politicaspublicas
328 pág.

politicaspublicas


DisciplinaBiologia39.948 materiais1.483.350 seguidores
Pré-visualização16 páginas
1
Políticas e Programas de 
Enfermagem no SUS ( Saúde Pública)
Técnico em Enfermagem
Empregabilidade 100%
História da saúde pública no Brasil
2
AULA 1
HISTÓRIA DA SAÚDE PÚBLICA NO BRASIL
Brasil colônia (1500 - 1822)
A \u201cpriori\u201d, o Brasil dava ilusão de paraíso terreno. A beleza
e a grandiosidade das paisagens, a riqueza da
alimentação, a pureza das águas e o clima ameno
combinavam, aos olhos do europeu, com a saúde dos
habitantes do Novo Mundo.
\uf0a7 Essa visão durou pouco, no séc. XVII a colônia
portuguesa era identificada como \u201cinferno\u201d, onde os
colonizadores brancos e os escravos tinham poucas
chances de sobrevivência.
3
BRASIL COLÔNIA
\uf0a7 Só tinha acesso a saúde quem tinha poder aquisitivo;
\uf0a7 Somente membros da elite;
\uf0a7 Assistência era prestada através de curandeiros,
padres, índios e africanos;
\uf0a7 Existiam poucos hospitais, E que eram de ordem
filantrópica e religiosa.
\uf0a7 1808: chegada da Família Real em Salvador e 
\u201cabertura dos portos brasileiros às nações amigas\u201d.
\uf0a7 Criação da Escola de Medicina e Cirurgia da Bahia.
Brasil Independente (1822)
\uf0a7 Surgimento de epidemias: Varíola, Febre amarela e
Cólera.
\uf0a7 1824: nova Constituição cria Câmaras Municipais para
assumirem as questões de higiene pública.
\uf0a7 1829: médicos criam a Sociedade de Medicina e
Cirurgia do Rio de Janeiro.
5
\uf0a7 1834 \u2013 1836: mais doenças, como febre tifóide,
sarampo e gripe.
\uf0a7 1849: criada a Comissão Central de Saúde Pública
(depois, transformada em Junta Central de Higiene
Pública) para o combate à febre amarela.
6
BRASIL REPUBLICANO(1889)
\uf0a7 São Paulo: foco na febre amarela.
\uf0a7 Brasil: \u201ctúmulo dos estrangeiros\u201d.
\uf0a7 1892: criação do Laboratório de Bacteriologia, onde
iniciou-se a produção do soro antiofídico.
\uf0a7 1899: chega ao Brasil a peste bubônica.
\uf0a7 São Paulo: criação da Fundação do Instituto Butantan
(desenvolvimento do soro \u201cantipestoso\u201d).
\uf0a7 Rio de Janeiro: criação do Instituto Soroterápico
Federal, assumido por Oswaldo Cruz.
7
SAÚDE PÚBLICA NO SÉCULO XX
1903: Oswaldo Cruz assume a Diretoria Geral da
Saúde.
Missão: erradicar a febre amarela, a peste bubônica e a
varíola.
8
1904 REVOLTA DAS VACINAS
Revolta da Vacina foi uma revolta e manifestação
popular ocorrida entre 10 a 16 de novembro de 1904;
Ocorreu na cidade do Rio de Janeiro, Brasil;
\uf0a7 Sanitarista Oswaldo Cruz convenceu
\uf0a7 Congresso a aprovar a Lei da Vacina Obrigatória que
permitia que brigadas sanitárias, acompanhadas por
policiais, entrassem nas casas para aplicar a vacina à
força.
\uf0a7 1904: Revolta da Vacina (governo Rodrigues Alves)
\uf0a7 1906: a febre amarela é considerada extinta no Rio de 
Janeiro.
\uf0a7 1909: Carlos Chagas descobre o agente causador da
Doença de Chagas, o trypanosoma cruzi.
\u201cJeca Tatu\u201d: representava o cabloco brasileiro. Era um
homem fraco e desanimado, cujas as enfermidades o
impediam de participar no esforço de fazer o Brasil
progredir.
10
\uf0a7 1918: criação da Liga Pró- Saneamento do Brasil, por
intelectuais que se opunham ao sistema de vigilância
sanitária que excluía o homem do campo. É o início
do movimento sanitarista no Brasil.
\uf0a7 1918: Epidemia de gripe espanhola.
\uf0a7 Década de 1920: criação do Departamento Nacional
de Saúde Pública (DNSP), em substituição à
Diretoria Geral de Saúde Pública.
11
1923 - LEI ELOY CHAVES 
\uf0a7 Criação das Caixas de Aposentadoria e Pensão CAPS
\uf0a7 Atendeu primeiro os ferroviários, marítimos e
estivadores
\uf0a7 Este dinheiro era utilizado para tratamentos,
medicações, aposentadoria e pensão caso o
trabalhador viesse a falecer e tivesse dependentes
\uf0a7 Substituição do CAPS \u2013 IAPS \u2013 Instituto de
Aposentadoria e Pensões
\uf0a7 1934: Governo de Getúlio Vargas implementa
programas de assistência médica aos trabalhadores
para garantir o processo de industrialização.
\uf0a7 1943: criação da CLT agregando benefícios como
indenização a acidentados e tratamento médico aos
doentes portadores de carteira assinada.
Década de 1950: criação do Ministério da Saúde, no Rio
de Janeiro.
1953 - Criação do MINISTÉRIO DA SAÚDE : Ministério
da Saúde só veio a ser instituído no dia 25 de julho de
1953, com a Lei nº 1.920, que desdobrou o então
Ministério da Educação e Saúde em dois ministérios:
Saúde e Educação e Cultura.
14
1966 Criação do INPS (Instituto Nacional de Previdência
Social)
\uf0a7 Unificou os IAPS existentes;
\uf0a7 Uniformizou os benefícios e beneficiou os
marginalizados nos planos anteriores;
\uf0a7 A partir da sua criação, o governo militar passou a
pagar pelos serviços ofertados a população de saúde.
\uf0a7 1973 \u2013 FUNRURAL: Medicina Previdenciária aos 
trabalhadores Rurais.
\uf0a7 1974: criação do Ministério da Previdência e Assistência 
Social. INPS transforma-se em INAMPS.
1977 MOVIMENTO SANITARISTA
\u2022 Vacinação em massa
\u2022 Saneamento 
\u2022 Combate as doenças de 
massa
\u2022 Estilo repressivo
\u2022 Definia os cuidados primários de saúde e a
necessidade de proteger e promover a saúde de
todos
\u2022 Meta : \u201csaúde para todos até o ano 2000\u201d
\u2022 Surge a visão preventiva da saúde contrapondo ao
modelo curativo
\u2022 Promover saúde e Prevenir doenças
1978 DECLARAÇÃO DE ALMA ATA
\u2022 Final dos Anos 1970:
reestruturação do Ministério da Saúde.
\u2022 Criação do Sistema Nacional de Vigilância Sanitária
(SNVS): responsável pelo controle sanitário dos portos,
aeroportos e fronteiras; medicamentos; alimentos;
saneantes; cosméticos e produtos de higiene.
19
\u2022 Década de 80: os projetos identificados pelas siglas
Prev-saúde, Conasp e AIS mantiveram sempre a proposta
de reorganizar, de forma racional, as atividades de
proteção e tratamento da saúde individual e coletiva, evitar
as fraudes e lutar contra o monopólio das empresas
particulares de saúde.
\u2022 Décadas de 1980 e 1990: surtos de cólera e dengue, e
altos índices de pessoas atingidas por tuberculose,
tracoma, doença de Chagas e doenças mentais.
20
SUDS / SUS
\u2022 Movimento sanitarista: Luta em prol da instituição do
SUS, encabeçada pelos secretários municipais de saúde.
\u2022 As reivindicações foram catalisadas na 8ª Conferência
Nacional de Saúde (1986), sendo que suas resoluções
foram os parâmetros para a Constituição de 1988.
\u2022 Acesso à assistência médico-sanitária é direito do
cidadão e dever do Estado.
\u2022 SUDS: Integração de todos os serviços de saúde,
públicos particulares, deveria constituir uma rede
hierarquiza e regionalizada, com a participação da
comunidade na administração das unidades locais.
21
\uf06e Grande marco da 
reforma sanitarista
\uf06e Participação dos 
usuários pela primeira 
vez
1986 \u2013 8ª CONFERÊNCIA NACIONAL DE 
SAÚDE
\uf06e Os recursos do Fundo
Nacional de Saúde serão
repassados de forma
regular e automática para
os Municípios, Estados e
Distrito Federal;
\uf06e A representação dos
usuários nos conselhos e
conferências de saúde
será de forma PARITÁRIA
em relação ao conjunto
dos demais seguimentos.
Reunir-se-á a cada quatro anos com a representação
dos vários segmentos sociais, para avaliar a situação
de saúde e propor as diretrizes para a formulação da
política de saúde nos níveis;
É feita de forma ascendente:
1º municipal
2º estadual
3º Conferência Nacional de Saúde
A CONFERÊNCIA DE SAÚDE
A CONSTITUIÇÃO FEDERAL DE 88
Referente à saúde define no artigo 196 que:
\u201cA SAÚDE É DIREITO DE TODOS E DEVER DO 
ESTADO\u201d. 
1988 APROVAÇÃO DO SUS
O sistema único de saúde
26
AULA 2
SUS
Instituído pela Constituição Federal de 1988, o Sistema
Único de Saúde foi um meio de concretizar o direito à
saúde.
O artigo 200 da Constituição Federal (CF) estabelece a
competência do SUS para controlar e fiscalizar
procedimentos, produtos e substâncias de interesse para
a saúde, e também fiscalizar e inspecionar alimentos,
bebidas e águas para consumo humano.
27
Para regulamentar a estrutura e funcionamento do SUS
foi aprovada a Lei Orgânica da Saúde - Lei nº 8080/90.
Ela dispõe sobre as condições para promoção, proteção
e recuperação da saúde, e a organização e o
funcionamento dos serviços correspondentes.
Constituição de 1988
SUS é instituído