss

Pré-visualização | Página 1 de 2

Modelo de Classes de Análise
Engenharia de Requisitos– Prof Tavares
Modelo de Classes de Análise
Parte 01
Professor
Alberto Tavares da Silva
1
Modelo de Classes de Análise
Engenharia de Requisitos– Prof Tavares
❑ As funcionalidades de um SSOO são realizadas internamente através de 
colaborações entre objetos.
▪ Externamente, os atores visualizam resultados de cálculos, relatórios 
produzidos, confirmações de requisições realizadas, etc.
▪ Internamente, os objetos colaboram uns com os outros para produzir 
os resultados.
❑ Essa colaboração pode ser vista sob o aspecto dinâmico e sob o aspecto 
estrutural estático. 
❑ O modelo de classes representa o aspecto estrutural e estático dos objetos 
que compõem um SSOO.
2
Modelo de Classes de Análise
Engenharia de Requisitos– Prof Tavares
▪ O modelo de classes evolui durante o desenvolvimento do 
SSOO.
▪ À medida que o SSOO é desenvolvido, o modelo de objetos é 
incrementado com novos detalhes.
▪ Há três níveis sucessivos de detalhamento:
▪ Análise → Especificação (Projeto) → Implementação. 
3
Modelo de Classes de Análise
Engenharia de Requisitos– Prof Tavares
Objetivo da Modelagem de Classes
Prover respostas para as seguintes perguntas:
▪ Por definição um sistema OO é composto de objetos...em 
um nível alto de abstração, que objetos constituem o 
sistema em questão?
▪ Quais são as classes candidatas?
▪ Como as classes do sistema estão relacionadas entre si?
▪ Quais são as responsabilidades de cada classe?
4
Modelo de Classes de Análise
Engenharia de Requisitos– Prof Tavares
Modelo de Análise: Foco no Problema
▪ O modelo de análise não representa detalhes da solução do 
problema.
▪ Embora este sirva de ponto de partida para uma posterior definição das 
classes de software (especificação).
Venda
data
hora
Venda
-data:Date
-hora:Time
+getTotal():Currency
Pagamento
quantia 1 1Pago-por
Pagamento
-quantia: Currency
+getValor(): Currency
1 1Pago-por
Projeto (Especificação)
Análise
5
Modelo de Classes de Análise
Engenharia de Requisitos– Prof Tavares
▪ Um diagrama de classes mostra a existência das classes e os 
seus relacionamentos numa visão lógica e estática do sistema
▪ A UML modela os elementos de um diagrama de classes:
▪ Classes, sua estrutura e comportamentos.
▪ Associações, agregações e relacionamentos de herança.
▪ Multiplicidade e indicadores de navegação.
6
Modelo de Classes de Análise
Engenharia de Requisitos– Prof Tavares
Uma classe descreve um conjunto de objetos com:
▪ propriedades semelhantes;
▪ comportamentos semelhantes;
▪ relacionamentos comuns com outros objetos.
A classe é uma fábrica de objetos.
Classe Pessoa
Objeto João Objeto Ana
Classificação
Instanciação
7
Classe
Modelo de Classes de Análise
Engenharia de Requisitos– Prof Tavares
Classes
Uma classe descreve esses objetos através de atributos e 
operações.
Atributos > correspondem às informações que um objeto armazena.
Operações > correspondem às ações que um objeto sabe realizar.
Notação na UML: “caixa” com no máximo três compartimentos 
exibidos. 
Detalhamento utilizado depende do estágio de desenvolvimento e do 
nível de abstração desejado.
8
Modelo de Classes de Análise
Engenharia de Requisitos– Prof Tavares
Classe - Diagramação 
Nome da Classe
Atributos
Operações
9
Engenharia de Requisitos– Prof Tavares
Modelo de Classes de Análise
Exemplo (classe ContaBancária)
10
Modelo de Classes de Análise
Engenharia de Requisitos– Prof Tavares
Atributos
▪ A estrutura da classe é representada por seus atributos.
▪ Os atributos podem ser encontrados examinando-se as 
definições das classes, as suas características e aplicando-se o 
conhecimento do domínio.
Cada Aluno tem uma 
matrícula, nome, 
endereço
Aluno
matrícula
nome
endereço
11
Modelo de Classes de Análise
Engenharia de Requisitos– Prof Tavares
Operações
• O comportamento da classe é representado por operações
• As operações podem ser encontradas examinando-se os diagramas 
de interação 
Coordenação
addCurso (Aluno, Curso)
Formulário de 
Registro
Coordenação
Add Curso(João,Inglês)
12
Modelo de Classes de Análise
Engenharia de Requisitos– Prof Tavares
Relacionamentos
Os relacionamentos ligam as classes/objetos entre si criando 
relações lógicas entre estas entidades. 
Podem ser:
▪ Associação.
▪ Especialização/Generalização (Herança).
▪ Agregação/ composição.
13
Modelo de Classes de Análise
Engenharia de Requisitos– Prof Tavares
▪ Relação que descreve um conjunto de vínculos entre classes.
▪ Em relação ao número de classes envolvidas na associação, uma 
associação pode ser unária, binária ou n-ária.
▪ Uma associação entre classes é o equivalente ao relacionamento 
entre conjuntos de entidades, do DER.
Associações
14
Modelo de Classes de Análise
Engenharia de Requisitos– Prof Tavares
Funcionário
Lotação1..* 1
é lotado Lota
Departamento
Nome da Associação
Papéis
Multiplicidade
Multiplicidade
Associação Binária
15
Modelo de Classes de Análise
Engenharia de Requisitos– Prof Tavares
Funcionário Chefiar
*
1
é chefiado
chefia
Associação Reflexiva 
16
Modelo de Classes de Análise
Engenharia de Requisitos– Prof Tavares
Associação Ternária
Funcionário
*
*
Departamento
Projeto
*
17
Modelo de Classes de Análise
Engenharia de Requisitos– Prof Tavares
Multiplicidades 
▪ Representam a informação dos limites inferior e superior da 
quantidade de objetos aos quais outro objeto pode se associar.
▪ Cada associação em um diagrama de classes possui duas 
multiplicidades, uma em cada extremo da linha de associação.
Nome Simbologia na UML
Apenas Um 1..1 (ou 1)
Zero ou Muitos 0..* (ou *)
Um ou Muitos 1..*
Zero ou Um 0..1
Intervalo Específico l
i
..l
s
18
Modelo de Classes de Análise
Engenharia de Requisitos– Prof Tavares
Associações - Multiplicidades
Classe
1 Exatamente um
Classe
* Muitos (zero ou mais)
Classe
0..1 Zero ou um
19
Modelo de Classes de Análise
Engenharia de Requisitos– Prof Tavares
Exemplos (multiplicidade)
Exemplo:
– Pode haver um cliente que esteja associado a vários pedidos.
– Pode haver um cliente que não esteja associado a pedido algum.
– Um pedido está associado a um, e somente um, cliente. 
Exemplo:
– Uma corrida está associada a, no mínimo, dois velocistas 
– Uma corrida está associada a, no máximo, seis velocistas. 
– Um velocista pode estar associado a várias corridas.
20
Modelo de Classes de Análise
Engenharia de Requisitos– Prof Tavares
Conectividade
▪ A conectividade corresponde ao tipo de associação entre duas 
classes: “muitos para muitos”, “um para muitos” e “um para 
um”.
▪ A conectividade da associação entre duas classes depende dos 
símbolos de multiplicidade que são utilizados na associação.
Conectividade Em um extremo No outro extremo
Um para um 0..1
1
0..1
1
Um para muitos 0..1
1
*
1..*
0..*
Muitos para muitos *
1..*
0..*
*
1..*
0..*
21
Modelo de Classes de Análise
Engenharia de Requisitos– Prof Tavares
Exemplos de Conectividade
gerencia gerenciado
1 0..1
alocado aloca
0..* 1
alocado aloca
0..* 1..*
22
Modelo de Classes de Análise
Engenharia de Requisitos– Prof Tavares
Associação - Agregação
▪ Forma especial de Associação que serve para mostrar que uma 
determinada classe de objetos é composta por outra classe.
▪ Semanticamente indica que o objeto parte é um atributo do 
objeto todo (é-parte-de).