A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
Aspectos Legais em Informática e Ética Prova II

Pré-visualização | Página 2 de 2

de gestão empresarial (software). Concluída a etapa de desenvolvimento, o software fora lançado no mercado, tendo um rápido retorno do investimento realizado. Diante da situação exposta e com base na Lei 9.609/98 (Lei de Software), análise as sentenças a seguir:
I- O programador não terá direito sobre o software desenvolvido, mesmo que haja previsão expressa no contrato de trabalho.
II- O empregador, a fim de resguardar os seus direitos sobre o software, deverá qualificar o empregado, tanto no contrato de trabalho quanto na CTPS, como programador.
III- Independente de pactuação contratual, cabe ao programador um percentual, a ser estabelecido entre as partes, sobre o valor auferido na comercialização do software.
IV- O programador, por ser responsável pelo desenvolvimento do código-fonte, poderá negociá-lo com outras empresas, desde que adote um novo nome para o sistema.
Assinale a alternativa CORRETA:
	 a)
	Somente a sentença II está correta.
	 b)
	As sentenças II e III estão corretas.
	 c)
	As sentenças I e IV estão corretas.
	 d)
	As sentenças I, II e III estão corretas.
	8.
	Mérvio adquiriu, no ?Lojão dos Computadores Ltda.?, um computador fabricado pela empresa ?Computer S.A.?. Decorridos sessenta dias da aquisição, o produto repentinamente deixou de funcionar, impelindo Mérvio a contactar a assistência técnica, sendo imediatamente orientado a encaminhar o produto para reparo. Sem obter resposta acerca do conserto no prazo de trinta dias, Mérvio ajuizou uma ação de conhecimento em face do fabricante e do comerciante do computador. Acerca da situação hipotética exposta, classifique V para as sentenças verdadeiras e F para as falsas:
(    ) O comerciante e o fornecedor são subsidiariamente responsáveis, logo a ação deveria ter sido ajuizada, inicialmente, somente em face do fornecedor.
(    ) A responsabilidade do fornecedor é objetiva, não havendo, portanto, a necessidade de apurar a culpa.
(    ) O fabricante não será responsabilizado se provar não ter colocado o produto no mercado ou, ainda que o tenha colocado, a inexistência do defeito, e, por derradeiro, tratar-se de culpa exclusiva da vítima ou de terceiro.
(    ) Cabe inversão do ônus da prova em favor de Mérvio, por expressa determinação legal, não podendo, em qualquer hipótese, o julgador negar tal pleito.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
	 a)
	V - F - V - V.
	 b)
	F - V - V - F.
	 c)
	F - F - V - F.
	 d)
	F - V - F - V.
	9.
	Segundo a Lei de Software (Lei nº 9.609/98), o regime de proteção à propriedade intelectual de programa de computador será nos mesmos moldes previstos às obras literárias pela legislação de direitos autorais e conexos vigentes no país. Contudo, deve-se observar as ressalvas estabelecidas pela Lei de Software. Neste sentido, segundo a Lei de Software, qual é o prazo concedido ao autor com relação aos direitos de proteção sobre o programa de computador?
	 a)
	Cinco anos, devendo ser renovado ao final desse período.
	 b)
	Sessenta anos, contados a partir da data da sua criação.
	 c)
	Trinta anos, contados a partir do primeiro dia útil após a morte do autor.
	 d)
	Cinquenta anos, contados a partir do primeiro dia do ano subsequente ao da publicação ou criação.
	10.
	A Lei nº 9.609/98, denominada de Lei de Software, dentre outras disposições, visa a regular a proteção intelectual, especificamente, dos programas de computador. Neste sentido, a comercialização de um software cabe apenas ao desenvolvedor ou a um distribuidor autorizado, sendo que o usuário, ao adquirir o software, não se torna proprietário da obra, mas simplesmente recebe uma licença de uso, de forma não exclusiva. Diante disso, com base na Lei nº 9609/98, no que se refere à proteção aos direitos do autor e ao registro, assinale a alternativa CORRETA:
	 a)
	O prazo de proteção da obra intelectual nestes casos é de 60 (sessenta) anos, podendo ser renovado por igual período mediante requerimento do autor.
	 b)
	O registro do software poderá ser dispensado, desde que o autor possua outros meios verossímeis de comprovar que é responsável pelo desenvolvimento da obra.
	 c)
	Aos autores estrangeiros serão garantidas as mesmas proteções, independente de reciprocidade entre os países.
	 d)
	A proteção aos direitos previstos nesta lei somente serão garantidos mediante o efetivo registro do software junto ao INPI ? Instituto Nacional de Propriedade Industrial.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.