A experiência humana tem atestado universalmente a realidade

A experiência humana tem atestado universalmente a realidade


DisciplinaAlteridade e Filosofia4 materiais22 seguidores
Pré-visualização1 página
Uma resposta a David Hume
A experiência humana tem atestado universalmente a realidade do mal. A face sombria da realidade mostra-se concretamente por meio da dor, da morte, da angústia e da injustiça. Epidemias, fome, guerras, opressão política, morte de inocentes são algumas das manifestações específicas do que é normalmente chamado mal. A pergunta inescapável diante desse quadro é: \u201cPor que existe o mal\u201d? 
Problema
A dificuldade do problema foi bem definida pelo filósofo escocês David Hume (1711-1776) numa retomada do antigo filósofo grego Epicuro (341-270 a.C.):
Quer ele (Deus) impedir o mal, mas não é capaz de fazê-lo? Então ele é fraco (i.e., não é onipotente). 
Pode ele fazê-lo, mas não o deseja? Então ele é malévolo. Não é ele tanto poderoso quanto o deseja fazê-lo? 
De onde, pois, procede o mal?
Solução
Resposta a premissa n° 1:
Deus é todo poderoso mais isso não implica dizer que ele possa fazer o logicamente possível .
 Deus não pode fazer uma rocha tão pesada que não possa mover , não pode fazer um triângulo quadrado , não pode fazer um solteiro casado pois tais coisa é absurda em qualquer mundo possível.
Liberdade libertaria 
O DR Alvin Plantinga argumenta contra o problema do mal com o que ele chama de defesa do livre arbitrio, que mostra que Deus não pode impedir as escolhas das criaturas livres isso numa liberdade libertaria; o que ele pode fazer é criar circunstancias para uma que uma pessoa seja capaz de fazer uma livre escolha.
Deus onibevolente 
Deus quer e vai acabar com o mal, o filosofo Agostinho disse que o mal só é mal se olhado com a visão humana limitada mas se olharmos com a visão de Deus veriamos que não existe o mal só o bem
Conclusão 
Concluo dizendo que o mal existe através do mal uso do livre arbitrio