guiduci___fisioterapia_geri_trica_domiciliar_e_as_intera__es_com_o_lazer
102 pág.

guiduci___fisioterapia_geri_trica_domiciliar_e_as_intera__es_com_o_lazer


DisciplinaFisioterapia10.109 materiais32.436 seguidores
Pré-visualização31 páginas
Amanda Guiduci Marcial 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
FISIOTERAPIA GERIÁTRICA DOMICILIAR E AS 
INTERAÇÕES COM O LAZER 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Belo Horizonte 
Escola de Educação Fisica, Fisioterapia e Terapia Ocupacional - UFMG 
2013 
Amanda Guiduci Marcial 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
FISIOTERAPIA GERIÁTRICA DOMICILIAR E AS 
INTERAÇÕES COM O LAZER 
 
 
Dissertação apresentada ao Curso de Mestrado em 
Estudos do Lazer da Escola de Educação Física, 
Fisioterapia e Terapia Ocupacional da 
Universidade Federal de Minas Gerais, como pré-
requisito parcial para a obtenção do título de 
Mestre em Lazer. 
 
Área de concentração: Lazer, Cultura e Educação 
 
Linha de Pesquisa: Lazer, Cidade e Grupos Sociais 
 
Orientadora: Professora Luciana Karine de Souza 
Universidade Federal de Minas Gerais 
 
 
 
 
 
Belo Horizonte 
Escola de Educação Fisica, Fisioterapia e Terapia Ocupacional - UFMG 
2013 
FOLHA DE APROVAÇÃO 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
DEDICATÓRIA 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
A José Guiduci que inspirou os primeiros passos 
na profissão e permanece me inspirando sempre. 
 
 
 
AGRADECIMENTOS 
 
A Deus por estar presente em minha vida. 
 
A Edilce Maria Guiduci pelo amor incondicional e os belos exemplos de superação. 
 
Aos meus irmãos Rodrigo e Patrick, às minhas sobrinhas Maria Luisa, Isabela, Marina, Maria 
Clara, à minha cunhada Jeane e à Valéria T. M. de Almeida por darem um sentido maior ao 
lazer na casa da vovó Duduce. 
 
Ao meu Requim por estar presente em minha vida, com amor e companheirismo. 
 
Aos amigos Camila, Janaína, Fabrício, Will e Artur por todo apoio sempre. 
 
A Professora Luciana Karine de Souza, pela integralidade em sua orientação acadêmica, e, 
principalmente, por confiar em meu trabalho, acreditar nas ideias iniciais e incentivar meus 
estudos. 
 
A Giselle por toda disponibilidade e ajuda. 
 
Aos professores do mestrado, em especial, Professora Christianne Luce Gomes, Professor 
Helder Isayama, Professor Marcus Taborda e Professor Walter Ude pelos ensinamentos que 
possibilitaram ampliar meu aprendizado. 
 
Aos colegas de mestrado por compartilhar a caminhada com importantes diálogos e lazeres. 
 
A Cinira Veronesi por sua inestimável colaboração e apoio. 
 
Aos fisioterapeutas pela disponibilidade e interesse em participar, bem como pela troca de 
experiências. 
 
Por fim, a todos os pacientes que, direta ou indiretamente, contribuíram para minhas reflexões 
sobre a prática profissional em fisioterapia domiciliar com idosos. 
 
RESUMO 
 
 
Esta pesquisa tem por objetivo discutir a interação entre Lazer e Fisioterapia no contexto do 
atendimento a idosos em domicílio. Para tanto, foram realizados um estudo bibliográfico e 
entrevistas individuais semiestruturadas com fisioterapeutas. Buscou-se elementos que 
colaborassem no entendimento da necessidade e da importância da interação Lazer-
Fisioterapia no tocante ao campo de trabalho geriátrico domiciliar, na contextualização do 
tratamento proposto em favor de uma prática profissional capaz de ampliar a abordagem, a 
avaliação, o tratamento e o alcance das técnicas aplicadas, e na geração de significados para o 
indivíduo em processo de reabilitação funcional. Participaram da amostra dez fisioterapeutas 
que atendem idosos em domicílio na cidade de Belo Horizonte, Minas Gerais, devidamente 
inscritos no Conselho de Fisioterapia de Minas Gerais (CREFITO-4). A idade dos 
participantes variou de 25 a 34 anos. Todos cursaram graduação em Fisioterapia em 
instituições particulares, entre 2002 e 2011, iniciando a atividade profissional, em média, seis 
meses após diplomados. A análise dos dados coletados a partir das entrevistas permitiu 
identificar resultados que podem contribuir para o atendimento a idosos desde a relação 
Lazer-Fisioterapia. Os fisioterapeutas entrevistados reconheceram a importância do lazer na 
reinserção social do paciente idoso, mas apresentam dificuldades para a sistematização deste 
saber em suas práticas profissionais. Nenhum deles usa avaliação das atividades avançadas de 
vida diária (que incluem conteúdos do Lazer) em sua atuação profissional, embora 
reconheçam a existência dessa avaliação. O estudo constatou que a falta de embasamento 
teorico-conceitual dificultou o aprofundamento de questões relacionadas ao lazer com o 
paciente e/ou com os familiares/cuidadores. Logo, o tema lazer foi tratado com 
superficialidade, sem uma estreita e intrínseca relação com a funcionalidade do idoso. Outros 
estudos se fazem necessários no sentido de aprimorar e desenvolver novas propostas de 
atuação em fisioterapia. Essa demanda exige implementar mudanças para a aquisição de 
competências para a prática fisioterapêutica com idosos em domicílio. O presente estudo 
aponta para a necessidade de mais pesquisas em fisioterapia que tratem de questões 
relacionadas ao atendimento de idosos em domicilio e a interação com o lazer, tendo em vista 
a escassa produção teórica específica a respeito de um tema que se mostra bastante relevante 
para o tratamento fisioterapêutico no sentido de melhorar a capacidade funcional e a 
qualidade de vida do paciente idoso. 
Palavras-chave: Lazer. Fisioterapia. Idosos. Atendimento domiciliar. Avaliação. 
ABSTRACT 
 
 
The objective of this research is to discuss the interaction Leisure-Physical Therapy in the 
realm of home care service to elderly citizens. In order to pursue that aim, a literary review 
study and semi-structured individual interviews with physical therapists were conducted. It 
was argued that there is a need to acknowledge: 1) the relevance of Leisure-Physical Therapy 
interaction towards home care service to the elderly, 2) the attention to context specific 
aspects related to the service provided in favor of a professional practice that may broaden 
approach, evaluation, treatment, and scope of the techniques used, and 3) the generation of 
new experiences to the patient/client under functional rehabilitation. Ten physical therapists 
working with private home care for the elderly in the city of Belo Horizonte, Brazil, 
registered on the regional board of physical therapists, participated on the study. Age range 
was from 25 to 34 years-old, and participants got their physical therapy major degree in 
private universities somewhere between the years of 2002 and 2011, and starting to work as a 
professional approximately six months after graduation. Data analysis generated results that 
may contribute to service directed to the elderly by Leisure-Physical Therapy interaction. The 
physical therapists interviewed recognized how important leisure is to the social re-
connection of the elderly patients/clients, but had difficulties in providing systematic or 
organized knowledge that supports the service. None of them claims to evaluate daily life 
advanced activities (that include Leisure contents) in their practice, although recognize that 
this type of evaluation exists. This study found that the lack of theoretical-conceptual 
framework for the physical therapists about their own practices made it difficult to deepen the 
Leisure aspects related to the patient/client and his/her family members/caretakers. Thus the 
participants treated Leisure as something superficial, narrowing it down to an intrinsic 
relation with the functionality of the elderly. Future studies are a must in order to develop and 
enhance new