Contabilização de Contas
1 pág.

Contabilização de Contas


DisciplinaAdministração108.692 materiais778.454 seguidores
Pré-visualização1 página


Contabilização de contas

A contabilização de contas é o processo de contabilizar as contas, isto é, registrar as transações financeiras de uma empresa. As contas, no caso, podem ser de entrada ou de saída, isto é, a receber ou a pagar.

O processo está envolvido na apuração contábil do lucro, que determinará um quadro de lucro, quando as receitas somarem mais que as despesas, ou prejuízo, no caso contrário.

Balanço Patrimonial

Um conceito importante também é o balanço patrimonial, representado na imagem abaixo.

Pré-visualização de imagem de arquivo
Representação de Balanço patrimonial.

Classificação no balanço

Como se vê, na imagem, o balanço é dividido em Ativos e Passivos. A fim de classificar uma conta em uma ou em outra categoria, considera-se que:

  • Ativos: são os bens, direitos e outra aplicações cujos recursos são controlados pela empresa, devendo estes ter capacidade de gerar benefícios econômicos futuros. Alguns exemplos de contas que são contabilizadas nesta categoria são:
  • Disponibilidades (por exemplo, dinheiro em caixa);
  • Bens (por exemplo, um edifício, maquinário e outros equipamentos);
  • Estoque (de matérias-prima ou de produtos produzidos); e
  • Contas de ativos financeiros (como duplicatas a receber ou aplicações financeiras de propriedade da empresa).
  • Passivos: são os recursos destinados a obrigações com terceiros. Podem ser, por exemplo:
  • Contas a pagar; e
  • Aquisição com pagamento a prazo.
  • Patrimônio Líquido (PL): são os recursos da própria empresa, sendo igual à diferença entre o valor dos ativos e o valor dos passivos.
  • Razonetes

    Os razonetes são outro instrumento contábil bastante utilizado. Consistem em uma representação gráfica em forma de T, que considera lançamentos individuais por conta. uma representação do mesmo é exibida na imagem abaixo.

    Pré-visualização de imagem de arquivo
    Representação de razonete.

    Para cada conta do Balanço, deve haver um razonete, sendo que o mesmo registra aumentos e diminuições. Por fim, o lado (à esquerda ou à direita da linha vertical) onde se registra a conta é determinado por sua natureza.

    Classificação no razonete

    A classificação das contas no razonete segue às seguintes regras:

    • A princípio, deve-se entender que as contas de débito são lançados no lado esquerdo do razonete, enquanto as de crédito são registradas do lado direito;
    • As contas que representam um aumento de ativo devem ser debitadas, sendo lançadas no lado esquerdo do razonete;
    • As contas que representam uma diminuição de ativo devem ser creditadas, sendo lançadas no lado direito do razonete;
    • As contas que representam um aumento de passivo e patrimônio líquido devem ser creditadas, sendo lançadas no lado direito do razonete; e
    • As contas que representam uma diminuição de passivo e patrimônio líquido devem ser debitadas, sendo lançadas no lado esquerdo do razonete.
    • Exemplo

      Um exemplo prático seria o seguinte: considere, a princípio, as seguintes movimentações:

      1) No dia 10/02, constituiu-se a empresa “RA Alimentação de Qualidade”, sendo feita uma integralização em dinheiro de R$ 40.000,00 de capital social.;

      2) No dia 12/02, a empresa comprou R$ 4.000,00 de mercadoria para revenda, pagando metade do valor à vista;

      3) No dia 19/02, a empresa fez uma venda de mercadoria no valor de R$: 6.000,00, recebendo R$ 3.000,00 à vista;

      4) No dia 27/02, a empresa apurou despesas que serão pagas somente no próximo mês:

      • água: R$ 110,00;
      • energia elétrica: R$ 220,00 e;
      • telefone: R$ 85,00.

      5) No dia 28/12, foi feita a contagem de estoque, sendo encontrado um saldo de R$ 400,00.

      Assim, podem ser levantados os seguintes razonetes:

      Pré-visualização de imagem de arquivo
      Razonetes da situação apresentada.

      Pré-visualização de imagem de arquivo
      Razonetes da situação apresentada (continuação).

      A partir dos razonetes, seria possível montar um balanço patrimonial, o que indica a forte ligação entre os dois conceitos.

      O exposto acima apresenta apenas uma parcela do que é possível dentro da contabilização de contas. Trata-se, porém, de conceitos básicos e essenciais para o desenvolvimento de análises mais complexas.