A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
79 pág.
homeopatia veterinaria

Pré-visualização | Página 18 de 19

rançosas eructações 
de ausência sair, de difíceis filamentosas, 
3.3 Estômago 
 
- Gastrite 
 
Afecção que é encontrada essencialmente nos carnívoros. 
 
 
- ANTIMONIUM CRUDUM 5 CH: quase sempre por abuso alimentar, animal 
glutão rosnador, vômitos contendo resíduos alimentares, que não dão alívio, 
precedidos e seguidos por náuseas, língua carregada, eructação ácida, às 
vezes diarreias aquosas + matérias sólidas. 
 
- ANTIMONIUM TARTARICUM 5 CH: violenta inflamação catarral do 
estômago e do intestino, prostração com torpor, corpo frio, náuseas 
constantes e vômitos que exaurem com mucosidades espessas, viscosas e 
 sede, frequentemente 
acompanhada de diarréia coleriforme com tenesmo, pulso fraco e rápido. 
 
- IPECA 5 CH: inflamação aguda, às vezes subaguda, com irritação do 
estômago, com abatimento, náuseas violentas, contínuas, não aliviadas 
pelos vômitos, ausência de sede e de apetite. 
 
- KALIUM MURIATICUM 5 CH: gastrite aguda ou subaguda por excessos 
alimentares, ou absorção de alimentos exageradamente gordurosos, com 
vômitos viscosos, espessos, esbranquiçados, precedidos e seguidos por 
 náuseas, acompanhadas 
diarreias aquosas e claras. 
frequentemente por 
 
- ARSENICUM ALBUM 5 CH: dores frequentemente fortes, que melhoram 
ao ingerir líquidos quentes, pioram com os líquidos frios, sede forte de 
 aliviam, 
frequentemente com uma diarreia pouco abundante, muito fétida, escura e 
seguida de fraqueza. 
 
- NUX VOMICA 5 CH: em seguida a um excesso alimentar, vômitos que 
acalmam de meia hora à uma hora após a refeição (o animal cochila neste 
momento), língua afetada. 
 
- KALIUM BICHROMICUM: irritação inflamatória da mucosa gástrica com 
tendência ulcerativa, com sede, inapetência, vômitos aquosos. 
 
- VERATRUM ALBUM 5 CH: náuseas e vômitos violentos, sempre 
acompanhados de diarreias esgotantes, que deixam o corpo e a língua muito 
frios, boca seca e sede forte, pulso rápido e fraco. 
 
- AETHUSA 5 CH: cãezinhos ou gatinhos intolerantes ao leite, nauseados 
que persistem pouco e vômitos líquidos sem esforços, pouco tempo depois 
da absorção ou uma hora depois, com grandes coágulos ácidos seguidos de 
e escuros vômitos CH: 5 SULFURICUM CADMIUM - 
fraqueza 
inodoras. 
e frequentemente acompanhados de diarreias esverdeadas, 
 
 fecalóides, 
acompanhados de náuseas violentas, sede forte, seguidos de uma diarréia 
escura, gelatinosa e sanguinolenta, com prostração, pulso rápido e fraco. 
 
- EUPHORPBIA CORROSIVUS 5 CH: náuseas violentas acompanhadas de 
uma ansiedade extrema, seguidas de vômitos repetidos, violentos e 
abundantes com resíduos alimentares e mucosos, terminando por vezes em 
uma diarreia coleriforme e prostração. 
 
 
- Úlceras 
 
3 grânulos 1 vez ao dia. 
 
- ARSENICUM ALBUM 7 CH, CADMIUM SULFURICUM 7 CH, KALIUM 
BICHROMICUM 7 CH, KREOSOTUM 7 CH, SULFURICUM ACIDUM 5 CH. 
 
- ANACARDIUM 7 CH: dores que melhoram ao comer, animal nervoso, 
algumas vezes com vesículas ou vesicopústulas abdominais. 
 
- GRAPHITES 7 CH: animal grande, mole, lento, constipado com uma 
flatulência fétida, melhora durante e um pouco depois da refeição, mas piora 
uma ou duas horas após, gordura, pouco apetite, boca seca, sede, fissuras 
anais exsudativas, eczema úmido nas dobras de flexão. 
de brutal instalação doloroso, e quente abdômen 
ESTÔMAGO 
 ÚLCERAS 
 
 
 
 
 
/ 
 
 
 
 
 
 
---lf-WX...,.M 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
3.4 Intestino 
 
- Diarreias 
 
 Não negligenciar nunca a alopatia e os reidratantes, tanto orais 
quanto parenterais. Para tratar, determinam-se as características da diarreia: 
odor, consistência, frequência; e seu contexto geral: sede ou sem sede. 
 
Infecções simples: 
 
4 CH quatro a seis vezes ao dia. 
 
- ACONITUM: diarreia esverdeada, pegajosa, mucosidades sanguinolentas, 
 hipertemia 
ansiedade, sede importante, dores aliviadas após a defecação. 
forte, 
 
- BELLADONNA: 2° grau, transpiração, abdômen quente, distendido, 
sensível, hipertermia. 
 
- BRYONIA: 3° grau, aguda, infecção, diarreia escura, biliosa, às vezes 
sanguinolenta, fétida, algumas vezes involuntária, sobrevém de manhã ao 
levantar, ao primeiro movimento, depois de ter bebido água fria, sazonal, nos 
tempos quentes, nas mudanças súbitas de tempo, grande sede de enormes 
quantidades em longos intervalos. 
e leves cólicas de frequentemente precedida aquosa 
- EUPATORIUM: diarreia infecciosa aguda em contexto viral, gripe bovina. 
 
- IPECA: diarreia infecciosa aguda em contexto viral, gripe bovina, fezes 
fermentadas, espumosas, esverdeadas, às vezes com sangue, frequentes, 
estado nauseado persistente, ausência de sede, diarreia após frutas verdes 
no outono, vômitos que não o melhoram. 
 
- RHUS TOXICODENDRON: diarreia aquosa vermelho tijolo ou escura, 
disentérica sem odor ou com odor cadavérico + sangue, involuntária, 
esgotamento marcante, dores aliviadas após a defecação. 
 
- DULCAMARA: fezes amarelas e aquosas, mucosas precedidas de dores 
periumbilicais, borborigmos que cessam com a emissão de fezes, doente 
fraco em todo período, após supressão de uma erupção, depois de ter 
tomado frio em tempo úmido. 
 
Diarreias de origem tóxica: 
 
 - NUX VOMICA: principalmente após excesso, seja em volume, seja em 
qualidade medíocre, fezes frequentes com ou sem cólicas, melhoram após a 
defecação, língua coberta por uma camada amarelada na base. 
 
- PULSATILLA: após ingestão de gorduras, ou de bebida gelada, diarreia 
 mucosidades 
esverdeadas, nunca duas fezes semelhantes nem em consistência, nem em 
coloração, calafrios, pouca sede. 
 
- AETHUSIA CYNAPIUM: diarreia + vômitos por intolerância ao leite em 
animal jovem, fezes aquosas, verdes, pegajosas, vômitos, cólicas e às vezes 
convulsões. 
 
- KREOSOTUM: diarreia irritante, muito corrosiva, fezes marrons algumas 
vezes sanguinolentas, muito mau cheiro, estado geral alterado. 
 
Diarreias funcionais: 
 
- ALOE: diarreia imediatamente após ter comido, flatulência muito marcante 
+ fraqueza dos esfíncteres, borborigmos no ventre antes da eliminação de 
fezes gelatinosas + mucosidades, sobretudo ao despertar, dores no baixo 
ventre e na região periumbilical. 
 
- COLOCYNTHIS: dores espasmódicas agudas de início e fim repentinos em 
animal muito jovem, odor acre, aspecto doentio do animal, diarreia aquosa, 
verde e espumosa voltando mais ou menos a cada três semanas. 
 
- CHAMOMILLA: em todos os animais jovens, no curso da primeira dentição, 
com caráter colérico, melhora quando levantado pelos braços, diarreia verde 
difícil, quente, fétida e viscosa. 
fezes patas, nas tropeça trêmulo, 
- CHINA: diarréia indolor, grande fraqueza, fezes abundantes escuras, 
alimentos não digeridos, grande distensão de todo o abdômen, flatulência. 
 
- ARGENTUM NITRICUM: diarreia emocional, verde com eliminação de 
falsas membranas