A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
360 pág.
Breese - Amor e outros Desastres

Pré-visualização | Página 1 de 50

Amor e outros Desastres
Story: Amor e outros Desastres
Storylink: https://www.fanfiction.net/s/6033200/1/
Category: Twilight
Genre: Romance
Author: Breese
Authorlink: https://www.fanfiction.net/u/2331539/
Last updated: 01/16/2011
Words: 219855
Rating: T
Status: Complete
Content: Chapter 1 to 42 of 42 chapters
Source: FanFiction.net
Summary: 'Nosso ódio vai fazer as coisas serem mais fáceis depois' Ele respondeu aumentando a intensidade do seu
sorriso torto. 'Depois' . 'Vai ter sido apenas sexo, para nós dois' Ele respondeu.
*Chapter 1*: Presidencia
Sumário: Calisle, dono de uma das maiores empresas dos EUA, resolve passar o cargo de presidente da sede de
Nova York para Isbella Swan, uma de suas empregadas que mais cresce na empresa, e uma pessoa que ele é
absolutamente apaixanado e a tem como filha. Bella, por sua vez, além de ser uma das administradoras, também é a
pessoa que Carlisle e Esme confiam para vigiar o filho, Edward Cullen, um homem que parece nunca envelhecer nem
amadurecer.
No entanto, Bella e Edward se odeiam por motivos que já nem lembram mais.
Com Bella assumindo o cargo de presidente da empresa que pertence a sua familia, Edward não se conforma, e vai
ser capaz de tudo para tirar Isabella de seu caminho. Ele só não esperava que no meio do caminho ele se tornaria sua
própria vítima...
Observações:
* Narrado em primeira pessoa, principalmente pela Bella.
* Vou tentar postar sempre que puder, e já tenho quatro capítulos prontos.
* Eu ou muito levada pelos outros, ou seja, por favor, comentem para eu saber se continuo ou não. Acreditem em mim,
se não me disserem se ta legal ou não, eu vou desistir sem pensar duas vezes... Não é ameaça, é só que fico sem
vontade de escrever... =/
Amor e outros Desastres.
Capitulo I – Presidência.
Bella's POV.
Essa definitivamente não era a primeira nem a ultima vez que eu implorava pelo poder de matar alguém com os
pensamentos, mesmo que fosse apenas uma pessoa. Aliás, existia apenas um homem nesse mundo que me faria
acreditar que alguns anos encarcerada seriam melhores que aturar a presença dele. Existia apenas um homem
nesse mundo que me fazia pipocar de raiva, que me fazia querer gritar e pensar nos piores tipos de tortura que minha
mente conseguia imaginar. Eu só queria eliminar Edward Cullen da face da Terra.
O que me deixava mais indignada era o fato de saber que eu seria perseguida e brutalmente assassinada pela
população feminina dos Estados Unidos, no entanto, os homens com certeza me defenderiam e me tratariam como
heroína.
O fato era que eu nem sequer deveria está tendo aqueles tipos de pensamentos. Não quando Edward Cullen era o
objeto torturado dos meus sonhos, pois ele não era nada mais que o filho mimado do meu chefe. Ou seja, daqui há
quatros meses com a inauguração da nova filial em Seattle, ele seria meu novo chefe, pois o pai dele comandaria a
presidência da filial de lá, e ele seria o novo presidente da corporação de Nova York.
Eu, Isabella insignificante Swan, era a administradora financeira das empresas Benstin's, no entanto, a pedido do meu
atual chefe, também administrava a parte de produção da empresa, uma vez que o responsável por aquele setor mais
se preocupava em fazer poses para revistas e descobrir o novo detalhe que planejam colocar na Ferrari ou qualquer
tipo de carro importado. Mas eu sabia que minha competência não seria o suficiente para fazer Carlisle Cullen e seus
assessores desistirem de passar a presidência da empresa de Nova York para Edward, uma vez que ele seria o
grande herdeiro de todo aquele império e até seria bom que começasse a usufruir de seu futuro fardo.
E então só existia uma conclusão para minha vida quando Carlisle deixasse a presidência. Eu iria morrer. Morrer pois
Edward Cullen seria meu novo chefe. E eu tinha a absoluta certeza que meu sentimento por ele era mais que
recíproco.
Me ódio por Edward foi desenvolvido durante a faculdade, após uma séria briga onde eu sai muito machucada. Tudo
que eu pensava em fazer, depois que brigamos, era em seguir em frente e ter uma carreira melhor que ele esperava
que eu tivesse. Eu tentava superar ele de todos o jeitos possíveis.
Eu pensei que ganhei a guerra quando o fiz reprovar por um semestre na faculdade, e fiquei mais confiante quando me
chamaram para trabalhar na empresa da família dele. No entanto, os seis meses que eu consegui ficar a frente dele
não serviram para nada, no mesmo dia que fui nomeada como administradora financeira da empresa de Carlisle
Cullen, Edward foi nomeado administrador produtivo, o que significava que além de trabalharmos no mesmo prédio,
nós sempre teríamos que está em contato.
E agora ali estava eu, na sala de reuniões do ultimo andar do prédio de administração da empresa dos Cullens,
assistindo meu adorável chefe contar a emocionante história da Bestin's até o momento em que a filial em Seattle
seria aberta e o império cresceria mais que seu criador imaginara.
- E após toda a nossa trajetória, todas as noites em que todos nós aqui presentes ficamos acordados pensando em
soluções ou inovações para a nossa querida ''casa'', eu tenho o orgulho de dizer que o nosso nome está cada vez mais
presente nas ruas dos EUA. Também tenho o prazer de voz dizer meus amigos, que por necessidade de responder
adequadamente ao nosso mercador consumidor, a nossa filial em Seattle é mais que real, e por conta disso nós
precisaremos nomear o nosso novo grupo de administração, os que vão comigo e os que assumirão novos postos
aqui.
E era isso. Eu estava aqui esperando o anunciou da minha sentença de morte. Sim, pois eu tinha certeza de que se
me mandassem para Seattle eu morreria de raiva por causa da chuva, e de saudade de Nova York e meus amigos.
Mas também sabia que morreria caso Carlisle me deixasse a mercê de Edward.
- Bella, ou você se acalma, ou eu teria que pedir licença para tirar você daqui e te dar um calmante – Jasper sussurrou
no meu ouvido enquanto apertava minha mão que estava sob a mesa de vidro.
- Deixa ela Jasper, ela sabe que logo eu serei o novo chefe, e ela estará correndo perigo aqui pois não vai mais ter o
grande protetor.
- Cala a boca, Edward – Eu e Jasper sussurramos.
Edward apenas revirou os olhos e fez uma careta para mim antes de voltar a atenção para Carlisle. A distribuição de
lugares a grande mesa era exatamente igual à de sempre hoje. Edward sentado ao lado direito da cabeceira de seu
pai, logo depois estava eu, e bem ao meu lado estava Jasper. Do outro lado de Carlisle, quem sentava era Esme, que
sempre estava envolvida em nossas reuniões, a minha frente estava Félix Mersone, um polonês e assessor de
Carlisle, ao lado dele, e se misturando nos resto da fila, estavam outras pessoas que eu nem conseguia enxergar os
rostos.
Ao fundo eu escutava Carlisle parabenizar as pessoas que estava promovendo, e anunciando quem iria com ele
administrar o novo complexo em Seattle. Aquilo realmente não poderia ser menos interessante para mim. Aliás, eu
assumia um dos cargos mais desejados do mundo, eu tinha alcançado o ponto alto da minha carreira e nem tinha
vinte e nove anos ainda, no entanto eu ainda tinha o desejo de ser promovida a vice-presidente ou quem sabe
presidente.
Sabia que o momento que realmente me interessava só aconteceria no final, daqui há quarenta ou noventa minutos,
depois que todos os nomes fossem ditos. O único momento que me permiti prestar um pouco de atenção foi quando o
nome de Jasper foi citado.
Eu de repente senti medo e meu corpo todo congelou enquanto Carlisle não terminava de falar o que tinha para dizer
em relação a ele. Jasper era meu melhor amigo naquela empresa, ele trabalhava no setor jurídico, e eu era a melhor a
amiga da esposa dele. Ou seja, se Jasper fosse mandado para Seattle, eu perderia duas pessoas que eram
realmente importantes pra mim.
Mas meu corpo logo se livrou da tensão, Carlisle apenas disse que ele teria

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.