A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
23 pág.
Hormônios hipofisários e eixo somatotrófico

Pré-visualização | Página 1 de 4

Prof.: Emílio
ALGUNS CONCEITOS IMPORTANTES
Coordenação das funções corporais•
Regulação. Levam a informação para fazer com que o corpo trabalhe em equilíbrio 
(Homeostase)!
○
Mecanismos que controlam o meio interno. ○
Para que serve os hormônios?•
Hormônios endócrinos ○
Produzidos por neurônios▪
Hormônios neuroendócrinos○
Hormônios:•
Essas diferenças impactam na conduta clínica▪
Colesterol □
Tirosina□
Proteína□
Derivados de (principalmente) :▪
Podem ser derivados de várias substâncias ○
Estrutura química dos hormônios •
Regulam a liberação dos hormônios○
Para não ter produção em excesso○
Feedback negativo e positivo○
Feedback da secreção hormonal •
segunda-feira, 3 de fevereiro de 2020
 Fisio 2 
ESTRUTURA QUÍMICA DOS HORMÔNIOS 
FEEDBACK DA SECREÇÃO HORMONAL
Hipófise dividida em duas partes que tem diferença na origem embrionária.•
RELAÇÃO HIPÓFISE E HIPOTÁLAMO
Contato direto com o hipotálamo ○
Hipófise posterior•
Sulco hipotalâmico•
 Fisio 2 
Separa o hipotálamo abaixo e o tálamo acima.○
Sulco hipotalâmico•
Várias funções são realizadas pelo hipotálamo (MUITO IMPORTANTE)▪
Riqueza muito grande nos processos motivacionais ▪
Controlada pela hipófise○
Processo motivacional (instinto)•
Noções gerais•
A hipófise, também chamada pituitária, é uma glândula pequena situada na sela túrcica, cavidade óssea 
localizada na base do cérebro e que se liga ao hipotálamo pelo pedúnculo hipofisário. Fisiologicamente, a 
hipófise é divisível em duas porções distintas: a hipófise anterior, conhecida como adeno-hipófise, e a 
hipófise posterior, também conhecida como neuro- hipófise. Entre essas duas partes, há uma pequena zona, 
relativamente avascular, chamada parte intermediária, que é pouco desenvolvida em humanos, mas muito 
maior e mais funcional em alguns animais.
Embriologicamente, as duas porções da hipófise são oriundas de fontes distintas. A origem da hipófise 
anterior do epitélio faríngeo explica a natureza epitelioide de suas células, e a origem da porção posterior 
da hipófise do tecido neural explica a presença de grande número de células de tipo glial nessa glândula.
Glândula pequena (1cm) localizada na sela Túrcica ○
Conectada ao Hipotálamo pela Haste Hipofisária ○
GH: O hormônio do crescimento promove o crescimento de todo o 
organismo, afetando a formação de proteínas, a multiplicação e a 
diferenciação celular.

TSH: O hormônio estimulante da tireoide (tireotropina) controla a 
secreção da tiroxina e da tri-iodotironina pela glândula tireoide, e esses 
hormônios controlam a velocidade da maioria das reações químicas 
intracelulares no organismo.

ACTH: A adrenocorticotropina (corticotrópica) controla a secreção de 
alguns dos hormônios adrenocorticais que afetam o metabolismo da 
glicose, das proteínas e das gorduras.

LH, 
FSH, 
•Dois hormônios gonadotrópicos distintos, o hormônio 
foliculoestimulante
e o hormônio luteinizante, controlam o crescimento dos ovários e dos
testículos, bem como suas atividades hormonais e reprodutivas. 
Prolactina: A prolactina promove o desenvolvimento da glândula 
mamária e a produção do leite.

Origem Bolsa de Rathke = Células Epiteliais □
Hipófise Anterior = Adenohipófise ▪
Relacionado ao hormônio que produz/ estimula a melanina (relação com a 
produção, não com a cor)
□
Não muito "importante" no humano, mais desenvolvido em animais que mudam 
de cor por causa do ambiente, 
□
Parte Intermédia ▪
ADH: O hormônio antidiurético (também chamado vasopressina) controla 
a excreção da água na urina, ajudando, assim, a controlar a quantidade 
da água nos líquidos do organismo.

Ocitocina: A ocitocina auxilia na ejeção de leite pelas glândulas mamárias 
para o mamilo, durante a sucção, e, possivelmente, desempenha papel de 

Origem Proliferação Hipotálamo = Células Gliais □
Hipófise Posterior = Neuro hipófise ▪
Divisão:○
Seis hormônios peptídeos importantes e diversos outros hormônios, de menor importância, são secretados 
pela hipófise anterior, e dois hormônios peptídeos importantes são secretados pela hipófise posterior. 
 Fisio 2 
para o mamilo, durante a sucção, e, possivelmente, desempenha papel de 
auxílio durante o parto e no final da gestação.
 Fisio 2 
 Fisio 2 
 Fisio 2 
TIPOS DE CÉLULAS NA HIPÓFISE ANTERIOR 
Em geral, existe apenas um tipo celular para cada hormônio principal formado na hipófise anterior.
Cerca de 30% a 40% das células da hipófise são somatotrópicos, que secretam hormônio do crescimento, e 
aproximadamente 20% são corticotrópicos, que secretam ACTH. Cada um dos outros tipos celulares 
corresponde a apenas 3% a 5% do total
30% a 40%○
Acidófilos○
Somatotropos = GH•
20%○
Corticotropos = ACTH•
Tireotropos = TSH•
Gonadotropos = LH e FSH•
Lactotropos = Prolactina•
As células somatotrópicas coram-se intensamente com corantes ácidos e são, portanto, chamadas 
acidofílicas. Por isso, os tumores hipofisários que secretam grande quantidade de hormônio do crescimento 
humano são chamados tumores acidofílicos.
 Fisio 2 
Os Hormônios da Hipófise Posterior São Sintetizados por Corpos Celulares no Hipotálamo. Os corpos das 
células que secretam os hormônios da hipófise posterior não estão localizados na hipófise propriamente 
dita, mas em neurônios grandes, chamados neurônios magnocelulares, localizados nos núcleos 
supraópticos e paraventriculares do hipotálamo. Os hormônios são então transportados no axoplasma das 
fibras nervosas dos neurônios que seguem do hipotálamo para a hipófise posterior.
CONTROLE DA SECREÇÃO HIPOFISÁRIA PELO HIPOTÁLAMO
Quase toda a secreção hipofisária é controlada por sinais hormonais e nervosos, vindos do hipotálamo. 
 Fisio 2 
Quase toda a secreção hipofisária é controlada por sinais hormonais e nervosos, vindos do hipotálamo. 
A secreção efetuada pela região posterior da hipófise é controlada por sinais neurais que têm origem no 
hipotálamo e terminam na região hipofisária posterior. Por outro lado, a secreção da região anterior da 
hipófise é controlada por hormônios, chamados hormônios liberadores e hormônios (ou fatores) 
hipotalâmicos inibidores, secretados pelo próprio hipotálamo e então levados para a região anterior da 
hipófise por minúsculos vasos sanguíneos chamados vasos portais hipotalâmico-hipofisários. Na hipófise 
anterior, esses hormônios liberadores e inibidores agem nas células glandulares, de modo a controlar sua 
secreção.
O sistema Porta Hipotalâmico - Hipofisário•
A hipófise anterior é uma glândula muito vascularizada, com capilares
sinusóides em grande número, entre as células glandulares. Quase todo o sangue que entra nesses 
sinusóides passa, primeiro, por outro leito capilar, na porção inferior do hipotálamo. O sangue então flui 
pelos pequenos vasos sanguíneos portais hipotalâmico-hipofisários para os sinusóides da região anterior da 
hipófise. A porção mais inferior do hipotálamo, chamada eminência mediana, que se liga, inferiormente, ao 
pedúnculo hipofisário. Pequenas artérias penetram a eminência mediana, e, então, pequenos vasos 
adicionais retornam para sua superfície, unindo-se para formar os vasos sanguíneos portais hipotalâmico-
hipofisários. Esses vasos seguem para baixo, ao longo do pedúnculo hipofisário, para acabar 
desembocando nos sinusóides da hipófise anterior.
Função dos hormônios de liberação e de inibição na Hipófise Anterior •
A função dos hormônios de liberação e inibição é controlar a secreção dos hormônios da hipófise anterior. 
Para a maioria dos hormônios da hipófise anterior, os hormônios liberadores são importantes, exceto no 
caso da prolactina, em que um hormônio inibidor hipotalâmico exerce o maior controle. 
Também estimula a Prolactina ▪
Provoca a liberação do hormônio estimulante da tireoide. ▪
TRH (Tireotropin Releasing Hormone) - TSH○
Provoca a liberação do hormônio adrenocorticotrópico.▪
CRH (Corticotropin Releasing Hormone) - ACTH○
Provoca a liberação do hormônio do crescimento.▪
GHRH (GH Releasing Hormone) - GH○
Também