ORTESES E PROTESES
60 pág.

ORTESES E PROTESES


DisciplinaPróteses e Órteses242 materiais467 seguidores
Pré-visualização3 páginas
O que é? 
refere-se unicamente aos aparelhos ou dispositivos 
ortopédicos de uso provisório, destinados a alinhar, 
prevenir ou corrigir deformidades ou melhorar a 
função das partes móveis do corpo. 
História 
 utilizadas desde a antiguidade, porém sem 
princípios técnicos definidos. Construídas de maneira 
artesanal 
 
 
O termo órtese origina-se da palavra grega \u201cOrthos\u201d 
que significa direito, reto, normal. 
Objetivos e princípios na utilização de órteses. 
 
- Estabilizar articulações, músculos e tendões que 
não tem condições de sustentação própria, seja 
anatômica ou funcional; 
 
-Prevenir, impedir ou minimizar a estruturação de 
deformidades articulares; 
 
-Reduzir movimentos involuntários; 
 
 
 
Cuidados prévios para prescrição de órteses 
 
-Programa de condicionamento cardiorrespiratório; 
 
-Encaminhar para correção cirúrgica ( avaliação médica) de 
deformidades ou úlceras de pressão situadas em zona de 
pressão da órteses; 
 
-Procurar saber a história completa do paciente 
(medicações, aplicações botulínicas) para não interferir na 
sua funcionalidade; 
 
-Procurar confeccionar a órtese o mais funcional e o mais 
próximo do fisiológicos. 
 
 
ENVOLVIMENTO DE UMA EQUIPE MULTIDISCIPLINAR 
 
-Assistente social \u2013 viabiliza a órtese, dispões dados 
familiares, modos e custeios da órtese; 
 
-Psicólogo \u2013 estudar o relacionamento familiar após a lesão, 
trabalhar as frustrações e canalizar os esforços de forma 
positiva porém realista; 
 
-Fisioterapeuta \u2013 acompanha o pct do momento do 
diagnóstico e não cessa seu trabalho nem após sua alta da 
reabilitação. Prevenção de deformidades, adaptação a 
órtese, trabalho de força, equilíbrio, etc 
 
-Terapeuta Ocupacional \u2013 analisar a rotina de trabalho e em 
casa do pct para melhor readaptá-lo as suas AVD´s. 
 
 
Imobilizador de Joelho Posição Funcional 
Indicações 
 
Instabilidade de artrose e artríte reumatóide. 
Afeccções traumáticas do joelho em substituição ao aparelho gessado. 
Treinos de ortostatismo em lesões paralíticas dos membros inferiores. 
 
Características 
 
Confeccionado em tecido dublado em espuma; 
Barbatanas posteriores em duralumínio; 
Barbatanas laterais de polipropileno removíveis; 
Cinta elástica para compressão do joelho; 
Fecho em velcro. 
Imobilizador Parcial do Joelho 
Indicações 
 
Afecções traumáticas do joelho. 
Prevenção da recidiva no retorno às atividades. 
Reeducação da marcha em sequelas da AVC, artroses, artríte reumatóide. 
 
Características 
 
Confeccionado em tecido duplado em espuma; 
Barbatanas posteriores em duralumínio; 
Barbatanas frontais em polipropileno; 
Cinta elástica para compressão do joelho 
 
Imobilizador de Tornozelo 
Indicações 
 
Entorses de tornozelo substituí a goteira gessada. 
Prevenção e tratamento das deformidades da artríte reumatóide, 
usada em atividades esportivas retirando-se as barbatanas dorsais. 
 
Características 
 
Tecido sintético e resistente com espuma; 
Barbatanas laterais em Duralumínio para moldar no tornozelo; 
Fecho em velcro; 
Lavável. 
Joelheira Articulada Elástica 
Indicações 
 
Afecções traumáticas do joelho, instabilidades látero-mediais não muito 
graves, artroses, artríte reumatóide e outras afecções que necessitem de 
apoio e compressão. 
 
prevenção da recidiva na prática esportiva. 
 
Características 
 
Confeccionada em elástico macio e resistente; 
Barbatanas lateral e medial articuláveis de Duralumínio; 
Fecho em velcro; 
Lavável. 
Estabilizador de Tornozelo 
Indicações 
 
Evitar artroses, melhorando a estabilidade da articulação do tornozelo na 
prática esportiva. 
Tratamento de entorses leves. 
Prevenção precoce das deformidades da artríte reumatóide. 
Auxiliar na marcha dos pacientes com dorso flexores dos pés. 
 
Características 
Lona dublada em algodão; 
Barbatanas laterais em plástico; 
Cinta elástica cruzada; 
Fecho em velcro; 
Lavável. 
Sandália para Gesso 
Indicações 
Apoio e proteção de botas gessadas quando permitida a marcha. 
Uso nas deformidades permanentes dos pés e dedos, causados pela artríte 
reumatóide. 
 
Características 
Solado em EVA em discreta cruva; 
Laterais em tecido sintético resistente; 
Adaptável a ambos os pés; 
Fecho em velcro; 
Lavável. 
 
Tira Sub-Patelar em Tubo 
Indicações 
 
Tendinites do tendão patelar (joelho saltador), alívio 
da tensão na inserção do tendão patelar. 
 
Características 
 
Confeccionada em tecido dublado em espuma; 
Tubo de microespuma revestido e estofado; 
Ajuste em velcro; 
Lavável. 
Outras orteses 
Completa linha de órteses confeccionadas sob medida, em 
material copolímero, polipropileno, fibra de carbono, aço, 
alumínio, etc 
 
Dennis-Brownne 
 
Para manter membros inferiores em rotação 
externa ou interna 
 
Geno Valgo e/ou Geno Varo 
 
Para correção de valgismo e ou varismo 
Tutor 
 
Tutor para fratura de tíbia/fíbula 
Trilateral 
 
Para tratamento de Legg-Perthes 
Tutor Longo unilateral ou bilateral 
 
Controle de quadril mas não controle de joelho 
 
M.A.F.O.* articulado com limitação de flexão plantar em 
90º 
Mantém a Flexão plantar limitada a 90° (evita o padrão 
eqüino); 
Permite a Flexão dorsal (não atrapalha na deambulação); 
Contém a Inversão e Eversão; 
É utilizado com Tênis (não necessita de calçados especiais); 
Confeccionado sob medida; 
 
Material utilizado: 
 
Polipropileno e softform 
Fixação com velcro 
M.A.F.O. = Molded Ancle Foot Ortosis 
 
\u2022Palmilhas de Silicone Sob Medida 
 
\u2022Confeccionadas com silicone medicinal, sob medida para 
cada caso 
\u2022Muito utilizadas em pés diabéticos, tanto no tratamento 
dos ferimentos quanto na prevenção 
\u2022Em amputações parciais de pé, para complementação da 
parte amputada dentro dos calçados 
\u2022Metatarsalgias 
\u2022Neuroma de Morton 
 
Mola de Codvila 
 
Indicação: 
Para pés caídos, pode ser usado com palmilha acoplada ou 
pregador para fixação no calçado 
Órteses tíbio társicas flexíveis para pés caídos, etc 
 
Abdução de quadril Atlanta Brace ou Schotish Brite 
Indicações 
 
Tratamento de Legg Perthes e Luxação Congênita de Quadril. 
 
Características 
 
Possibilita ampla libertade de movimentos mantendo abdução de 45° em ambas 
articulações do quadril. 
Com haste telescópica e juntas esféricas universais de alta qualidade. 
Peças de coxa e cinto pélvico moldados em polipropileno, com nervuras de reforço 
estrutural. 
Todas as peças são intercambiáveis permitindo diversas possibilidades de montagem. 
Peças revestidas internamente com espuma softform para maior conforto. 
Estrutura metálica com revestimento anti-oxidante. 
Fechos de velcro 
Suspensório de Pavlik 
Indicações 
Ttratamento da luxação congênita do quadril do recém-nascido 
até o 6º mês de idade 
 
Prev-Tala para Punho 
Indicações 
 
Prevenção da tendinite durante o trabalho e outras afecções da região. 
 
Características 
 
Confeccionada em lona dupla resistente; 
Ajuste em velcro com passadores; 
Reforço interno de plástico PVC rígido; 
Lavável 
Tala para Punho com Dedos Livres 
Indicações 
 
Tenossinovites do punho, artroses, lesões ligamentares, 
correção da posição viciosa na artríte reumatóide e outras 
afecções de origem traumáticas e neurológicas. 
Prevenção da recidiva no retorno às atividades. 
 
Características 
 
Confeccionada em lona dupla resistente; 
Fecho em velcro com passadores; 
Reforço interno de plástico PVS rígido; 
Lavável. 
 
Tala para Punho Longa com Dedos Livres 
Indicações 
 
Tenossinovites do punho, artroses em caso de periostite, 
lesões ligamentares, correção da posição viciosa na 
artríte reumatoide, tendinite em estagio avançado e 
outras afcções da região. 
 
Características 
 
Confeccionada em lona dupla resistente; 
Ajuste em velcro com passadores; 
Reforço interno de plástico PVC rígido; 
Lavável 
Tala em Lona para Punho e Polegar 
Indicações 
 
Fraturas, tenossinovite de De Quervain, entorses, contusões, 
artroses e redução articular da artríte reumatóide do polegar,