A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
sociologia aula 1

Pré-visualização | Página 1 de 1

25) - A Fisiologia Social ​(contribuiu para a teoria do Socialismo 
Utópico). 
Reforma social pelo viés científico: a sociedade deve ser pautada 
pela racionalidade. A Ciência como instrumento para revelar as leis 
do desenvolvimento da história. 
 
August Comte (1798-1857) - Ciência Positiva ​(constara a ordem 
que reina no mundo social, de modo a agir sobre ela). 
O primeiro a utilizar o termo “sociologia” concebendo-a numa 
perspectiva positivista, onde a ciência da sociedade é semelhante 
às ciências naturais (Leis Gerais) e Prever para prover​. 
A Sociologia Positivista é a Corrente de pensamento que logrou 
para si a tarefa de interpretar cientificamente o mundo social, 
sociedade regulada por leis, métodos e proc​Sociologia Crítica 
Compreensão e Interpretação da Sociedade 
 A Sociologia como Ciência​. 
A Sociologia adquiriu status como ciências no final do século XIX, é 
o resultado da transformação histórico-social, cultural, econômico e 
político. 
A princípio utiliza método das Ciências Naturais. ⎫ Busca da 
funcionalidade da sociedade. ⎫ Formular leis gerais. 
 
Saint-Simon (1760-18​edimentos das Ciências Naturais, 
objetividade e neutralidade . 
 
 
H. Spencer(1890-1903) - Olhar organicista da sociedade 
* Lei do progresso. 
* Especialização das funções. 
*Os indivíduos são organismos sujeitos às leis biológicas. 
*O arranjo social é submetido às mesmas leis do mundo natural. 
 
Características das tradições conservadoras 
● Perspectiva evolucionista da história; 
● Naturalismo metodológico; 
● Cientificismo; 
● Organicismo; 
● O indivíduo é praticamente anulado. 
Émile Durkheim (1858-1917) - ​As Regras do Método Sociológico 
Sistematizou um método próprio da Sociologia, a sociedade se 
sobrepõem aos indivíduos, define que o objeto de estudo da 
Sociologia sãos os Fatos Sociais, Exterioridade, Generalidade e 
Coercitividade. 
 
Karl Marx(1818-1883) - ​o indivíduo e as classes sociais Segundo. 
Não há um isolamento do indivíduo, mas há o protagonismo das 
classes sociais que agem no processo histórico de construção 
das sociedades. 
Relação Indivíduo - Sociedade 
A relação teoria e prática não reduzida, Marx, interpreta a 
sociedade à sua volta e elabora uma teoria que orienta as 
práticas sociais. 
 
Georg Simmel (1858-1918) - A definição de sociedade e o papel 
da sociologia. 
Para Simmel, a sociedade opera como uma síntese das ações 
recíprocas dos indivíduos, define o conceito de sociedade a partir 
do que chama de Socioação. “quando a coexistência isolada dos 
indivíduos adota formas determinadas de cooperação. 
Os problemas da sociologia: visão sistematizada e organizada de 
uma “microssociologia”. 
O desenvolvimento das relações sociais se dá entre os indivíduos, 
portanto a sociedade não seria um objeto de estudo qualificado. 
“Vejo uma sociedade em toda parte onde homens se encontram em 
reciprocidade de ação e constituem uma unidade permanente ou 
passageira” (1983, p. 48). 
Quando a coexistência isolada dos indivíduos adota formas 
determinadas de cooperação e de colaboração que caem sob o 
conceito geral de interação.” (SIMMEL, 1983, p. 60). 
 
Max Weber (1864-1920) - A Sociologia é uma Ciência que se difere 
das Ciências Naturais, os fenômenos sociais ocorrem por 
finalidade, pela escolha do sujeito, ausência de Leis Gerais. 
Compreensão do indivíduo e suas ações sociais. 
Sociedade​: conjunto de ações dos indivíduos se relacionando 
reciprocamente. 
 
A influência Weberiana – 1º Geração Escola Frankfurt Para Max 
Horkheimer (1985-1973) - a Racionalidade deve ser direcionada 
à construção de uma sociedade onde todos e todas sejam livres 
e iguais. Crítica a Racionalidade: razão instrumental e razão 
crítica. 
A Escola de Frankfurt, conhecida pelas gerações de pensadores, 
que contribuíram para pensar criticamente a vida social no 
século XX. A lógica do modo de produção capitalista foi aplicada 
à produção de bens culturais. 
 
Jurge Habermas – 2º Geração da Escola de Frankfurt 
Perspectiva Crítica: ​Analisa o desenvolvimento da mídia a partir 
do século XVIII para compreender seus impactos na esfera 
pública. “a esfera pública é uma arena de debates públicos na 
qual é possível discutir temas de interesse geral e formar 
opiniões” (GIDDENS, 2005,p.375). 
A Indústria Cultural e o debate democrático​: O debate 
democrático nas sociedades modernas está sufocado pelo 
avanço da indústria cultural, pois, segundo Giddens “a opinião 
pública não é formada por meio de uma discussão racional 
aberta, mas sim por meio da manipulação e do controle” (2005, 
p.335). 
 
John Thompson – para compreender o conceito de ideologia é 
necessário contextualizar, investigar os contextos sociais e as 
formas simbólicas que são empregadas e articuladas nestes 
contextos. 
Formas simbólicas​: sustentam as relações de poder e dominação 
nos contextos sociais, e essas podem ser: ações, gestos, rituais, 
manifestações verbais, textos, programas de televisão. 
Relações de Poder: a​s relações de dominação são estabelecidas e 
sustentadas porque se apresentam como legítimas, pois, se 
apresentam como justas e dignas de apoio baseadas em 
fundamentos: Racionais, tradicionais e Carismáticos. Deste 
modo, entende-se que para o autor a ideologia não deve se 
restringir às expressões dos interesses das classes dominantes, 
pois trabalha com a perspectiva de que faz parte da vida social. 
É estabelecida na sociedade – Depende do modo como é 
empregada nas relações sociais. 
 
 
Como analisar um Fato Social​? 
Afastar sistematicamente todas as prénoções, tomar sempre como 
objeto de investigação um conjunto de fenômenos previamente 
definidos por certas características exteriores que lhe sejam 
comuns e incluir na investigação todos os que correspondem a 
essa investigação; 
 
Tipos de Ação Social​? Ação Afetiva; Ação Tradicional; Ação 
Racional com relação a fins; Ação Racional com relação a 
valores.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.