A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
Função Pública

Pré-visualização|Página 1 de 1


Função Pública

Primeiramente é importante destacar a diferença entre cargo público e emprego público. O Empregado Público, assim como utilizamos o termo no regime privado, o empregado público possui contratação ao encontro do regime celetista, ou CLT, embora também sejam selecionados por concursos públicos, conforme a Consolidação das Leis Trabalhistas, os empregados públicos não possuem garantia de estabilidade, e o julgamento de possíveis infrações é tratado pela Justiça do Trabalho comum. Eles podem exercer seu trabalho no âmbito da administração interna, ou externa, e ainda, em empresas de economia mista, como exemplo: funcionários da Petrobrás, ou bancários concursados do Banco do Brasil.

Diferente dos servidores que são caracterizados como aqueles que preenchem um cargo público, em termos de lei, esse tem de ser acessível a todos os brasileiros, há exceções de acordo com a aptidão física ou intelectual exigida para exercício do cargo, e seus vencimentos, como conhecemos mais popularmente como salários, são necessariamente pagos pelos cofres públicos.



HTML image 0
Servidores


O que o Cargo Público e o Empregado Público tem em comum?

A resposta é o título de nosso resumo, a Função Pública. Entendemos como Função Pública a atividade que os nossos agentes públicos exercem, uma vez que para a criação de qualquer cargo ou emprego público é necessário sua função, afinal, não faria sentido uma despesa aos cofres públicos, com o pagamento dos vencimentos, sem que eles exercessem atribuições necessárias a administração pública. Podemos ir mais afundo nesse conceito, quando pensamos que o agente público tem como princípio a impessoalidade no exercício de sua atividade, o resultado do seu trabalho tem que ser sempre ao encontro da função que o Estado designou na criação do cargo, e o mais eficiente possível.


Existe outros Regimes de Contratação?

Sim! A Função Pública é o termo mais importante para a contratação, porém existe outras formas de se exercer atribuições destinadas a administração pública sem ser servidor ou empregado, alguma delas sem ter necessariamente remuneração.

Em exemplo bem comum que conhecemos é o mesário, não existe cargo ou emprego de mesário, e sabemos também que o cidadão brasileiro que exerce essa função nos dias eleitorais não recebe proventos por esse trabalho. Para as pessoas que auxiliam nas mesas em tempos de eleição, chamamos de Servidor Público Honorífico.



HTML image 1
Mesário

Outro exemplo que presenciamos na época de eleição, de um regime de contratação diferente, é o intérprete de libras, como forma necessária a inclusão, na interpretação em libras realizada no discurso de posse da eleição de 2019, o agente público cumpriu uma importante função pública, e diferente do mesário, recebeu vencimentos pelo domínio da língua de sinais. É interessante mencionar, que há leis específicas que regulamentam a profissão de Tradutor e Intérprete da Língua Brasileira de Sinais, que é a Lei N° 12.319 de 01/03/2010.



HTML image 2
Interprete libras


Critérios da Tipicidade da Função Pública

Nessa esfera das inúmeras funções públicas para uma eficiente administração, podemos listar abaixo alguns critérios essenciais a sua formação, que denominados de tipicidades:


  • Prestação de Serviço Público em Favor da Coletividade; finalidade
  • Que seja determinado a mando do Estado; autoridade
  • Para atendimento de necessidades públicas que o Estado se obrigou; essencialidade
  • Que só os agentes da administração pública podem exercer; exclusividade
  • Deveres e limitações na atuação da função pública pelos agentes; poder disciplinas
  • Há necessidade de qualificação para exercício eficiente de determinadas funções; individuação
  • A função pública cabe a soberania do Estado; excelência



HTML image 3
Função publica